Minhas impressões: Procura-se um marido - Carina Rissi @carinarissi @Verus_Editora Resultado da #PROMO

Que sou fã de Carina Rissi acho que a maioria das pessoas que acompanham o blog já sabe... seu primeiro livro 'Perdida' me encantou... e temos não apenas uma, mas duas resenhas do livro aqui no blog, uma minha e outra da Paty. E nós acompanhamos o 'nascimento' de Procura-se um marido, que chegou este mês pela Editora Verus.


Sinopse


Minhas impressões

Eu iria, comprar, pedir, mas eu recebi um presente, embaladinho com muito carinho, com dedicatória e tudo da fofa da Carina um exemplar, que li, não, eu DEVOREI o livro... sim, eu não consegui largar o livro... passei a noite (madrugada inteira) lendo, dormi às 7hs e acordei às 9hs para finalizar a leitura... um livro de 472 páginas que me conquistou.



Procura-se um marido é a história de Alícia Moraes de Bragança e Lima, única herdeira de Narciso Moraes de Bragança e Lima, um dos homens mais ricos do mundo, que criou a menina sozinho, desde os 5 anos, quando ela perdeu os pais... Alícia foi criada com muito amor e mimo... mas apesar de amar muito seu 'vô Narciso' não criou responsabilidade na vida. E aos 24 anos curte a vida a doidado... e gasta muito em viagens, festas e ainda não criou juízo.


"- Não quero que fique em casa - ele apontou. - Quero que crie juízo e entenda que a vida é muito mais que festas e rapazes.Eu duvidava muito.- Você precisa é de um bom homem ao seu lado. Alguém que lhe mostre o verdadeiro sentido da vida. Precisa de um marido. - Lá vamos nós outra vez, pensei desanimada. - Se você se apaixonasse de verdade por um homem bom, um homem digno, de caráter, e conseguisse manter esse relacionamento a ponto de levá-lo ao altar, isso significaria que finalmente amadureceu." pag 11/12

Mas, o avô é idoso e acaba falecendo subitamente... e em seu testamento deixa uma cláusula que ela só tomará posse da herança após estar casada por um ano...

"- Meu avô não faria isso. Ele nunca me obrigaria a casar.
- E não está obrigando agora - disse ele calmamente. - É uma imposição sem data. Você é quem decide quando, como e com quem.
- Quanta consideração - murmurou minha amiga." pag 25

E além do casamento, Alícia precisa ir trabalhar na L&L Cosméticos, uma das maiores e mais bem sucedidas das empresas do Conglomerado Lima. E qual não é a sua surpresa quando a chegar para seu primeiro dia, Alícia é colocada para um serviço elementar... assistente de secretária... passa quase o dia inteiro fazendo cópias e distribuindo relatórios pelos setores. Ela odiou o primeiro dia, a primeira semana...

"- Como assim, é pior que a oitava série? Nada pode ser pior do que o que passamos na oitava série - ela declarou." pag 36

Alícia tem uma melhor amiga de sempre... a Mari que tenta ajudar em todos os momentos e que a apoia em todas, quase todas, as decisões intempestivas de Alícia.

"Amigas ficam ao seu lado nos momentos bons, mas apenas as melhores amigas seguram sua mão nos momentos ruins." pag 28

Em seu primeiro dia de trabalho na L&L ela tromba, literalmente, com Max... um 'Deus grego', ops, um funcionário do setor de Comércio Exterior da empresa e que acaba ajudando Alícia em diversos aspectos de sua nova vida.

"Levantei os olhos e então pude ver o que havia se chocado comigo. Um coisa sólida de um metro e noventa e poucos, cabelos ligeiramente longos de uma rica tonalidade cor de mel com mechas dourados de sol. (...) Os misteriosos olhos verdes pareciam emitir luz própria. Olhos que me observavam com intensidade." pag 32

Se eu falar muito mais... vou contar toda a história... Alícia e Max formam um casal encantador... alto astral, que vão se tornando amigos e se entendendo e se apaixonando. E o amadurecimento de Alícia é espetacular.

"Isso tudo ajudou, mas foi o dono de um certo par de olhos verdes, parado ao lado da janela francesa, com as mãos nos bolsos da calça, usando apenas paletó e camisa, sem gravata, os cabelos ligeiramente desgrenhados, que me encheu de certezas. Max me lançou um pequeno sorriso, meio torto, cúmplice  que me inundou de coragem e determinação. Sorri de volta." pag 462

'Vô Narciso' é cativante... sim, ele aparece, vivo no início do livro e durante o livro em 'sonhos' de Alícia... me deu uma saudade do meu avô ou ainda mais da minha avó, com quem tive muita afinidade, e que se foi há quase 4 anos... bem que eu queria um colinho de vó de vez em quando.

"- Não sei como te dizer adeus - balbuciei, lágrimas obstruíam minha visão.
...
- Eu te amo, vovô - solucei.
...
-  Você sempre foi minha maior riqueza - ele sorriu. - Procure ficar longe de confusão e tente ser feliz." pag 469

Um livro maravilhoso, com uma história repleta de amor, carinho, amizade, superação e com um pequeno mistério. Não tenho nenhum porém sobre o livro, antes de terminá-lo fiquei com uma pequena dúvida... mas tudo foi esclarecido no final.

Quem quer ler? Querem ganhar um exemplar? então...

PROMO


Regras:

  1. Ter endereço de entrega no Brasil;
  2. Ficar atento ao resultado da promoção, eu não envio email ao ganhador. O ganhador tem 3 dias, à partir da divulgação do resultado, para enviar o endereço de entrega do livro;
  3. Seguir as regras no Rafflecopter abaixo.

a Rafflecopter giveaway

RESULTADO
Juliana, você tem até o dia 13/12 para enviar seu endereço para o email: fotoselivros@gmail.com ou farei outro sorteio...

2 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.