Minhas impressões (MI-48/14): Felizes para sempre - Nora Roberts #quartetodasNoivas4

Eu amei o Quarteto das Noivas, cada uma das amigas e seus amores são lindos e a família que elas/eles formam é mais um trabalho delicioso de Nora Roberts. Hoje, um pouco mais tarde que o normal... venho trazer o quarto e último livro: Felizes para sempre.



O quarteto das Noivas:



  1. Álbum de Casamento - Mac e Carter 
  2. Mar de Rosas - Emma e Jack 
  3. Bem-casados - Laurel e Del
  4. Felizes para sempre - Parker e Mal
Sinopse

Minhas impressões

Mac, Emma, Lauren e Parker são as amigas e sócias da Votos, a empresa que criaram e administram realizando o sonho de tantas mulheres e suas famílias no grande dia de seus casamentos...

"Nossa, como adorava seu trabalho! Adorava as noivas malucas, as sentimentais, as obsessivas e até as noivas-monstro.
Adorava os detalhes e as exigências, as esperanças e os sonhos, a reafirmação de amor e compromisso que ela ajudava a personalizar para cada casal. Ninguém, pensou ela com determinação, fazia isso melhor que a Votos.
Aquilo que ela, Mac, Emma e Laurel tinham decidido criar já bem tarde numa noite de verão era hoje tudo o que haviam imaginado e muito mais." 4%

Nos três livros anteriores as melhores amigas de Parker, encontram suas cara-metade, suas alma-gêmeas, que são homens maravilhosos e que ou já são amigos entre si ou acabam ficando ainda mais amigos e junto do quarteto formam uma linda família... agora, apenas Parker a mais organizada, a que tem tudo esquematizado, e detalhado ainda não encontrou seu parceiro.

"Parker se sentou e ficou observando os sapatos em cima da mesa. Pensou em Mac correndo ao encontro de Carter. Pensou em Laurel recebendo Del, que voltaria para casa depois de passar dois dias em Chicago a trabalho. E Emma talvez estivesse sentada no seu pequeno jardim, tomando um vinho com Jack e sonhando com as flores do próprio casamento.
Girou a cadeira para olhar a planilha na tela do computador. Tinha seu trabalho, lembrou a si mesma. Um trabalho que adorava. E que era o mais importante agora." 7%


Claro que já sabemos quem será o par romântico de Parker, já que desde o segundo livro, na festa na casa dos pais de Emma, quando Malcom aparece, rola uma química forte entre ele e Parker, agora fica impossível resistir à atração que os une.

"Uma garota rica – uma mulher de posses, emendou-se – com uma aparência excepcional, um pedigree, relações importantes, inteligência. E trabalhava duro. Talvez mais que qualquer outra pessoa que ele conhecesse. Podia simplesmente sentar aquele traseiro lindo numa bela poltrona, ou pegar um avião para tomar uns drinks em Maiorca, ou cruzar o mar Egeu de barco para bronzear aquelas pernas fantásticas, ou ficar tomando vinho num café parisiense, entre uma saída e outra para fazer compras.
Mas não, ela abrira uma empresa com as amigas de infância, um trabalho que a obrigava a estar sempre à disposição dos clientes." 23%


Parker ainda tenta resistir ao charme do mecânico bad-boy, mas até a Sra. G, a governanta e 'mãe' substituta das meninas e dos meninos da Votos, dá uns conselhos para a menina...

"– É difícil resistir a um bad boy que é um bom homem. Eles nos passam uma bela rasteira. Por mais curto que tenha sido o tempo que passamos juntos, agradeço a Deus todos os dias por não ter resistido demais... "30%


O que eu amo nos livros de Nora Roberts é o quanto as amizades são lindas e como os amores, são intensas e a família do coração é tão forte quanto a família de sangue.

"Mac se virou. Pôs as mãos nos ombros da amiga. – Amo você, Parks. Corra esse risco.
– Também amo você – disse Parker, soltando o ar pela boca. – E vou usar as argolas de prata.
– Não vai se arrepender. Tenho que ir. Divirta-se hoje à noite." 49%

Mal não desiste de conquistar Parker e desde o primeiro momento, no primeiro beijo que ele 'roubou' dela ele é honesto e diz o quanto a quer e inclusive se abre com Del, o irmão super protetor, de Parker e de todas as meninas da Votos.

"Não era de espantar que ele nunca tivesse se encantado por ninguém como se encantara por ela. Nem de longe existia outra mulher como ela." 53%


Além da história de amor entre Parker e Mal, acompanhamos mais alguns casamentos e noivas malucas, mas o principal casamento, aquele que mexe com todos da família Votos é o de Mac e Carter, o primeiro em que as meninas da Votos não estarão apenas trabalhando, na realidade elas nem irão trabalhar efetivamente, apenas serão as principais atração do casamento. Muito emocionante!

"– Tem razão. Só estava deixando sair todas as coisas sentimentais e mesquinhas antes do casamento. Não quero ficar emocionada e nervosa no dia. Então, você é a única mãe de que preciso, Sra. G., a que sempre esteve ao meu lado.
– Também tomei uma boa quantidade dessas borbulhas. Não me faça chorar – pediu a Sra. G. e suspirou. – Ah, sim. Você é uma ruiva magrela muito da esperta. Amo você desde que apareceu aqui na porta bem pequenininha.
– Hããã... Mac se levantou e mais que depressa foi dar um abraço bem apertado na Sra. Grady.
– OK, agora Laurel.
– U-hu! Mac riu da reação da amiga. – Você é um general quando preciso disso, uma amiga para o que der e vier. Quando ajo como uma idiota, você sempre diz, mas nunca como uma acusação.
– É um bom resumo – observou Laurel, rindo e deixando-se abraçar por Mac.
– Emma. Sempre uma mão amiga, um ombro em que posso chorar. Você arranja um jeito de ver o arco-íris no meio da tempestade, o que me ajudou a enfrentar várias tormentas.
– Desejo a você muitos outros arco-íris, minha querida. Emma deu um abraço forte em Mac.
– E Parker... – começou Mac, mas teve de parar e enxugar o rosto molhado. – Nem uma vez na minha vida você me deixou na mão. Não deixou nenhuma de nós na mão. Foi você quem nos deu uma família, um lar, você que abriu o caminho para que nos dedicássemos ao que fazemos hoje, para que nos tornássemos o que somos.
– Mac... Parker se levantou e pôs as mãos no rosto coberto de lágrimas da amiga. – Nós nos demos umas às outras uma família e um lar.
– Demos, sim. Mas tudo começou com você – argumentou Mac e, com um suspiro, passou os braços em volta da Parker e apoiou a cabeça em seu ombro. – Sei que estou bêbada, mas queria que todo mundo, por toda parte, pudesse sentir a felicidade e o amor do jeitinho." 72%


E as emoções não estão à flor da pele apenas para as meninas, os homens também estão bastante sentimentais e falam abertamente entre si sobre o amor que sentem por suas mulheres e demonstram para elas também.

"– Quando você encontra alguém que ama, de corpo e alma, e ela o ama, mesmo com suas fraquezas e seus defeitos, tudo começa a se encaixar. E se você pode conversar com ela, e ela o escuta, se ela faz você dar risada, se ela o faz pensar, faz você querer, faz com que você veja quem realmente é, e você é muito melhor estando com ela, então seria louco se não quisesse passar o resto da vida com essa pessoa. Ele deu um sorriso tímido. – Estou divagando.
– Não. Enquanto as palavras giravam em sua mente, Malcolm balançou a cabeça. – Que bom, Carter. Você é um cara sortudo.
– Hoje, sou o cara mais sortudo do planeta." 91%
Nem preciso dizer que amei o livro, o amor de Parker e Mal, o quarteto e seus amores, e é claro dou:


Eu AMO muito TODOS os livros de Nora Roberts e só gostaria que ela de vez em quando retornasse com algum personagem que foi falado em algum livro ou trilogia, para sabermos com eles estão... rsrs

No ano (2015) que vem, a Editora Arqueiro vai lançar para nós brasileiros a Trilogia 'The Cousins O'Dwyer' ou 'Os Primos O'Dwyer' passada na Irlanda (como amo este país) e cheio de magia... já li os dois primeiros livros e o terceiro já está no meu Kindle desde o dia do lançamento em inglês (28 de outubro 2014), ainda não sei quando será lançado o primeiro, mas tão logo eu souber, divulgo aqui no blog ou nas redes sociais.

2 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.