Lançamento Internacional (MI-32/2017):FORD - Samantha Chase - 7 Brides for 7 soldiers

Olá pessoal, tudo bem por aí? Por aqui continuo nas minhas leituras, muitas internacionais... eu queria que todos os bons livros que leio viessem para o Brasil e dentre eles a série deste livro que falarei agora.

Nos EUA os autores são muito amigos e escrevem livros e séries juntos, e a Série 7 Brides for 7 soldiers (7 noivas para 7 soldados) foi escrita por 7 autoras. Eu li o primeiro livro e o último, gostaria de ter lido todos os livros, mas o tempo e o $$$ estão um pouco curtos.

ABOUT THE SERIES

Fall in love with seven sexy and irresistible soldiers who find their courage and heart tested like never before in the battle for love! This multi-author collaborative series of contemporary romance novels is brought to you by bestselling authors Barbara Freethy, Roxanne St. Claire, Christie Ridgway, Lynn Raye Harris, Julia London, Cristin Harber and Samantha Chase. You won't want to miss a single one!

Book 1 – RYDER by Barbara Freethy
Book 2 – ADAM by Roxanne St. Claire
Book 3 – ZANE by Christie Ridgway
Book 4 – WYATT by Lynn Raye Harris
Book 5 – JACK by Julia London
Book 6 – NOAH by Cristin Harber
Book 7 – FORD by Samantha Chase


Hoje vou falar do sétimo livro, do sétimo soldado, FORD, escrito por Samantha Chase.



FORD
By Samantha Chase
Series: 7 Brides for 7 Soldiers #7
Release Date: December 12, 2017


ABOUT THE BOOK

There are three things Ford Garrison wants more than anything: to build, to report to no one, and the chance to live his life without the prying eyes of the good folks of Eagle’s Ridge. Having spent ten years in the Navy as part of their construction battalion, he was able to live out most of that dream. Two out three wasn’t bad, right? Now that he’s out of the service, things aren’t falling into place quite as easily as he hoped and he ends up back home with all eyes on him.

It wasn’t as if Callie had gone out of her way to end up in Ford’s path, but somehow that happened all on its own and the town gossips were having a field day! Could she help it that she was living in the house Ford had hoped to claim as his own or that the work on his grandmother’s ranch meant they were living not fifty-feet away from each other?

Ford was determined to come home, do a job to help his grandmother and leave. Callie James is a distraction and she represents everything he has spent years running away from. Now he’s at odds with his friends, his family and himself about where his home and future are going to be.

Could he walk away from Eagle’s Ridge a second time?

Goodreads - http://bit.ly/2jpOHkg


Minha resenha (My review)

Ford Garrison nasceu e viveu em Eagle Ridge, nascido de uma família influente e de posses, sempre foi uma 'sombra' do avô paterno, com quem aprendeu muito sobre marcenaria e construção, mas ao 18 anos resolveu seguir a carreira militar, Ford queria se provar por ele mesmo, ser quem ele é, sem ter toda a cidade sabendo o que ele fez ou deixou de fazer. Mesmo indo para o exército, era com construção que ele trabalhava, reconstruindo ou construindo... e sempre que podia voltava por pouco tempo a Eagle Ridge. Agora ele já saiu do exército e trabalha com construção na Filadélfia, do outro lado do país, ainda continua resistente a voltar para sua cidade natal, mas a sua avó querida sofreu um pequeno acidente e parte da casa dos avós está precisando ser recuperada, e por isso, Ford retorna a Eagle Ridge para ajudar a avó... ele se sente triste por não ter estado com o avô antes de ele falecer e quer estar com a avó, pelo menos para melhorar a casa que ela e o avô construiram juntos há vários anos. Ford Garrison was born and raised in Eagle Ridge, born of an influential family of possessions, was always a 'shadow' of the paternal grandfather, with whom he learned much about carpentry and construction, but at the age of 18 decided to pursue a military career, Ford wanted to prove by himself, to be who he is, without having the whole city knowing what he did or did not do. Even going to the army, it was construction he worked on, rebuilding or building... and whenever he could go back to Eagle Ridge for a little while. Now he has left the army and works with construction in Philadelphia, across the country, still remains resistant to returning to his hometown, but his beloved grandmother suffered a minor accident and part of the grandparents' house needs to be recovered, and so Ford returns to Eagle Ridge to help his grandmother... he feels sorry for not being with his grandfather before he dies and wants to be with his grandmother, at least to improve the house she and grandfather built together several years ago.

O que Ford não imagina é que fosse encontrar uma vizinha da casa dos avôs, na realidade uma 'inquilina' da avó na casa de hóspedes, e que esta moça, uma linda e doce, professora, fosse mexer tanto com os sentimentos dele. What Ford did not realize was that he was going to find a neighbor of the grandparents' house, in fact a grandmother's' in-house'guesthouse, and that this sweet and lovely young lady would be so fussy about his feelings.

Callie James é a filha da antiga ajudante, faxineira, e amiga dos Garrison, os avós de Ford sempre tiveram muito carinho por Callie e sua mãe, e quando Callie se tornou a professora do jardim (crianças de 5 anos) próximo ao Rancho de Margareth Garrison, Margareth oferece que ela more no chalé de hóspedes. Callie James is the daughter of the former helper, janitor, and friend of the Garrison, Ford's grandparents have always been very fond of Callie and her mother, and when Callie became the kindengarden teacher (5 year old) near Margareth's Ranch Garrison, Margareth offers that she lives in the guest cottage.

Callie sempre teve 'uma queda' por Ford, ele foi seu crush da adolescência, mesmo que ele nunca tenha percebido a menina, que é 4 anos mais nova... mas quando Callie e Ford se reencontram e começam a conviver bem próximo é inevitável que a atração e os sentimentos apareçam e se concretizem, fortalecendo o relacionamento. Callie always had a 'fall' for Ford, he was her crush of adolescence, even though he never noticed the girl, who is 4 years younger... but when Callie and Ford met and start to get along very close, it's inevitable that the attraction and the feelings appear and they materialize, strengthening the relationship.

Será que Ford será capaz de aceitar seu destino, de ser o herdeiro do avo para cuidar da construtora Garrison, e com isso retornar a Eagle Ridge definitivamente? Será que Callie poderá ajudar Ford a perceber o quanto a pequena cidade pode ser encantadora assim como todos, ou quase todos, na cidade? Will Ford be able to accept his fate, to be the grandfather's heir to take care of the Garrison builder, and with that return to Eagle Ridge forever? Will Callie be able to help Ford realize how the small town can be as charming as everyone else, or almost everyone, in town?

Só senti falta de um pouco mais de cenas calientes. I missed more hot scenes. 

EXCERPT
“What are you working on out here? More wreaths?”
With a soft laugh, she pulled back and stepped out of his arms. “I am. Doing something like this is normally very soothing for me. When I got home, I came right out here rather than going into the cottage.”
“And did it help?”
Callie shook her head. “Unfortunately, it was so quiet out here, and I’ve already made four of these wreaths so I didn’t even have to think about what I was doing.”
“So your mind immediately went to your mom.”
She nodded. “Exactly.”
Stepping around her, Ford examined the wreath. It looked exactly like the one she had given him for his grandmother’s front door, but now he took the time to look at the details. It seemed so simple at first glance, but when he realized how much time went into weaving the lights and how tedious that could be, he was more than a little impressed. The vine was fragile, and he knew he’d more than likely crush some of it if he tried to do it himself.
Unable to help himself, he reached for one of Callie’s hands and studied it. It was small and delicate. Her fingers were slim and smooth. No wonder she could do work like this. He looked at her face and saw her studying him, her expression serious.
And Callie rarely looked serious or intense. Her features were always relaxed or smiling. This was…different.
He brought her hand to his lips and kissed her palm. “I was just noticing how intricate this work is,” he said gruffly. “I’m a little in awe of what you do.”
“Me? But…what you do is so much more—”
Ford placed a finger over her lips and shook his head. “I’m in awe of you,” he repeated, and slowly pulled her in close again.
Callie’s lips parted on a soft gasp as her eyes met his. And those beautiful eyes seemed to have a million questions in them, and Ford only had one answer.
He kissed her.
Slowly. Sweetly. He savored her as she melted against him. She hummed as her arms wrapped around him and in that instant, Ford knew what he had to do.
He lifted his head and looked down at her. Her lips were wet and her cheeks were flushed and she was the most beautiful woman he’d ever seen. So many nights over the last week they’d been like this, and right now, Ford knew he wanted more.
“Come home with me, Callie,” he murmured against her lips before resting his forehead against hers.
“Yes.”
Never had a single word sounded sweeter.

Get your copy of FORD today!

Amazon / Barnes & Noble / iBooks / Kobo


ABOUT THE AUTHOR

Samantha Chase is a New York Times and USA Today bestseller of contemporary romance. She released her debut novel in 2011 and currently has more than forty titles under her belt! When she’s not working on a new story, she spends her time reading romances, playing way too many games of Scrabble or Solitaire on Facebook, wearing a tiara while playing with her sassy pug Maylene…oh, and spending time with her husband of 25 years and their two sons in North Carolina.

Newsletter – http://bit.ly/2xU05xE

Minhas impressões (MI-31/2017): A Pedra Pagã - Nora Roberts #ASinadoSete03

Eu amo Nora Roberts e seus livros, já deixei de ler livros fantasia, paranormais há bastante tempo, mas a magia e suspense dos livros de Nora são maravilhosos e este livro fechou com chave de ouro a Trilogia A Sina do Sete.



A Trilogia:

  1. Irmãos de Sangue - Cal e Quinn
  2. A Maldição de Hollow - Fox e Layla
  3. A Pedra Pagã - Cage e Cybil

Sinopse

Compre na Amazon Brasil

Minhas impressões

Nora Roberts me encanta com seus livros de mistérios, fantasia ou policiais seus personagens são reais, verdadeiros, com suas dificuldades, amores e sofrimentos. Nesta trilogia 'A Sina do Sete' conhecemos três amigos, que se tornaram Irmãos de Sangue  aos 10 anos e desde então lidam com u mistério infernal de 7 em 7 anos, por 7 dias a cidade deles, Hawkins Hollow, se transforma no inferno na Terra. E agora após 21 anos, eles se preparam para acabar com o verdadeiro demônio que assombra a cidade há vários anos, séculos.


Em 'A Pedra Pagã' acompanhamos a história de Cage Turner, um dos irmãos de sangue, já conhecemos Cal e Fox nos livros anteriores. Cage é forte, vem de uma família destruída pela morte da mãe e desgosto do pai, que não aceitando bem a perda da esposa, fugiu para a bebida para bater no único filho. Mas Cage foi 'adotado' pelas famílias dos amigos e teve duas mães e dois pais que o ajudaram a lidar com a infância sofrida.


"Deixou Hawkins Hollow no verão que se formara no ensino médio. Simplesmente arrumou as coisas, se despediu e foi embora. Na verdade, eu fugi, pensou enquanto se despia para uma chuveirada. Nunca lhe faltara trabalho. Afinal, era jovem, forte e saudável. Mas havia aprendido uma lição importante enquanto cavava valas, carregava lenha, e, sobretudo, nos meses em que dava duro em uma plataforma em alto-mar: podia ganhar mais dinheiro com as cartas do que com os músculos.
E um jogador não precisava de um lar. Só precisava de um jogo." posição 1%

Cage saiu de Hawkins Hollow mas voltava há cada Sete para ajudar seus irmãos a tentar vencer o demônio...

"Nada o segurava.
Isso não era exatamente verdade, admitiu, estudando a cicatriz branca em seu pulso. Os amigos de um homem, os amigos verdadeiros, o seguravam. E não havia amigos mais verdadeiros do que Caleb Hawkins e Fox O'Dell.
Irmãos de sangue." posição 2%

Mas desta vez ele voltou mais cedo, porque os pesadelos e eventos começaram mais cedo, porque além dos três 'irmãos' apareceram três mulheres, que tem relação com os mistérios de Hawkins Hollow e são ligadas entre si, por uma ascendente comum, mas que não são parentes atualmente, apesar dos laços fortes que as unem e as fazem irem para Hawkins Hollow mesmo antes de saberem que estão 'destinadas' a ajudar Cal, Fox e Cage, não apenas com o mistério, mas com a vida, já que são as mulheres da vida de cada um deles. Elas são Quinn, Layla e Cybil e à sua maneira vão se encontrando, se fortalecendo e fortalecendo o trio.

"Tinha voltado, como acontecia a cada sete anos. E dessa vez Cal, Fox e ele tinham reforços: Quinn, Layla e Cybil se uniram à luta." posição 2%

Cada um dos casais tem um poder em comum, Cal e Quinn vêm o passado, Fox e Layla vêm o presente e Cage e Cybil prevêm o futuro, e por isso começam a trabalhar juntos o que os une mais, mas Cage e Cybil têm um começo turbulento e demoram um pouco mais a trabalharem juntos e a se entenderem... visto que nenhum dos dois tem interesse em relacionamentos.

"Cal e Fox podiam se envolver com suas parceiras, mas ele não tinha nascido para relacionamentos de longo prazo. O instinto lhe dizia que mesmo um de curto prazo com uma mulher como Cybil seria complicado demais para seu gosto e estilo." posição 3%

Desde o primeiro livro os seis amigos vão se tornando uma família e vão trabalhando juntos para acabar com 'A sina do sete' de vez e para sempre... a cada livro eles vão se fortalecendo, assim como o demônio, mas eles o entendem mais e sabem aprender com todas as dificuldades que já viveram...


"- Não, mas ele usa táticas para tentar nos enfraquecer. Nós contra-atacaremos com as que podem enfraquecê-lo. - Ela apontou para o quadro do tarô. - Temos nossos pontos fortes. Saber quem e o que somos é um ponto positivo. Temos uma arma, que é o jaspe-sanguíneo, outro ponto positivo. Sabemos mais, somos mais e temos mais com que trabalhar do que vocês três tinham antes." posição 47%


Em 'A Pedra Pagã' o verdadeiro Sete, que acontece no dia do aniversário dos três irmãos, 07/07, sete de julho, eles se preparam para o fim definitivo do demônio que assombra Hawkins Hollow, e descobrem que deve haver um sacrifício, sacrifício voluntário de um dos descendentes do BEM. Mas apesar do sacrifício de Cage ser voluntário e honesto e real, não é fácil para nenhum deles entender e aceitar que isso pode ser o fim de Cage também.

"- É a minha vez. Simples assim. Você enfiou uma faca nele no último inverno, mostrando que ele podia ser ferido. Alguns meses depois, Fox mostrou que podíamos lhe dar um chute no traseiro e sobreviver. Não estaríamos sentados aqui, perto do fim, se vocês dois não tivessem feito essas coisas. E com certeza não teríamos conseguido se essas três mulheres não tivessem vindo para cá e arriscado tudo que arriscaram. Então é a minha vez." posição 77%

É ainda mais difícil para Cybil pois apesar de terem relutado tanto pelo relacionamento, assim que iniciaram uma relação 'apenas' de sexo e previsões de futuro, o amor veio forte e rápido... e nas previsões eles venceriam um mal, mas poderiam perder Cage...

"Cage a beijou, no início como uma pluma. Então o beijo se aprofundou. Quando Cybil o abraçou, houve calor e a certeza dela. Deles.
Lar nem sempre é um lugar. Às vezes o lar é uma pessoa." posição 88%


Eu já disse no início desta resenha que Nora fechou super bem a Trilogia 'A Sina do Sete' com a história de Cage e Cybil e por isso a nota será máxima...

Minhas impressões (MI-30/2017): A irmã da Pérola - Lucinda Riley #AsSeteIrmãs04

Pessoal, sumi geral, cada dia mais corrido e o tempo para uma resenha bem feita, sumiu mais ainda. Mas eu não poderia deixar de trazer uma resenha de um livro delicioso, lançamento de outubro, mas que só consegui ler em novembro, presente de minha mãe, família toda viciada na Série As Sete Irmãs.



A Série
  1.  As Sete Irmãs - a história de Maia
  2. A Irmã da Temprestade - a história de Ally (Alcyone)
  3. A Irmã da Sombra - a história de Estrela (Asterope)
  4. A Irmã da Pérola - Ceci (Celeano)
  5. A Irmã da Lua - Tiggy (Taygete) - será lançado em 2018
  6. Electra
  7. Merope (não encontrada)

Na Série, todos os livros se passam, ou passarão, na mesma época, em 2007, quando ocorreu a morte de Pa Salt, o pai das Sete Irmãs, que na realidade são seis.


Sinopse

Compre na Amazon Brasil


Minhas impressões

Eu terminei de ler 'A Irmã da Pérola' e em seguida reli 'A Irmã da sombra' porque as histórias de Estrela e Ceci são muito interligadas, elas sempre foram muito ligadas e as histórias delas relatam a ruptura da relação tão intensa deixando uma relação forte de amor e companheirismo entre as duas irmãs.

"Enquanto comia, pensei que o que mais doía não era o fato de Estrela ter um novo namorado e um novo emprego, mas que houvesse se afastado de mim, lenta e dolorosamente. Talvez ela tivesse pensado que eu ficaria com ciúme, que eu a quisesse só para mim, mas isso não é verdade. Eu a amava mais do que tudo e só queria vê-la feliz. Não era tola a ponto de pensar que um homem nunca fosse aparecer, já que era tão bonita e inteligente." posição 2%

A história de Ceci é passada entre a Tailândia e a Austrália (de onde ela veio). Em Dezembro de 2007, após os acontecimentos do livro de Estrela, Ceci resolve largar a faculdade de artes e pegar sua mochila e viajar... mas ela ainda tem um certo receio de ir para onde sua história de vida começou, então, por isso ela viaja para uma praia paradisíaca (Praia de Railay) que ela já conheceu junto de Ceci e ficar lá até depois do ano novo, quando então partirá para sua maior aventura da vida, sua História.




"Seria loucura visitar o lugar onde fui mais feliz antes de seguir para a Austrália? Eu conhecia pessoas na praia de Railay. Elas me reconheceriam, acenariam e cumprimentariam. A maioria estava fugindo também, porque Railay era esse tipo de local. Era um lugar onde se refugiar, bem longe de Londres. Além disso, eu só estava indo para a Austrália por conta do que me dissera Georg Hoffman, o advogado de Pa." posição 2%

Na Tailândia Ceci conhece e se envolve com um homem misterioso, mas misteriosamente charmoso e cativante, e passa com ele alguns dias, no refúgio isolado dele, Ace é tão misterioso que não conta muita coisa para Ceci, apesar de ela se abrir com ele e contar muitas coisas, ele a ajuda a começar a descobrir sua história quando juntos começam a ler a Biografia de Kitty Mercer, uma inglesa que viveu na Austrália há mais de um século.

"Ace esticou os braços e bocejou, deixando o livro no sofá. Sentei-me, pensando sobre a história que acabara de ouvir.
- Uau - murmurei. - Kitty Mercer parece incrível! Mudar-se para o outro lado do mundo, casar-se com um homem que mal conhecia e herdar uma sogra que parece terrível.
- Imagino que várias mulheres tenham feito o mesmo naquela época, sobretudo as que tinham uma vida para a qual não queriam voltar. - Ace olhava para longe. - Como Kitty - acrescentou, por fim." posição 26%

A história do passado que Lucinda Riley conta é a história de Kitty e sua aventura de vida, de amor, de sofrimento na Austrália. Uma linda história que mostra o preconceito sofrido pelos aborígenes, nativos da Austrália e que eram tratados, ou destratados, como animais.

"Kitty olhou para os sinais reveladores de uma herança que abençoara aquela menina com os mais belos olhos que já vira. Eram de um tom âmbar surpreendente, quase dourados, e seu formato amendoado os fazia parecer ainda maiores no pequeno rosto." posição 38%

Quando Ceci chega a Austrália ela conhece uma moça, Chrissie, também de descendência aborígene, e que a ajuda a encontrar um local para ficar e a ajuda a começar a desvendar por onde começar a procura, já que as únicas eram o telefone de um advogado (de quem Ceci recebeu uma herança) e uma fotografia preto e branco de um senhor e um menino.

"- Caramba...! - Chrissie apontou para a figura mais alta em frente ao carro. - Acho que sei quem é esse homem.
Houve uma pausa enquanto ela me encarava boquiaberta de entusiasmo e eu a olhava de volta sem entender.
- Quem?
- Albert Namatjira, o artista... Ele é apenas o aborigíne mais famoso da Austrália. Nascido e criado em uma missão em Hermannsburg, a poucas horas de Alice Springs. Você não acha que ele é seu parente, não é?
Um arrepio percorreu o meu corpo.
- Como eu iria saber? Ele está morto?" posição 31% 

Nesta busca Ceci chega a Alice Springs, uma cidade no Território Norte da Austrália e vai descobrir que seu  talento artistico tem inspiração em Albert Namatjira e então parte para Hermannsburg, para então descobrir um parente e descobrir parte da sua história e então se descobrir e descobrir o seu senso de pertencimento. Na Austrália a constelação 'As Sete Irmãs' (Pleiades) é muito forte e tem uma mitologia aborígene em torno das sete irmãs, por isso o nome de Ceci (Celeno) não é muito estranho para o povo australiano, nativo.


Eu preciso dizer que 'A irmã da Pérola' me deixou com um gosto, enorme, de quero mais, quero saber tudo o que aconteceu com Pa Salt e por que ele escolheu cada uma de suas filhas, eu e minha mãe e irmãs achamos que o sétimo e último livro será a história dele e todos os Porquês de cada uma das irmãs e até mesmo o porque de não ter sido encontrada a sétima irmã e também para amarrar os nós de todas as histórias que ficaram por entender. Eu acho que as histórias do passado (dos quatro livros já lançados) são mais bem finalizadas, exatamente para que Lucinda possa finalizar no último livro.
Este livro foi o que menos gostei, apesar de ter amado Ceci e sua linda aventura, sua história, a história de Kitty e o maravilhoso país, repleto de discrepâncias, climáticas e culturais, mas repleto de beleza e oportunidades.


Fire TV Stick Basic chegou ao Brasil

Lançamento AMAZON BRASIL, para quem quer assistir Netflix e outras coisas maravilhosas diretamente na TV, eu acho que estas novas tecnologias serão o fim das TVs a cabo como conhecemos, acho que vou comprar este lançamento e cancelar a NET.


  • O Fire TV Stick se conecta facilmente à entrada HDMI da televisão. Basta plugar o dispositivo à TV, conectar ao Wi-Fi e iniciar a transmissão em poucos minutos. 
  • O novo Fire TV Stick oferece acesso a conteúdo de diversas plataformas, incluindo o Amazon Prime Video e a Netflix. 
  • Processador quad-core e 1GB de memória 
  • 8GB de armazenamento para aplicativos e jogos 
  • Wi-Fi 802.11ac e oferece suporte para High Efficiency Video Codec (HEVC), garantindo excelentes transmissões com resolução de 1080p 
  • Rico sistema de som surround com Dolby Audio.
Conheça mais aqui
e você pode pagar em até 12x de R$24,12 sem juros