Minhas impressões (MI-46/14): Ligeiramente Casados - Mary Balogh #OsBedwyns01 @editoraarqueiro

Eu não conhecia Mary Balogh, mas me encantei e 'devorei' (li em um dia) o seu primeiro livro lançado pela Arqueiro, mais um delicioso Romance de época da Arqueiro.


Sinopse

Minhas impressões

Romances de Época são cativantes porque vivenciamos a História... é como estarmos na época relatada, em 'Ligeiramente Casados' vamos viver o pós Guerra Peninsular e a batalha final em Toulouse, França. E como nosso herói, Aidan Bedwyn, é um Coronel Inglês que estava na batalha e encontrou seu capitão Percival Morris morrendo...


Mary Balogh conseguiu me fazer querer conhecer um pouco mais desta época, não apenas os costumes e modos da Sociedade Inglesa.
Mas vamos ao livro...


Inglaterra 1814, o Prólogo é quando o Coronel Bedwyn encontra o capitão Morris quase morrendo, e tenta ajudá-lo

"– O que posso fazer pelo senhor? – perguntou o coronel. – Quer água?
– Um favor. Uma promessa.
O capitão Morris cerrou as pálpebras de aparência ressecada sobre os olhos que se apagavam e, por um instante, o coronel pensou que ele havia partido. Por isso, apoiou-se sobre um dos joelhos, afastando a espada do caminho. Mas as pálpebras do capitão voltaram a se abrir.
– A dívida, senhor. Eu disse que nunca a cobraria. – A voz dele agora estava ainda mais fraca, os olhos desfocados.
– Mas eu jurei que a pagaria mesmo assim. – O coronel Bedwyn se inclinou sobre o homem à sua frente, para ouvi-lo melhor. – Diga-me o que posso fazer." posição 1%

O capitão Morris salvara o coronel alguns anos antes de uma morte prematura, e agora, mesmo na hora de sua morte lembra e se preocupa em cuidar da única irmã, Eve Morris, que mora em uma linda casa no campo, com várias pessoas em dificuldade, uma tia idosa, Tia Mari, dois órfãos que ninguém quis, Davy e Becky, uma preceptora e seu filhinho bastardo, Thelma e Benjamin Rice e alguns funcionários que ninguém emprega.

O capitão pede ao coronel, implorando por um juramento, que vá pessoalmente até Ringwood e dê a notícia à irmã e a ajude no que for preciso e de qualquer forma possível. Quando Aidan dá a triste notícia e diz que está lá para ajudá-la, Eve não diz nada do que está para acontecer... mas ele pressente que há algo muito importante e difícil por acontecer na vida de Eve Morris.

"Dali a quatro dias, a Srta. Morris estaria sem teto e, ao que tudo indicava, pobre. O pai não deixara sequer um dote, uma ninharia que fosse, com o qual ela pudesse viver." posição 13%

Quando Aidan descobre o que pode fazer para ajudar Eve e todos os seus 'incapazes' ele propõe um casamento de aparências, que ela acaba aceitando, por causa das pessoas que perderão muito mais do que ela ao sair de Ringwood.

"– Ainda está para chegar o dia – disse tia Mari, de um jeito sarcástico – que pensará apenas em si mesma. Você é a pessoa menos egoísta que conheço e está fazendo isso por todos, exceto por si mesma. Mas talvez seja recompensada mesmo assim. Ele é um bom homem, meu amor." posição 20%

O casamento acontece e apesar de ser de fachada o coronel tenta ajudar Eve um pouco mais até o dia que for embora para eles nunca mais se verem. Mas a família Bedwyn, principalmente o Duque Bewcastle, o irmão mais velho de Aidan, que é ainda mais sisudo que o coronel e que ao descobrir que Aidan se casou interfere na relação Aidan-Eve.

"-Ela tem uma vida em Ringwood que deseja preservar e pessoas que dependem dela e que deseja proteger. Só casando-se teria possibilidade de conseguir isso. Fizemos um acordo de mantermos um casamento de conveniência. Não me desculpo por isso, Wulf, ou por não ter lhe contado. Era algo que ninguém da minha família tinha necessidade de saber." posição 37%

Ao retornar a Londres com o Duque, Eve encontra um Aidan raivoso e eles discutem e concretizam o casamento, e vão se relacionando bem, principalmente na cama, mas com muitas dificuldades de diálogo.

"– Não dou a menor importância para meus pares – falou Aidan.
– Ah, dá, sim. – Ela franziu o cenho. – Sempre faz o que acha certo, mesmo que lhe custe um sacrifício pessoal. Nosso casamento é prova disso. Acredito que o dever é tudo para o senhor. Se seus pares tiverem uma ideia errada sobre o fato de vivermos separados, se acreditarem que tem vergonha de mim depois de ter se casado por impulso e me abandonado friamente a uma espécie de prisão no campo, seria julgado como um homem sem honra. E se magoaria com essas intrigas, mesmo sabendo que não guardavam uma gota de verdade." posição 45%


Eve se mostra forte e acaba conquistando a família do marido e ele também, assim como ele a conquista nos pequenos atos. E quando eles depois de Londres acabam voltando para Ringwood as coisas ficam ainda mais fortes, mesmo que eles achem que o outro não quer mais do que o acertado no início do casamento.

"Quando o marido se tornara tão especial para ela? Houvera um único momento? Ela achava que não. Fora acontecendo aos poucos, aquele amor, aquele sofrimento. Eve deu as costas sem dizer nada e seguiu na frente em direção ao vale." posição 86%

O relacionamento de Aidan e Eve é lindo, encantador e verdadeiro, e Mary Balogh conseguiu mostrar como eram as coisas no período Regencial inglês, as dificuldades entre marido e mulher e casamentos arranjados e por 'interesse'. O 'final do livro é delicioso e trás nele uma felicidade que sabemos que o casal irá viver.

"- Mas isso existe mesmo, Aidan? O felizes para sempre, quero dizer?
– Não – retrucou ele, o sorriso agora terno. – Existe algo infinitamente melhor do que felizes para sempre. Há a felicidade. Que é algo vivo, dinâmico, Eve, e tem que ser cuidada a cada momento pelo resto de nossas vidas. É uma perspectiva muito mais empolgante do que a ideia tola e estática de um felizes para sempre. Não concorda? – Sim – disse ela. posição 97%"

Para este livro eu dou todas as estrelas, assim como para a autora e para a série e também para a Editora Arqueiro que sempre nos presenteia com livros maravilhosos!


Atualmente a Editora Arqueiro está com 4 séries de Romances de Época, todas as séries e livros já resenhados aqui no blog, para 2015 podemos ver as novidades na imagem abaixo, em 5 meses 5 livros deliciosamente esperados por nós fãs de Romances de Época.

Eu quero muito fazer uma promoção de um livro (papel) Romance de Época para finalizar esta semana de Romances de época by Cinthia... mas como minhas resenhas tem visitas, mas não tem comentários... só vou liberar uma promoção quando e se as três resenhas desta semana tiverem pelo menos 5 comentários cada uma.

0 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.