Minhas impressões: Qual seu número? Karyn Bosnak @Novo_Conceito com #promo

Não gosto muito de ler resenhas de livros que estão para ser lidos... mas vi a Ju do 'Lost in chick-lit' falando no twitter do livro e acabei lendo sua resenha... de 'Qual seu número?'... sinceramente nem quis assistir ao filme... não só pela resenha da Ju, quanto pelo trailer... não gostei muito da atriz...

O que dizer de 'Qual seu número?' ????


Sinopse

Minhas impressões

O livro demorou a me cativar, preciso ser honesta com vocês, ando muito cansada... e nem todos os livros que começo a ler atualmente me prendem... e 'Qual seu número?' foi um deles... mas vocês podem ver que eu consegui terminar de ler... demorei... mas não abandonei... geralmente leio em 2 no máximo 3 dias... um chick-lit... mas apesar de todo o excelente trabalho de edição do livro... diagramação de capa, capítulos e tudo o mais... achei a estória engraçada, mas um tanto quanto enrolada... o livro poderia, ao meu ver, ser menor...

Vejam a parte interna do livro... muito interessante!!!


Delilah tem quase 30 anos e após ler em uma reportagem que a média de 'homens' (relacionamentos) de uma mulher seria 10,5 ... ela se desespera, pois já 'ficou' com 19 homens em sua vida... e se auto-impoe o limite de 20... o que a faz sair à procura dos seus 19 ex... OMG!!!!! Em uma viagem maluca... de carro, sozinha com Eva... uma cachorrinha que ela compra bem no início da viagem... ela vai tentando descobrir o que aconteceu com cada um dos ex... ela contrata seu vizinho... o charmoso irlandês Colin... como detetive, é Colin quem descobre o paradeiro dos rapazes e repassa para Delilah em sua busca implacável... claro, que ela não consegue encontrar pessoalmente todos... mas para cada um que ela vai buscar tem um retorno ao passado... contando o que eles viveram... e depois o encontro... Delilah tem esperanças de encontrar em algum dos 19 o homem de sua vida... para que o número não passe dos 20... ela se mete em muita confusão...

Delilah tem uma irmã caçula Dayse, que está se casando... e sua mãe vive preocupada por Delilah ter ciúmes/inveja, mas Delilah se relaciona super bem com a irmã... tem um avô super fofo, que a ajuda muito e sempre...

Adorei Colin... e como o relacionamento de Delilah e Colin se transforma de vizinhos (que mal se cumprimentavam) a amigos... enquanto ela está viajando... eles conversam muito por telefone... e quando ela termina a viagem... eles vão se tornando amigos... é muito fofo!!!!

Me desculpem a resenha pequena... eu não estava bem na semana passada... o livro é super gostoso de ler... bem divertido... mas às vezes... passamos por momentos que nem um livro light e divertido nos revigora...


Citações

"Eu admito: sou tão culpada quanto qualquer pessoa quando o assunto é manipular o número. Inclusive, meu número muda, dependendo da pessoa com quem estou conversando. (...)Até mesmo minha melhor amiga acha que meu número é um pouco mais baixo do que é na realidade, porque ninguém - repito, ninguém - conta todos os detalhes da sua vida para a melhor amiga." pag 03


"Nosso pai morreu em um acidente de carro quando éramos crianças. Pra falar a verdade, isso aconteceu logo depois que Daisy nasceu. Vovô, pai do nosso pai, acabou se tornando a figura paterna. Ele assinava os boletins da escola, ia às reuniões de pais e professores, e fazia tudo o que se esperava que um pai fizesse." pag 29


"Mas eu não sou homem, sou uma mulher, e nossos cérebros funcionam de maneira diferente. É fato: temos um hormônio (ocitocina) que dificulta qualquer tentativa de fazer sexo sem envolvimento emocional. Não estou dizendo que todas as mulheres são românticas incorrigíveis que se apaixonam por qualquer cara com quem transam. Mas não é tão fácil bloquear as emoções quanto parece." pag 100


"- Eu também sou assim, mas, por algum motivo, a minha mãe não consegue enxergar as coisas dessa forma.- Bem, se for assim, então você precisa contar a ela, como eu contei para o meu pai. Você não precisa ser grosseira, mas precisa deixar as coisas bem claras. Se não fizer isso, ela nunca vai deixar de se decepcionar com as suas escolhas. (....) Você precisa dar um basta enquanto ainda dá tempo, ou as coisas nunca vão melhorar.Eu penso no que Colin está me dizendo, e ele tem razão. Desde que consigo me lembrar, minha mãe sempre agiu assim, durante o ensino médio, durante a faculdade, ou quando consegui meu primeiro emprego. Eu vivo reclamando sobre as atitudes da minha mãe, mas nunca digo a ela como realmente me sinto." pag 217


"Meu Deus... o total é 20.Não consigo acreditar. Não consigo acreditar que acabou.Não esperava que fosse acabar de maneira tão abrupta. Estou chocada.De repente, eu solto uma pequena risada. Meu Deus, Kyle tinha razão.- O que é tão engraçado? - pergunta Colin.- A vida - eu respondo. - A vida é uma comédia." pag 306





Promoção


Claro que como um bom livro Novo Conceito... não poderia deixar de fazermos uma promo... e este kit... vem com balde de pipoca... livro  e marcador de livro...

Para concorrer ao kit acima... você deve comentar (deixando seu nome de Twitter) neste post... e dar RT na frase abaixo... e claro... seguir o twitter do blog @FotoseLivros e o da Editora @Novo_Conceito


Tem #sorteio no @FotoseLivros vou ganhar 'Qual o seu número?' da @Novo_Conceito porque sigo e comento http://kingo.to/UmW

O sorteio será... quando este post alcançar 20 comentários... por favor, comentários completos...  (nada de comentários básicos... tipo: participando... quero saber se vcs leram a resenha)

39 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.