Minhas impressões (MI-05/2017): Simplesmente o Paraíso - Julia Quinn - Quarteto Smythe-Smith 01

LANÇAMENTO DE HOJE, 08 de fevereiro de 2017

Em toda temporada inglesa, desde 1806, há um 'Recital' do quarteto Smythe-Smith e toda a sociedade londrina prestigia, apesar de ter seus ouvidos machucados com tamanho 'afinamento'... agora neste quarteto, que estou lendo o Box em ebook, vamos conhecer esta família tão talentosa, de simpatia e carisma, pelo menos.


O Quarteto:


  1. Simplesmente o Paraíso - Honória Smythe-Smith & Marcus Holroyd
  2. Uma noite como esta - Daniel Smythe-Smith & Anne Wynter
  3. A Soma de Todos os beijos - Sarah (Smythe-Smith) Pleinsworth & Hugh Prentice
  4. Os Mistérios de Sir Richard - Iris Smythe-Smith & Richard Kenworth

Sinopse

Minhas impressões

Este livro foi publicado originalmente, em inglês, em 2011, após a publicação de todos os livros Os Bridgertons... e o livro se inicia em Março de 1824, o Pŕologo é alguns anos antes, quando os dois heróis (Honoria e Marcus) são ainda crianças.

Lady Honoria Smythe-Smith é uma das integrantes do quarteto Smythe-Smith, Marcus Holroyd, o Conde de Chatteris, é o melhor amigo de Daniel Smythe-Smith, o irmão de Honoria. Marcus e Honoria se conhecem desde 'sempre', mas após um incidente que mudou a vida de Daniel e consequentemente de Honoria, a única irmã solteira, e de sua mãe a Condessa Winstead, Marcus se viu 'obrigado' a cuidar de Honoria e de seus possíveis pretendentes, mas em uma tarde chuvosa de 1824 tudo começa a mudar...


Marcus é da região de Cambridgeshire e adora a vida no campo, assim como seu pai. Ele perdeu a mãe aos 4 anos e sempre foi meio solitário, até ir para Eton College, aos 12 anos, e se tornar amigo de Daniel e passar as férias e feriados na casa dos Smythe-Smith.

"Marcus Holroyd estava sempre sozinho. A mãe morrera quando ele tinha 4 anos, (...)
Marcus viu a mãe em precisamente sete ocasiões, e então ela morreu.
(...)
Marcus não sabia como agir. Não sabia o que dizer.
Mas Daniel Smythe-Smith sabia.
(...)
Então, quando chegaram as segundas férias e Daniel voltou a convidar Marcus, ele aceitou.
E de novo.
E de novo.
E mais uma vez, até Marcus passar mais tempo com os Smythe-Smith do que com a própria família. É claro que os Holryds eram formados por apenas uma pessoa, mas, quando Marcus parava para pensar a respeito (o que fazia com bastante frequencia), percebia que passava de fato mais tempo com cada Smythe-Smith do que com o pai." posiçao 1%

Honoria sempre foi uma menina falante, que adorava seguir o irmão, quando este vinha passar férias em casa, junto do amigo Marcus, e tentar realizar as mesmas aventuras dos meninos, e a relação de Honoria e Marcus era como a de irmãos, mas ele era um 'irmão' mais carinhoso, mais cuidadoso, mais sensível aos 'sentimentos' da menina...

"Marcus fitou a mão da menina. Uma sensaçao desconhecida, estranha e de certo modo desagradável começou a se agitar no seu peito. Ele levou certo tempo para perceber que era pânico. Não consegui se lembrar da última vez que alguém lhe dera a mão." posição 1%

Quando na Primavera de 1824 Marcus e Honoria se reencontram em Cambridge enquanto ela está visitando a região com as primas e amigas, e ele sofre um 'acidente' causado pelo desespero da moça, ela sofre por ele, com medo de perdê-lo e mesmo tendo retornado à Londres, ela convence a mãe a voltar para Fensmore, para cuidar de Marcus, após ter recebido uma carta da governanta da casa dizendo que o Conde está muito mal. E elas acabam salvando a vida dele.

"- Ela não saiu do seu lado até sua febre ceder. Eu me ofereci para substituí-la, mas ela não permitiu.
- Estou em grande dívida com Honoria - falou Marcus baixinho. - E com a senhora, também, pelo que entendi.
Por um momento, lady Winstead ficou calada. Então entreabriu os lábios, como se tivesse decidindo o que falar. Marcus esperou, sabendo que o silêncio com frequência era o maior encorajador e, alguns segundos depois, a mãe de Honoria pigarreou.
- Não teríamos vindo a Fensmore se Honoria não houvesse insistido." posição 14%

A relação de Marcus e Honoria começa a mudar após eles terem ficado tão próximos, enquanto ela cuidava dele em seu 'leito de quase morte'... Marcus começa a perceber o quanto a moça é importante em sua vida, e ela começa a ter sensações que nunca sentira na vida, após um primeiro beijo...

"Precisava beijá-la. Tinha que fazer isso. Era tão básico e elementar quanto sua respiração, seu sangue, sua alma.
E quando a beijou...
A Terra parou de girar.
Os pássaros pararam de cantar.
Tudo no mundo ficou em suspenso, a não ser por ele, ela e o beijo muito leve que os unia." posição 14%

Honoria e Lady Winstead voltam para Londres, a fim de se prepararem para o recital Smythe-Smith, ensaiar com as primas é uma coisa que Honoria gosta, apesar de ter total consciencia da falta de talento das Smythe-Smith.

"- Eu posso não gostar de me apresentar nos recitais, mas adoro ensaiar com vocês três.
As três primas a encararam, momentaneamente desconcertadas.
- Não percebe a sorte que temos? - indagou Honoria. Então, sem dar tempo para que concordassem, acrescentou: - Por termos umas às outras?" posição 17%

No dia do Recital tudo modifica na vida de Marcus e Honoria... e eu não vou falar mais nada, pois não quero estragar as surpresas deste livro.

Alguns personagens que já conhecemos dos livros Bridgertons aparecem e da mesma forma encantadora de sempre, Lady Danbury (tia-avó da Mãe de Marcus) e sua bengala (e língua) implacável e alguns dos Bridgertons (Gregory e Colin) fazem uma participação e também há a festa de Lady Bridgerton.

"- Você a ama mesmo - sussurrou lady Danbury.
Ele se voltou rapidamente para ela.
- Do que está falando?
- Está escrito em seu rosto, por mais clichê que possa ser a expressão. Ah, vá em frente e convide-a para dançar - insistiu ela, erguendo a bengala e apontando-a na direção de Honoria. - Poderia sem bem pior, não é mesmo?"posição 18%

Eu gostei muito do livro, estou me segurando para não ler todos os outros rapidamente, mas como estou com o Box (em ebook) sei que será impossível não ler todos quase de uma única vez.

Adoro a forma como Julia Quinn escreve com humor e calor, com cenas lindas e tocantes e ardentes e engraçadas... mas como eu senti um pouco de falta de mais do casal juntos depois do 'SIM'... darei apenas 4.5.

Compre o livro na Amazon BRasil




Ou compre o Box



0 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.