Minhas impressões (MI-16/15): Rush sem limites - @abbiglines #RosemaryBeach1.5 @editoraarqueiro

Olá pessoal, como estão as coisas? 

Vamos conhecer mais um dos lançamentos deliciosos da Editora Arqueiro e da maravilhosa autora Abbi Glines, que me conquistou com esta série Rosemary Beach, que já li quase todos lançados, em inglês. Hoje venho que a 'versão' de Rush, delicia, Finlay do encontro com Blaire Wynn, cuja estória já conhecemos, pelo ponto de vista de Blaire, em Paixão sem limites.

Livros anteriores:
  1. Paixão sem limites - Blaire e Rush
  2. Tentação sem limites - Blaire e Rush
  3. Estranha perfeição - Della e Woods
  4. Amor sem limites - Blaire e Rush
  5. Simples perfeição - Della e Woods


Sinopse

Minhas impressões

Este livro é, na realidade, o 1.1 já que acontece ao mesmo tempo que o 1, mas agora com o ponto de vista de Rush... o que ele sentiu ao se encontrar e se apaixonar por Blaire... mas ele foi lançado em inglês em maio/2014, após o livro 'Take a chance', que será o próximo livro da série a desembarcar por aqui (previsto para outubro/2015), e dos poucos livros da série que não tinha lido em inglês, principalmente porque sabia que ele estava chegando ao Brasil.

É maravilhoso entrar na cabeça, e coração, de Rush e perceber o que Blaire e nós já sabíamos desde o primeiro livro, que ele é lindo por dentro e por fora, mesmo com toda a 'panca' de bad boy.

"Esta não é uma história de amor comum. Na verdade, é tão complicada que nem chega a ser linda. Mas quando você é o filho bastardo do lendário baterista de uma das bandas de rock mais amadas do mundo, é de esperar que seus relacionamentos não sejam perfeitos. Você é até conhecido por isso. Acrescente à mistura a mãe egoísta, mimada e autocentrada que me criou, e o resultado não é nada bom." posição 2%

É muito legal ver que apesar de Rush ter cuidado a vida inteira e amar muito a irmã, a megera indomável da Nan, ele percebe o tanto que ela é cruel, mimada e chata...

"Conversar com minha irmã era como conversar com uma parede. Ela era muito teimosa. Eu não aguentava mais. Nan podia fazer todas as exigências que quisesse, mas a casa era minha. O apartamento dela era meu. Tudo na vida dela era meu. Eu estava no controle. Não ela." posição 7%
Rush vai se apaixonando pela doçura de Blaire e vamos percebendo o quanto ele consegue compreender e até sofre por ela e toda a sua inocência.

"Ela tinha mesmo acabado de pedir desculpas? De onde vinha essa garota? Mulheres não costumam agir assim. Ninguém ensinara a ela que não devia baixar a guarda diante de valentões." posição 10%

Acompanhamos a amizade de Rush e Grant (que é o meu preferido de Rosemary Beach, aguardem o próximo livro) e o quanto eles são verdadeiros irmãos, apesar de não serem irmãos de sangue.

"Grant riu e sacudiu a cabeça.
– Caramba. Nunca pensei que o veria priorizar outra pessoa antes de Nan." posição 23%

Rush nos conta sua luta para resistir aos encantos da doce Blaire e como ele percebeu o quanto a amava apesar de saber o quanto os dois juntos não seria viável para a paz.

"Eu não podia ignorar a verdade. A felicidade e a segurança de Blaire significavam muito para mim. Proteger Nan não era mais a minha prioridade. Blaire estava começando a assumir esse lugar. Ela havia entrado na minha vida e mudado tudo. Eu deveria odiá-la por isso. Mas não conseguia. Nunca a odiaria. Era impossível." posição 57%


Vemos as brigas que Rush teve que enfrentar com a megera da Nan para assumir Blaire.
"-(...)Eu deixei que você fosse uma fedelha mimada durante quase toda a sua vida porque amo você. Sei que sua vida com a mamãe foi injusta. Mas eu não vou... – fiz uma pausa, dei um passo na direção dela e a encarei para que percebesse quanto eu estava falando sério. – Eu não vou permitir que você magoe Blaire. Nunca. Ela não fez nada para você. Você a culpa pela porcaria de pai que tem. Mas ela é tão vítima daquele homem quanto você. Então, nunca mais fale com ela como fez hoje. Eu juro, Nan, eu amo você, mas não vou permitir que a magoe. Não me teste." posição 58%

E apesar de conhecermos o final da estória, e o livro terminar no mesmo ponto que termina 'Paixão sem limites' vale a leitura para que possamos nos apaixonar ainda mais por Rush e seu coração maravilhoso.

"Eu a amava? Eu nunca tinha me apaixonado antes. Não poderia dizer que amava mais alguém além do meu pai, Nan e Grant.
Eu escolheria ela a um deles? Sim.
Eu morreria para protegê-la? Cacete, sim.
Eu sobreviveria se ela me deixasse? Não. Ficaria destruído.
Isso era amor? Parecia muito mais forte para algo tão simples." posição 70%

Então... corram para comprar o seu Rush.

1 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.