Minhas impressões: Sedução Mortal (#13) J. D. Robb (Nora Roberts) @editorabertrand

A Série Mortal é altamente viciante... altamente 'perigosa'... quem gosta de um bom livro... de romance (história de amor) ... e ainda com um excelente romance policial junto tenha certeza que vai amar a Série Mortal... de Nora Roberts, escrita sob o pseudonimo de J. D. Robb.



Sinopse



Minhas Impressões

Em Sedução Mortal... Eve Dallas se vê num caso de cunho sexual... o que sempre mexe mais ainda com ela... por causa de seu passado de abusos sexuais quando era uma menina (até 8 anos)... as mulheres são assassinadas (por overdose de drogas ligadas ao sexo)... elas eram dopadas e mantinham relação 'aparentemente'  de forma consesual com o assassino (que conheciam pela internet), mas não era consesual por ser após o consumo das drogas que tomavam sem saber... e Eve claro com sua perspicácia consegue perceber os sentimentos e sofrer e se solidarizar com tudo o que acontece...

Mais uma série de crimes que nossa amada Eve Dallas se dedica de corpo e alma... ficando sem dormir... precisando da ajuda de seu lindo e poderoso marido Roarke e de seus amigos Delia Peabody (sua auxiliar)... Feeney, que foi seu instrutor e agora é o chefe da DDE (Departamento de Detecção Eletrônica), McNab o detetive moderninho da DDE, que neste livro arrasta ainda mais a asa para Peabody (mas eles continuam de rusgas)... o comandante Whitney que sempre apoia Eve e demonstra toda sua admiração por ela...

Neste livro... já vamos acompanhando e sabendo quem é (são) o(s) assassino(s) e não temos nenhuma surpresa... mas fico sempre encantada com a forma que tudo se desenrola... como o caso é desvendado por Eve e sua equipe...

Adoro o humor dos livros da série Mortal. Eve tem sempre uma coisa engraçada e mordaz para dizer mesmo e principalmente quando está de mal humor... dou gargalhadas lendo os livros... 

Adoro o relacionamento entre Eve e Roarke... a forma como se apoiam mutuamente, como se compreendem, se respeitam, se amam... é muito especial! Desta vez, Eve aceita com muito mais facilidade a ajuda de Roarke em todos os assuntos... 


Citações


"Obrigou-se a não chorar. Lágrimas eram inúteis, um sinal de fraqueza. Do mesmo modo que se deixar assustar por sonhos e fantasmas.Mesmo assim ela continuava tremendo ao rastejar até a ponta da cama gigantesca.Uma cama vazia, porque Roarke estava na Irlanda. Sua tentativa de dormir sem ele e sem pesadelos fora um fracasso total." pag 10


"- Vou mandar investigar.- Obrigada. -Eve parou na porta, antes de sair. - Feeney, caso resolva colocar McNab no caso, talvez seja melhor você pedir a ele para.... sabe como é... pegar leve com Peabody....- Puxa vida, Dallas!- Eu sei, eu sei. Mas se sou obrigada a aturar Peabody, você tem que aturar McNab.- Podíamos trancá-los numa sala e deixar que esfolassem vivos.- Esse é o plano B. Avise assim que você encontrar algo interessante no computador da vítima." pag 34


"Mas tinha aprendido a amar aquele lugar. Um ano antes, acharia isso impossível. É claro que admirara a residência, mas ficara intimidada e ao mesmo tempo fascinada pelo espaço, como sua beleza óbvia e seus intermináveis salões e relíquias. O amor pela casa a atraíra e a fizera permancer. Do mesmo modo, o amor pelo homem da casa a agarrou com determinação. Para não largar mais." pag 69


"Existe a necessidade de dominar as mulheres e humilhá-las, mas tudo é feito de um modo que simula estilo e charme. Romance e sedução. O ato sexual em si é egoísta, mas pode ser encarado como mutuamente satisfatório porque, devido às drogas, as vítimas parecem ávidas e agressivas." pag 167


"- Lá vamos nós de novo. Por que você vive me contando essas coisas? Isso me faz sentir espasmos.- Pois é. Se nós comermos pizza, vamos acabar transando. O que será que isso quer dizer?- É mais que um espasmo. Acho que é embolia. Um daqueles bloqueios nas artérias cerebrais que deixam a pessoa com o dedinho tremendo pelo resto da vida.....- Puxa, Peabody, o que eu poderia saber sobre essas coisas? - Eve suspirou. - Levei mais de um ano para me entrosar com Roarke, e mesmo assim ainda estrago as coisas quase o tempo todo. Tiras são péssimos para dar conselhos nesse tipo de assunto." pag 180


"- Não vou ficar aqui asssistindo de braços cruzados enquanto você se cansa desse jeito, a ponto de perder a noção das coisas. Você vai para a cama de livre e espontânea vontade ou eu a coloco a nocaute e a carrego para lá. Qual é sua escolha?" pag 343


"- Um jogo, uma competição, um ideia dada por outra pessoa, um acidente... - Eve balançou a cabeça. - O que é isso? Prova de múltipla escolha?" pag 384


"Ela se desligou do significado das palavras e se fixou unicamente no fluxo da voz dele.O leve sotaque irlandês lhe provocava estranhos calafrios, que vinham sempre acompanhados por imagens enevoadas de guerreiros e o aroma gostoso de fogueiras. E também de poesia. Talvez a fêmea da espécie humana tivesse sido projetada para reagir a certos estímulos." pag 396



ESTA RESENHA FAZ PARTE DO #MesNoraRoberts


Já estou lendo o próximo livro... 'Reencontro Mortal'... e espero postar sua resenha logo...



15 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.