Resenha dupla (livros): Quando me conheci e Vai dormir p*##@ - @Sextante

Pessoal... está será uma resenha diferente... primeiro porque serão dois livros... dois livros enviados pela Sextante... e que eu amei (diga-se de passagem)...


Não sou muito fã de livros intitulados auto-ajuda... nem livros filosóficos (que meu marido ama)... gosto de livros com estórias... romances... divertimento... mas 'Quando me conheci' me conquistou... demorei a ler porque não tem como ler e apreender tudo o que está no livro... em leituras rápidas... é preciso assimilar o que o autor diz, concordar ou não... e tentar colocar em sua vida... em seu momento de vida o que está escrito no livro...

Além de 'Quando me conheci' recebi também o delicioso 'Vai dormir p*##@'... que é um livro pequeno... com ilustrações... "livro infantil para adultos"... isso mesmo... não é um livro para crianças... apesar de falar para um criança...

Vou fazer estas resenhas um pouco diferente que o normal... pois as citações estarão junto das minha impressões...


Sinopses





224 páginas
14 x 21 cm
Brochura
R$ 19,90
separador


Quando me conheci

Jorge Bucay

Com mais de 6 milhões de livros vendidos em todo o mundo, o psicólogo Jorge Bucay nos faz entender nesta obra que não existe uma fórmula da felicidade. Cada um deverá descobrir seu próprio caminho e, embora todos os trajetos sejam diferentes e válidos, têm um ponto em comum: a necessidade de responder a três perguntas fundamentais.
A primeira pergunta – Quem sou? – nos desafia a empreender uma viagem de autoconhecimento, para que possamos viver sem depender de mais ninguém.
A segunda – Aonde vou? – trata da busca da plenitude e do sentido, de descobrir o objetivo fundamental de nossa vida.
A terceira – Com quem? – tem a ver com a escolha de nossos companheiros de jornada, reconhecer quem está ao nosso lado e deixar para trás quem não está.
É extremamente importante que as perguntas sejam respondidas nessa ordem. Do contrário, correríamos o risco de deixar que nos definissem com base no caminho que escolhemos, de permitir que a pessoa que está conosco decida aonde vamos ou, o que seria pior, de definir quem somos em função de quem nos acompanha.
Repleto de parábolas encantadoras que ilustram os conceitos apresentados por Bucay, Quando me conheci ajudará você a refletir sobre o que é realmente importante, a trilhar seu caminho e a encontrar alguns atalhos nessa jornada rumo à realização pessoal.
****
É inquestionável que todos nós estamos em busca da felicidade. Mas o que será isso? Será que tem a ver com acumular bens materiais, superar todos os adversários e ter uma carreira brilhante, ou ter um amor de cinema, em que não falte aventura?
Muitas vezes, quando pensamos em pessoas felizes, o que nos vem à mente são imagens de gente rindo, brincando ou bebendo em uma festa. A maioria de nós se esquece de que a felicidade pode ser bem mais simples.
Simples, não fácil!
Segundo Jorge Bucay, o caminho para a felicidade está em responder três perguntas fundamentais: Quem sou? Aonde vou? Com quem? É este o grande desafio que devemos enfrentar se quisermos conquistar a realização pessoal.
Em primeiro lugar, temos que nos livrar de todas as informações que nos foram inculcadas por nossos pais e pela sociedade a respeito de quem somos. Temos de amadurecer e deixar o ninho, conscientes de nossas emoções. Temos que assumir plenamente a responsabilidade por nossa vida.
Em seguida, é preciso definir o rumo. Não apenas a meta, o objetivo final, mas o caminho que seguiremos para chegar lá. Em essência, o que importa não é o destino, e sum como empreendemos a viagem.
Por fim, é importante reconhecer quem nos acompanha. É preciso que saibamos abrir mão daquelas pessoas com as quais, por algum motivo, já não podemos mais contar durante a jornada.
Somente depois que nos desapegarmos do passado, poderemos abrir espaço para todas as coisas novas que surgirão em nossa vida e ser felizes de verdade.







32 páginas
21 x 16 cm
Capa dura
R$ 19,90


Vai dormir p*##@

Adam Mansbach e Ricardo Cortés

“Um livro infantil para adultos. Eu ri alto. Hilário.” - David Byrne, músico, pai de uma menina
Vai dormir, p*##@ foi escrito para pais que vivem no mundo real, em que histórias sobre gatinhos sonolentos e rimas fofinhas não conseguem fazer as crianças embarcarem para a abençoada viagem ao mundo dos sonhos.
Profano, afetivo e radicalmente honesto, o livro captura a frustração dos pais ao tentarem, sem sucesso, colocar seus filhos para dormir.
Escrito para pais e mães de primeira viagem, experientes ou que ainda estão esperando, Vai dormir, p*##@ é subversivo, catártico e de morrer de rir.
O contraste entre o desespero crescente dos versos e as idílicas ilustrações torna este livro inesquecível, principalmente na hora de colocar os anjinhos na cama.
Mas cuidado: talvez você não deva ler esta história para seus filhos dormirem.
“Finalmente, alguém que diz as coisas como elas realmente são. É engraçado sem culpa, uma dádiva.” - Cristina García, autora de As irmãs Agüero, mãe de uma menina


Minhas impressões

Bom... primeiramente vou falar de 'Quando me conheci' porque foi um livro que me fez refletir muito, talvez eu estivesse precisando de ouvir (ler) algo deste tipo para começar a colocar minha vida me ordem...


O livro trás três perguntas essenciais:


Quem sou?


Aonde vou?


Com quem?

Ao explicar como devemos entender as perguntas acima... Jorge Bucay me fez pensar muito... eu que tenho 40 anos... ainda não sei 'Quem sou'... ou 'Aonde vou'... apenas tenho uma ideia de 'Com quem' vou ou quero ir... rsrsrs

'Quem sou?' Jorge nos fala sobre a importância de se conhecer, de se amar... antes de qualquer coisa na vida... 

"Somos nosso corpo; nossos desejos, nossas necessidades e emoções; nosso intelecto e nossa mente; e também os nossos aspectos mais espirituais e metafísicos." pag 15

"É muito importante orientar nossos filhos a conquistar sua liberdade, assim como protegê-los e educá-los até a idade adulta! Mas e depois que eles a atingirem?Proponho a filosofia do Q. S. V.Que se virem... Como puderem." pag 27

Fala da importância do auto conhecimento... da importância das dores... dos sofrimentos... para o amadurecimento... para a felicidade... é incrível como me identifiquei com as coisas escritas no livro... não sei se foi o momento... mas creio que o livro pode ajudar a todos na busca da felicidade...

"Conhecer a si mesmo é um processo, uma tarefa inesgotável, um desafio impossível de se concluir. É saber com clareza quais são minhas forças e fraquezas, do que gosto e do que não gosto, o que quero e o que não quero." pag 57
 Jorge Bucay diz ainda que devemos ser 'egoístas'... mas de uma forma não negativa... devemos nos preocupar com os outros... mas pensando em nós mesmos...

"Ouvir... Nunca dependendo da palavra dos outros, mas entendendo o que me dizem. Nunca obedecendo o conselho dos outros, mas levando-o em consideração. Nunca dependendo da opinião externa, mas registrando-a com clareza." pag 59

"Todas essas vivências implicaram uma perda, mas sempre que perdemos alguma coisa ganhamos outras. E é por causa daquilo que perdi, e não somente pelo que ganhei, que sou quem sou.
Posso enfatizar isso dizendo que não há um ganho importante que não implique, de alguma forma, uma renúncia, um custo emocional, uma perda.Essa é a verdade que se descobre no final: que as perdas são imprescindíveis ao crescimento pessoal, que são necessárias para o amadurecimento e que este, por sua vez, nos ajuda a percorrer o caminho." pag 76/77

"Lembre-se que seu pior inimigo é a falta de amor-próprio" pag 80

"Não há possibilidade de ser outra pessoa. Você pode aproveitar isso e florescer regado com seu próprio amor ou pode murchar com seu próprio repúdio, tentando ser outra coisa.A decisão é sua." pag 86 

Para a segunda pergunta... 'Aonde vou?'... Jorge Bucay nos mostra sobre a importância de saber isso para irmos ao encontro da nossa felicidade ou de já descobrí-la em nós...

"Em efeito, o rumo é um coisa, o caminho é outra e a meta, uma terceira. A meta é o ponto de chegada, o caminho a rota que se deve seguir rumo é a direção.Entendendo a diferença entre rumo e meta, podemos perceber a importância desta pergunta que devemos responder: aonde vou?" pag 94

Gostei muito da forma como Jorge Bucay fala sobre as expectativas que temos, sobre a reclamação de tantos de serem infelizes...

" As pessoas que se declaram felizes, por outro lado, em geral são mais sociáveis, mais criativas e permissivas. Toleram melhor as frustações cotidianas e normalmente são mais afetivas e têm mais compaixão pelos outros." pag 99

Posso dizer a todos vocês... que sempre me considerei uma pessoa feliz... e agora depois de ler este livro e concordar com tantas coisas... me tornei ainda mais feliz!

"Confundimos sonhos com expectativas sem perceber que, enquanto sonhar nos motiva a agir e faz com que o mundo se abra para nós, as expectativas nos paralisam na espera passiva de ver o desejo realizado." pag 126

" A realização pessoal é uma necessidade sem urgência...Mas não fique simplesmente esperando, inerte, que o caminho se ilumine...Não fique simplesmente esperando que alguém venha buscá-lo...Não fique parado esperando que o sentido da vida se apresente." pag 147 

 Quando fala sobre 'Com quem?'... o autor nos mostra a importância do amor, da confiança, da intimidade... do respeito... entre pessoas que estão juntas em uma caminhada...

"A franqueza, a sinceridade e a confiança são muito importantes para que as demos a qualquer um." pag 195

"Amar é fantástico porque, embora não tenha a intensidade das paixões, tem uma profundidade da qual a paixão carece." pag 213

O livro é repleto de  parábolas, estoriestas... que ilustram as coisas que o autor explica. Realmente um auto-ajuda que me surpreendeu!

Indico com toda certeza!



Sobre 'Vai dormir p*##@' quero dizer que é um livro... que pela capa... parece ser para crianças... mas são para pais... aqueles que sabem a dificuldade de fazer uma criança dormir... a criança não quer desligar... não quer se entregar aos braços de 'Morfeu'... mesmo após um dia repleto de aventuras... adorei as ilustrações... o acabamento do livro... o texto é muito divertido... vale a pena... sabe aqueles livros/presentes? Que damos para os amigos? Este é um destes... não vou colocar citação... apenas uma imagem...



PROMOÇÕES

Esta resenha é premiada... Isso mesmo! A Editora Sextante me mandou os livros para resenha e me mandou outros para promo...

Então vai ser o seguinte... vou dar um livro 'Quando me conheci' como resenha comentada... comente neste post... dizendo que quer ganhar o livro... e o que achou da resenha... coloque seu Twitter ou email (se não tiver Twitter), você deve ser seguidor do blog... e quando o post tiver 20 comentários... faço o sorteio....

Além disso... vou dar outro 'Quando me conheci' pelo facebook... curtam a página do Fotos e Livros e clique me promoções... clique no QUERO PARTICIPAR...

E o livro 'Vai dormir p*##@'... vai ser sorteado também pelo Facebook...









10 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.