Minhas impressões (premiada): Apenas Respire @susanwiggs @harlequinbrasil #ApenasRespireFoLi

Meu primeiro Susan Wiggs… envolvente… daqueles livros que não se larga… nao se consegue parar de ler…

Me encantei pela capa  e quis ler… como a lista (pilha) de livros é enorme… e a vida está meio de pernas pro ar… demorei mais do que eu queria para começar sua leitura…




Sinopse (contra capa)



Minhas impressões

Não vou poder  falar muito se não dou muitos spoilers e eu não gosto disso… Sarah Moon é uma designer… cria tirinhas para jornais… as tirinhas se chamam… 'Apenas Respire'… e a personagem principal Shirl é o alter ego de Sarah… ela é como Sarah gostaria… o livro começa com Sarah em uma clínica de fertilização onde está se submtendo à sua 12ª inseminação… a primeira que seu marido Jack não pode acompanhá-la… ela fica ali pensando na vida… nas dificuldades que eles vem passando desde que Jack se curou de um cancer… ela sempre esteve ao lado dele… conseguindo uma força que ela não sabia que tinha… para ajudá-lo a superar tudo… mas desde então o casamento mudou… e neste dia… ela tem uma revelaçao estarrecedora que a faz em um impulso voltar para 'casa' na California numa pequena cidade litoranea (Glenmuir) onde mora seu pai, seu irmão Kyle e sua cunhada LaNelle e sua avó June e tia avó May… de onde ela 'fugiu' para fazer faculdade em Chicago… e para onde não voltou mais pois se casou e estruturou sua vida em Chicago, em volta do marido... mas após a traição de Jack ela pega o carro que dera para o marido... depois ela o vende e compra um Mini cooper (o carro dos meus sonhos) e volta para sua família...

Vou dizer que o livro tem um homem fofo, encantador, herói literalmente… Will Bonner… ele é o comandante dos bombeiros de Glenmuir... e foi um dos populares da escola, estudou na mesma sala de Sarah... e apesar de ela ter tido uma paixonite por ele... ele a irritava por nem saber quem ela era... Sarah foi da 'rejeitadas' no ensino médio... enquanto Will era o atleta 'gostoso' que todas queriam namorar... mas que não prestava atenção em ninguém... mas desde que Sarah foi para Chicago a vida de Will deu uma guinada e ele se transformou em um homem responsável por uma criança... adotou a enteada Aurora e a criou sozinho... a mãe da menina os abandonou... 

Quando Sarah retorna para Glenmuir ela reencontra Will... e eles acabam se tornando amigos... e tudo vai se transformando... mas como eles tem os corações sofridos e machucados por seus antigos relacionamentos e filhos (esqueci de dizer que Sarah, apesar de tudo, acaba engravidando após a inseminação) com os quais se preocuparem... evitam se entregar ao AMOR que os consome... senti falta de cenas calientes… as coisas demoram muito para acontecer entre Sarah e Will… quando acontece o primeiro beijo e o primeiro encontro é tudo lindo… mas  eu queria mais…

A forma como Sarah volta a se relacionar com a família e as antigas conhecidas, e se encontrando na pequena cidade é muito bonita... um livro tocante... encantador... adorei a força da avó de Sarah e de sua irmã gêmea... (vovó June e tia May) e como as duas 'velhinhas' ajudam a neta a sair da depressão pós separação... e todas as mulheres que também ajudam Sarah: LaNelle, Judy e Vivian, Birdie e Glória... além da menina Aurora que vive as inseguranças da adolescência exacerbadas pela falta da mãe e dificuldade do pai em lidar com o seu crescimento... e que se torna amiga de Sarah antes do pai... e também a cachorrinha viralata Franny... que adota Sarah antes que Sarah a adote..


O livro é contado em 3ª pessoa... eu adoro livros assim, pois temos os sentimentos de cada um dos personagens... e Susan Wiggs tem uma forma deliciosa de mostrar os sentimentos de seus personagens.

ENCANTADOR... EMOCIONANTE... VICIANTE!


Citações

"O pesadelo viera à tona às 11h27, numa manhã de terça-feira. Sarah se lebrava claramente de ter olhado a hora na tela do computador, tentando se lembrar de respira. A expressão no rosto de Jack a levara às lagrimas antes mesmo de ele ter dito as palavras que mudariam o rum das vidas deles: - É câncer." pag 13

"O que ninguém lhe dizia a respeito de um ente querido ter câncer era que a doença não acontecia apenas a uma pessoa. Acontecia a todos à volta dela." pag 19

"Podia ser ele quem estava pedindo o divórcio, mas era ela quem queria ir embora. Quando tudo havia ficado tão errado para eles? Ela não conseguia definir o momento." pag 41

"A última a sair do ônibus foi uma garota de aparência notável. De baixa estatura, tinha cabelo preto reluzente, pele clara e as feições perfeitas de uma princesa da Disney. Havia uma qualidade impecável e sobrenatural nela que fazia Sarah querer encará-la. A garota era Pocahontas, Mulan, Jasmine. Sarah quase esperava que ela começasse a canta a qualquer momento." pag 86


"Sua bem-humorada e engraçada filha, cujo rosto costumava ser tão aberto quanto uma flor na primavera, fora sequestrada. Em seu lugar, estava aquela desconhecida temperamental que discutia e desafiava, cujos sigilosos silêncios o deixavam perplexo, cujas feridas ele não conseguia ver, nem curar." pag 116

"- Will Bonner? - ela perguntou.- Aurora disse que você não está se sentindo bem. Você desmaiou?- Não sei ao certo. Eu me senti tonat e precisei me sentar. Quando percebi, já estava caída. ... - Você é paramédico?- Comandante dos bombeiros. ..." pag  198

"Ela o perseguira sem trégua. Seus desenhos ousados e confiantes o reduziam a uma criatura de olhos vazios, com um maxilar quadrado e ombros tão largos que não conseguia passar pelas portas. ......Porque Sarah tinha razão a respeito dele. O retrato que ela fazi dele era mordazmente preciso.Talvez ele não fosse tão idiota e tapado quanto a caricatura, mas, provavelmente, era tão egocêntrico e maldoso quanto ela o retratava." pag 207

"A cada semana que passava, Sarah dependia mais e mais de Will. A amizade dele havia crescido para significar tanto para ela. E aquela amizade estava em risco, porque ela não parava de querer transformá-la em outra coisa." pag 339

"O que ela descobrira, enquanto dava à luz e, depois, segurando os bebês contra seu coração, fora uma emoção tão intensa que parecia abrir um ardente buraco dentro dela. Seria possível a palavra amor sequer começar a descrever o sentimento que a dominava? Alguma palavra conseguiria fazer isso?" pag 359

"- É o meu jeito de dizer que que estou apaixonado por você, Sarah. Tenho estado há muito tempo." pag 369

"Ela repousou o rosto no peito nu dele, absorvendo o suave ritmo de seu coração e flutuando de alegria e uma arrebatadora ternura.  E alívio. Havia isso também. Depois de tanto tempo, ela não tinha certeza se ainda era aquele tipo de mulher. Nos braços dele, ela se sentia renascida, como se ele tivesse avivado uma chama interior." pag 402

"-Não precisa ser tudo tranquilo, Will, mas você a está subestimando. Sua filha tem um coração tão grande quanto o seu. Ela puxou a você nesse sentido.Ninguém nunca lhe dissera aquilo antes. Era a única coisa que ele queria que fosse verdade, e, finalmente, ali estava alguém lhe dizendo aquilo." pag 468

PROMOÇÃO
Ainda em comemoração ao aniversário do Fotos e Livros... vamos sortear um exemplar de 'Apenas Respire'...


Quer ganhar um exemplar de 'Apenas Respire' e conhecer toda a história de Sarah e Will... e Aurora... e... todos os outros?

Dessa vez vai ser uma promoção pelo Twitter, mas com regras, que devem ser seguidas:

  1. Ter endereço de entrega no Brasil
  2. Ser seguidor do twitter @FotoseLivros e @harlequinbrasil
  3. Twittar a frase a seguir:
Eu sigo @FotoseLivros e @harlequinbrasil quero conhecer Sarah e Will... vou ganhar #ApenasRespireFoLi  http://bit.ly/qd14Fw

Sorteio será realizado no dia 05/10 (às 20hs) através da #hashtag #ApenasRespireFoLi

PS.: Não vou avisar ao ganhador... quem participar... fique atento ao dia do sorteio para voltar ao blog e ver se ganhou...





14 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.