Destaques

Minhas impressões (MI-22/2017): Como agarrar uma herdeira - Julia Quinn #AgentesdaCoroa01

Por Cinthia FotoseLivros •
24 agosto 2017
A Editora Arqueiro lança pelo menos um livro de Romances de época por mês e neste mês de agosto (e setembro) temos lançamento de Julia Quinn... como estou me restabelecendo de uma cirurgia e aproveitando todo o tempo para ler e colocar minhas leituras em dia... claro, que um dos primeiros livros que peguei para ler foi o primeiro da 'série' Os Agentes da Coroa. São apenas dois livros e serão lançados quase que juntos, o próximo livro já será lançado no início de setembro.



A 'Série'

  1. Como agarrar uma herdeira
  2. Como se casar com um marquês


Sinopse


Compre na Amazon Brasil


Minhas impressões

Estes livros foram escritos antes dos famosos Bridgertons... então não temos nenhuma menção à essa nossa amada família. O livro é passado inteiramente no interior da Inglaterra, Hampshire, onde vive o rabugento Blake Ravenscroft, uma agente da Coroa, em sua ultima missão para a Coroa.

A missão... sequestrar uma traidora da coroa, Carlotta De Leon, e descobrir suas falcatruas e aliados, mas depois de observar a casa de seu vizinho, também traidor, Oliver Prewitt, ele acaba sequestrando a mulher errada.

Caroline Trent é uma jovem orfã, que sofreu nas mãos de diversos tutores ao longo de sua vida, e quando acredita estar livre do último, seis semanas antes de completar 21 anos, e ter tido a ajuda do 'primo' que deveria violentá-la para casar com ela a mando do pai. O primo a ajuda a fugir, para qualquer lugar longe do pai dele, o tutor de Caroline... mas no caminho da fuga para este lugar qualquer, ela acaba sendo presa, raptada e colocada como prisioneira pelo misterioso agente da coroa, Blake Ravenscroft, achando que ela fosse a traidora Carlotta.

"Ela ouviu um farfalhar e um homem emergiu de entre as árvores. Estava todo vestido de preto, da camisa às botas - até o cabelo era preto. Era alto, de ombros largos, e definitivamente o homem de aparência mais perigosa que Caroline já vira.
E ele tinha um revólver apontado bem na direção do coração dela." posição 5%

Para conseguir se esconder do tutor e por não conseguir convencer o seu raptor que não é a tal Carlotta, Caroline que é uma mulher muito esperta, fica muda, finge não escrever com letra legível, e provoca sentimentos conflitantes em Blake... até que o melhor amigo do homem, o também agente da Coroa, James Sidwell, o Marquês de Riverdale, chega a Seacrest Manor e diz que a mulher 'prisioneira' não é quem eles esperavam, mas descobrem que ela pode ajudá-los a prender Oliver mesmo assim.

"Blake abriu a porta e ficou postado ali, as mãos nos quadris, enquanto encarava a Srta. De Leon com uma expressão beligerante. Ela estava recostada na cama, lendo um livro, como se não tivesse uma única preocupação no mundo.
- Riverdale está aqui - bradou -, ou seja, você pode perceber que seu joguinho acabou.
Blake se virou para James, satisfeito, pronto para ver o amigo triturar a mulher, mas a expressão de James, normalmente tão controlada e refinada, mostrava agora o mais absoluto choque.
- Não sei como lhe dizer - falou James -, mas essa com a mais absoluta certeza não é Carlotta De Leon." posição 17%

Mas enquanto Caroline é 'hospede' de Blake muitas confusões acontecem, muitas rusgas e cenas engraçadas, e ternas, e calientes, vão acontecendo.

"Caroline saiu de trás da árvore, o vestido todo sujo de terra.
- Estou ajeitando o seu jardim.
- Você está ajeitando o meu... Você está o quê? Isso não parece nem um pouco ajeitado para mim.
- Não vai parecer tão maravilhoso até eu terminar meu trabalho, mas quando eu terminar...
- Seu trabalho? Tudo o que vejo é uma duzia de buracos.
- Duas dúzias.
- Eu não teria dito isso, se fosse você - comentou James de uma distância segura." posição 25%

Personagens simpáticos, cenas boas, mas senti falta de algumas 'amarrações' e de um final mais elucidativo (sobre o mistério) e intenso (para o casal), mas pode ser que sobre o mistério teremos mais no próximo livro, e para o casal, o final mais interessante, mas não intenso vem no 'epílogo' que neste livro se chama "Seleção do dicionário pessoal de Caroline Ravenscroft".


Esta 'pontuação' acima é porque eu achei que o final foi meio rápido demais. E por alguns errinhos... um dos erros que percebi, não sei se da tradução ou falta de atenção da autora, foi a data da captura de Oliver Prewitt... no capítulo 11 "uma pasta quase vazia, marcada com 31-7-14" (estamos no ano de 1814) então a data programada para o plano de Oliver era 31 de julho, mas no capítulo 22 aparece assim: "Era dia 13 de julho. No dia seguinte, ele e James capturariam Oliver Prewitt e seus comparsas traidores." Vejo um erro que me incomodou bastante... até porque outra coisa importante, acontecida bem antes desta data do capítulo 22, foi no dia 11 de julho. Eu gostaria de saber se o erro foi da autora ou da edição. 👀👀👀👀


O próximo livro já está em pré-venda, lançamento em 01 de setembro:

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.

Publicidade

iunique studio criativo

Instagram

© Fotos e Livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in