Quando em Roma

*Aumente o som para ler o post*

Oi gente bonita!

Hoje trago para vocês mais uma dica de filme para animar seu fim de semana. O escolhido de hoje foi Quando em Roma, uma comédia romântica bem light, mas que me fez rir e suspirar em muitos momentos.



Beth é uma mulher viciada em trabalho que não acredita no amor, já que seu namorado terminara o relacionamento por causa dessa compulsão que a moça tem por seu emprego. Muito competente e prática ela leva a vida morando sozinha em um apartamento e sentindo que nunca encontrará alguém que ela ame mais que seu trabalho. Quando sua irmã mais nova aparece em sua porta dizendo que vai se casar com um cara que conhece a pouquíssimo tempo Beth percebe que o amor pode ser perigoso, mas aceita viajar para Roma, para o casamento da irmã. Lá ela conhece Nick, o padrinho e melhor amigo do noivo, um homem lindo e divertido, e uma química começa a acontecer, mas um mal entendido desilude Beth e, bêbada, ela invade a Fontana di Trevi, conhecida como a fonte do amor, onde as pessoas jogam moedas e fazem pedidos para encontrar o amor verdadeiro. Dentro da fonte ela decide roubar algumas moedas, pois quer "salvar" essas pessoas, que ela nem conhece, da dor de não encontrar um amor.


Mas o que ela não sabe é que, diz a lenda, que quando alguém tira uma moeda da fonte a pessoa que jogou a moeda se apaixona por quem a retirou. E assim, Beth se vê rodeada por um artista frustrado, um magnata da indústria de alimentos, um modelo egocêntrico e um mágico de rua, mas ainda há uma moeda, seria ela de Nick? E se o clima existente entre os dois fosse apenas a magia da fonte?


Entre muitos outros dilemas Beth se confronta com seus medos, suas fraquezas e tem a chance de viver um grande amor, mas será que ela aceitaria um amor que não é real?

A gracinha da Kristen Bell é quem dá vida à Beth, vocês devem conhecê-la do seriado Verônica Mars, baixinha e com uma carinha de menina ela está hilária nesse filme, principalmente quando se confunde toda. (dica: fiquem atentos para a cena do vaso)


O lindíssimo Josh Duhamel, nunca me canso dele rs', interpreta Nick, um ex-jogador de futebol americano, tão atrapalhado quanto Beth e engraçado ao extremo. A diferença de altura dos dois é tão fofa, já que ele é muito alto e ela é baixinha.


Um filme com um roteiro leve, nada de reflexão ou moral nem momentos profundos, mas uma ideia gostosa de ser assistida, onde se mistura a comédia e o romance em doses certas e fofas.

Isso, FOFO, assim defino o filme, perfeito para se ver numa tarde tranquila. Super recomendo!!

Nick: Eu estava nas montanhas fazendo uma entrevista, aí quando eu voltei fui atingido por um bode.
Beth: Ai meu Deus, você acertou um bode?
Nick: Não, não, o bode me acertou, a culpa não foi minha não e o bode está legal.

Nick: Oi.
Beth: Olha, então você está me seguindo agora?
Nick: Não. Eu só te encontrei por acaso de uma forma premeditada.

















11 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.