Destaques

Minhas impressões (MI-08/2018): Volta para casa - Harlan Coben #SerieMyronBolitar11

Por Cinthia FotoseLivros •
16 maio 2018
Meu Deus!!!! Eu não consigo largar um livro de Harlan Coben... e Volta para casa foi ainda mais difícil, um livro depois de tanto tempo sem Myron Bolitar. Aqui no Brasil tivemos um lançamento diferente, o primeiro que li foi o 9º livro da Série Quando ela se foi, que foi um dos primeiros livros da minha parceria com a Arqueiro, em 2011.


A Série

O primeiro livro da série lançado pela Arqueiro, em 2011, foi o nono, mas apesar de eu não ter lido na ordem cronológica, indico que os livros sejam lidos em ordem.


  1. Quebra de confiança (2011) - DEAL BREAKER(1995) 
  2. Jogada Mortal (2012) - DROP SHOT (1996) 
  3. Sem deixar rastros (2012) – FADE AWAY (1996)
  4. O Preço da Vitória (2014) – BACK SPIN (2014) 
  5. Um passo em Falso (2014) – ONE FALSE MOVE  (1998) 
  6. Detalhe Final (2015) – THE FINAL DETAIL (1999) 
  7. O medo mais profundo (2016) – DARKEST FEAR (2000) 
  8. A Promessa (2017) – PROMISE ME (2006)
  9. Quando ela se foi (2011) – LONG LOST (2009) 
  10. Alta tensão (2011) – LIVE WIRE (2011)       
  11. Volta para casa (2018) - HOME (2016)



Compre na Amazon Brasil


Minhas impressões

Quando terminei de ler o 10º livro, Alta tensão, fiquei com uma sensação de quero mais, muito mais desta série, eu sabia que estava lendo o último livro, até então, mesmo que eu não tivesse lido os oito primeiros, então perguntei a Harlan Coben no Twitter se haveria mais livros de Myron Bolitar e ele me respondeu 'Probably'... mas tivemos que esperar bastante tempo entre o décimo e este décimo primeiro livro... no original foram 5 anos entre um e outro, mas no Brasil foram sete anos... e eu, a doida que sempre quis todos os livros de Harlan Coben (e Myron Bolitar) quer reler todos na ordem correta (preciso comprar os e-books de vários). Mas agora... chega de conversa e vamos a resenha.

Este livro é meio que um reencontro de Myron e Win, seu melhor amigo desde o primeiro dia de faculdade há alguns anos, com quem viveu várias aventuras, mas desde o final do livro anterior, que é como se fosse após uma ano (neste intervalo 'ocorreram' as aventuras de Mickey Bolitar, o sobrinho de Myron), eles não se encontram, e Myron não sabia por onde Win andava até que uma noite recebe uma ligação do amigo pedindo sua ajuda em Londres.

"- Myron, preciso da sua ajuda. Venha imediatamente para Londres." posição 3%

Neste ano de sumiço de Win, muitas coisas aconteceram na vida de Myron, dentre elas, o noivado com Terese Collins, com quem viveu um romance há alguns anos, várias mudanças mas o afastamento do melhor amigo doeu muito, o reencontro foi emocionante, para ambos, apesar de apenas Myron conseguir demonstrar.
"Com os olhos molhados, Myron apertou o passo, parou a poucos metros do amigo e abriu um sorriso.
- Win.
Win suspirou.
- Não vai fazer drama, vai?
- Que seria a vida sem um pouco de drama?
- Tem razão.
Os dois deram um abraço forte e demorado, como se encontrassem um no outro a segurança de um salva-vidas." posição 7%

A história é narrada de forma intercalada, entre a 3ª pessoa e o ponto de vista de Win (adorei isso), e ficamos sabendo que Win recebeu uma pista sobre dois garotos de 6 anos que desapareceram há 10 anos, um deles o filho da prima-irmã de Win, Brooke, uma das poucas pessoas do mundo que Win se relaciona e ama. As crianças Patrick e Rhys desapareceram do nada, feito , a polícia não descobriu nada e nem Myron e Win na época. As famílias traumatizadas não conseguem ser amigas novamente, convivem esporadicamente. Win muito sensibilizado pelo trauma da prima nunca conseguiu esquecer este sumiço, ele agora recebeu uma pista e foi segui-la, sozinho...

"Duas perguntas passam pela minha cabeça.
A primeira: como posso ter certeza de que, localizando os dois garotos, vou conseguir levá-los comigo? (...)
A segunda pergunta, bem mais relevante que a primeira, é: e se o Rhys não aparecer?" posição 1%

Em Londres Myron e Win vão em busca dos dois rapazes (hoje com 16 anos) e vários eventos tensos ocorrem por lá, e eles só conseguem resgatar um dos meninos, que volta aos EUA, para onde Myron vai ajudar Brooke (a prima de Win, cujo filho não foi recuperado) a tentar descobrir onde os rapazes estiveram este tempo todo.

"- (...) Vou lhe dizer por quê. Porque a dor é melhor. Porque viver a dor é melhor do que dar meu filho como morto e tocar o barco adiante. Não há mãe que faça isso, que desista de encontrar um filho desaparecido. Com a dor eu consigo viver; com a derrota, não. Entendeu agora?" posição 40%

Além do retorno de Win, vamos ter participação de todos os personagens da série Myron Bolitar, Esperanza e Big Cindy, os pais de Myron (Al e El Bolitar), Terese e outras participações secundárias, mas temos a participação especial do trio de jovens investigadores, liderados por Mickey Bolitar e Ema e Colherada, da Série juvenil Mickey Bolitar. que são jovens da mesma idade de Patrick e ajudam a 'falar a mesma lingua'...

"Ema, que segundo Al só usava preto, pertencia à tribo dos 'góticos', como se dizia antigamente, ou dos 'emos', como se passou a dizer depois, ou dos... Myron não era informado o bastante para saber como chamavam agora. De fato, tudo na garota era preto, contrastando com a mais branca das peles. Ela e Mickey começaram como amigos, tipo 'melhores amigos', porém Myron tinha a ligeira impressão de que naquela altura eles já haviam ultrapassado a fronteira de uma simples amizade." posição 57%


Este livro fala de amor, de dor, de luta, mas a sensação do amor familiar, do amor de amigos, do amor pela vida é a mensagem que ficou. A amizade de Patrick e Rhys, Myron e Win, Mickey e Ema... são todas fortes e além do tempo juntos, ou afastados. O epílogo é narrado pelo ponto de vista de Win e isso fez eu ficar com mais vontade desta dupla dinâmica...

"Myron é mais do que meu melhor amigo. A garotada de hoje diria que temos um 'romance entre amigos', e talvez seja isso mesmo. Amo o Myron. Quero vê-lo feliz. Mais que isso, preciso vê-lo feliz. Senti terrivelmente a sua falta nesse último ano, embora estivesse muito mais próximo do que ele imaginava." posição 96%


Sabem o que é mais legal dos livros de Harlan Coben? É que mesmo sendo uma série, se você ler os livros fora de ordem não fica sem entender os acontecimentos anteriores e Harlan consegue contar de uma forma que não fica chata. O livro constroi um mistério cheio de reviravoltas até o final. Mais um dos excelentes livros de Harlan Coben!

Além de ler este livro em praticamente um dia (de sexta à noite até domingo de manhã) eu resolvi fazer uma maratona no Netflix e assisti a série SAFE, série que estreou na NETFLIX dia 10/05 em todo o mundo, uma produção da Netflix em parceria com o Canal francês + (fonte) escrita, criada, por Harlan Coben e com roteiro de Danny Brocklehurst. Eu simplesmente não consegui parar de assistir... alguns dos mistérios me lembraram alguns dos mistérios dos livros de Harlan Coben que já li.
www.netflix.com/title/80201500
Vale a maratona!!!!!!!!
"o drama de suspense se desenvolve em uma comunidade de pessoas ricas com vidas aparentemente perfeitas. Mas depois que a filha mais velha de um cirurgião dessa comunidade desaparece, ele começa uma investigação que vai levantar segredos obscuros sobre as pessoas ao seu redor." fonte



Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.

Kindle Unlimited

Publicidade

iunique studio criativo

Instagram

© Fotos e Livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in