Minhas impressões (MI-27/14): Tentação ao Pôr do Sol @LisaKleypas @editoraarqueiro #Hathaways3

Pessoal, acho que agora começo a resenhar pelo menos uma vez por semana de novo... o tempo, ainda anda corrido, eu continuo lendo muito, mas resenhar dá um pouco mais de trabalho e a inspiração para 'falar' tem que ser boa... Espero que eu consiga passar um pouco das minhas impressões, do meu sentimento sobre este livro, esta série encantadora.



A série The Hathaways:
  1. Mine Till Midnight - Desejo à meia-noite
  2. Seduce Me at Sunrise - Sedução ao amanhecer
  3. Tempt Me at Twilight - Tentação ao pôr do sol 
  4. Married by Morning - Manhã de núpcias (lançamento em julho/2014)
  5. Love in the Afternoon


Sinopse


Minhas impressões

Acho que todo mundo já sabe o quanto amo Romances de Época e estas três autoras (Lisa Kleypas, Madeline Hunter e Julia Quinn) são MARAVILHOSAS!!!! A Arqueiro está A.R.R.A.S.A.N.D.O em todos os seus lançamentos e me levando à loucura... porque eu quero todos ou quase todos os lançamentos, mas onde está o tempo?

Os Hathaway são uma família diferente, não convencional para a sociedade inglesa do século XIX, eles foram criados sem muitas 'frescuras', criados com muito amor e conversam sobre tudo... e mesmo depois da morte dos pais eles continuam unidos, e após os casamentos de Amélia & Cam e Win & Merripen, a família está um pouco mais 'excêntrica' visto que Cam e Merripen são ciganos. Mesmo com a ajuda da Srta. Marks, que é a acompanhante das caçulas da família Hathaway, Poppy e Beatrix, elas ainda não conseguiram arrumar casamentos.

"Poppy passou do calor ao frio. Acometida de um um forte mal-estar, fechou os olhos e desejou poder sumir. Ir àquele baile fora um erro. Tentava provar alguma coisa a todos: que não se importava com Michael Bayning, quando a verdade era que se importava, sim. Queria mostrar que seu coração não estava em pedaços, quando estava. Tudo em Londres girava em torno de aparências, fingimento... Seria assim tão imperdoável ser honesto sobre os próprios sentimentos?
Pelo visto sim." pag 79

Poppy Hathaway está meio comprometida com Michael Bayning, um herdeiro, filho único de um Visconde, mas ele precisa convencer o pai que ela é uma boa mulher para que eles se casem. Mas antes que isso aconteça, Poppy se encontra com um homem misterioso, encantador, inteligente que se sente atraído e encantado com a esperteza e inteligência de Poppy: Harry Rutledge.

"Harry Rutledge... o misterioso e recluso proprietário do hotel. Totalmente diferente do que ela havia imaginado.
Perplexa e mortificada, Poppy lhe deu as costas, atravessou a soleira e ouviu a porta se fechar atrás de si. A tranca deslizou com um estalo. Ele devia ser muito perverso para se divertir à sua custa! Seu consolo era pensar que nunca mais o veria.
E ela seguiu pelo corredor com a camareira... sem suspeitar que o curso de sua vida havia acabado de mudar." pag 24

Harry é um homem solitário, envolto em mistérios e com um passado triste, mas ele sempre consegue o que quer, e desde o momento em que viu e conversou com Poppy é ela quem ele quer e é capaz de qualquer coisa para ficar com ela.

"- Posso fazer mais uma pergunta? - pediu ela.
Ele a encarou sério e abriu as mãos, como se quisesse indicar que não tinha nada a esconder.
- Acha que pode dizer que é um bom homem, Harry?
Ele teve que pensar na resposta.
- Não - disse finalmente. - No conto de fadas que mencionou ontem à noite, eu provavelmente seria o vilão. Mas é possível que o vilão a trate melhor do que o príncipe teria tratado." pag 104

E a relação de Poppy e Harry não é fácil, apesar de ele tentar ser honesto com ela o tempo todo, mas ele nunca foi amado, nunca teve relacionamentos íntimos familiares e apesar de gostar muito de Poppy não consegue demonstrar e eles tem um início de casamento um pouco complicado.

"A impressão que tinha era de que Harry havia passado a vida lutando contra o mundo e tentando moldá-lo à sua vontade. E havia progredido muito nesse sentido. Mas estava claramente insatisfeito, não conseguia apreciar o que conquistara. E isso o tornava muito diferente dos outros homens na vida de Poppy, sobretudo Cam e Merripen.
Por causa da herança romani, seus cunhados não entendiam o mundo como algo a ser conquistado, mas como um lugar para se percorrer com liberdade. E havia Leo, que era um observador objetivo da vida, não um participante ativo.
Harry nada mais era que um salteador, alguém que planejava conquistar tudo e todos. Como refrear um homem assim? Como poderia encontrar a paz?" pag 141

Mas Poppy é uma Hathaway, uma mulher à frente do seu tempo e que sabe o que quer e após descobrir que ama o marido mas que precisa se fortalecer e que precisa da ajuda de suas irmãs, e irmão, resolve sair do hotel, sua casa e ir ao encontro da família em Hampshire para isso.

"- (...) Prefiro evitar confrontos sempre que posso. E duvido que Rutledge tenha uma reação positiva quando descobrir que o deixou.
- Não - declarou ela, enfática. - Ele não vai reagir nada bem. Mas não o estou deixando porque quero acabar com meu casamento. Eu o estou deixando porque quero salvá-lo.
Leo balançou a cabeça e sorriu.
- Você tem uma lógica típica dos Hathaways. O que preocupa é que quase a entendo." pag 180

E é claro que Harry vai lutar por Poppy e por seu casamento com todas as suas forças... e é aí que o livro fica ainda mais envolvente...

"Jamais se arrependeria de ter feito o que era necessário para se casar com ela, porque Poppy era tudo o que ele mais desejava na vida.
Ela era cada impulso de bondade, altruísmo e generosidade que ele jamais teria. Ela era cada pensamento atencioso, cada gesto amoroso, cada momento de felicidade que nunca conheceria. Era cada noite de sono tranquilo que jamais poderia ter. Pelas leis do equilíbrio do Universo, Poppy havia sido posta no mundo para compensar Harry e sua maldade. E era por isso, provavelmente, que se sentia tão irresistivelmente atraído por ela: como duas forças magnéticas opostas." pag 183

No livro os outros personagens aparecem de forma encantadora, principalmente Leo Hathaway e Catherine Marks, o próximo casal desta série, e já ficamos conhecendo parte do segredo da Srta. Marks neste livro e ficamos com mais e mais vontade de ler o próximo: Manhã de núpcias, que será lançado em julho deste ano.

Nem preciso dizer que minha classificação deste livro é:

1 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.