Minhas impressões: Um amor para recordar @SparksNicholas e @Novo_conceito

Os livros de Nicholas Sparks mexem muito com nossos sentimentos… sempre tem um amor incrivelmente lindo… e alguém sofrendo com um doença complicada… um pai muito bom, que geralmente cria ou cuida sozinho, mesmo que por um tempo, de filhos… mas são histórias repletas de carinho, amor, redenção…



Titulo: Um Amor para Recordar 
ISBN: 9788563219268 
Selo: NOVO CONCEITO 
Ano: 2011
Edição: 1
Número de páginas: 184
Formato/Acabamento: Paperback
Peso: 0.28 kl
Preço Sugerido: R$ 29.90












Mandy Moore - A Walk To Remember( Um amor para recordar).mp3



Sinopse


Landon, filho de uma família tradicional, tentava aproveitar o máximo de liberdade que a pequena Beaufort, na Carolina do Norte, proporcionava-lhe, antes de entrar na universidade.


Jamie, filha do pastor da cidade, estava longe de ser uma típica adolescente. Sempre carregava uma Bíblia consigo e era o tipo de garota que tirava as ervas daninhas do gramado de alguém sem que lhe pedissem, ou parava o trânsito para ajudar crianças pequenas a atravessar a rua.


Eram distantes as afinidades que poderiam aproximá-los, mas, após o baile de formatura, o amor aconteceu e as diferenças de Jamie e Landon acabaram por uni-los na descoberta da alegria, da dor da perda e, sobretudo, da força transformadora do verdadeiro amor. E não foi por acaso que ambos viveram a história mais comovente de todos os tempos...


Minhas impressões

Com 'Um amor para recordar' … Walk to remember no original, Nicholas não fugiu às regras... agora tenho este livro 'pareado' com 'Diário de uma paixão' como preferido dos livros de Nicholas...

Este livro começa com um homem de 57 anos narrando como sua vida mudou completamente quando ele tinha 17 anos... Landon Carter... era um 'mauricinho'... bad boy, para época e cidade... que em seu último ano de escola... é pressionado a fazer algumas alterações em sua vida, tais como se candidatar a Presidente do Grêmio Estudantil... para facilitar sua entrada na Universidade... por causa de ser parte do Grêmio... ele tem que comparecer ao baile de ex-alunos acompanhado... mas com quem?

Ele acaba convidando a pessoa menos provável... Jamie Sullivan, a filha do pastor da cidade... uma menina, 'desengonçada', sem graça, que vivia com uma bíblia nas mãos... Jamie era muito boa... estava sempre fazendo o bem a todos... mas era motivo de 'chacota'... dentre os amigos de Landon...

O pai de Jamie, Hegbert, escrevera há muitos anos uma peça que era encenada na época de natal pelos alunos do terceiro ano... e neste ano, 1958, não seria diferente... apenas que os atores principais da peça... eram Jamie... como o Anjo e Landon como Tom Thornton, um pai que procura um presente especial para a filha, órfã de mãe... e encontra o Anjo... que lhe mostra a importância da filha...

Após o baile e durante os ensaios de peça... Landon começa a conviver um pouco mais com Jamie...  durante os ensaios e uma caminhada após os ensaios, em que Landon levava Jamie até a casa dela... eles iam conversando e se conhecendo... e Deus vai operando um 'milagre' na vida de Landon... que visita o orfanato com Jamie, leva presentes aos orfãos...e outras coisas vão acontecendo até que ele se descobre completamente apaixonado por ela... mas Jamie guarda um segredo... que quando revelado a Landon... e à toda a cidade... os transforma ainda mais...

Não gosto de spoilers... por isso não vou dizer mais nada sobre o livro... apenas que o final é lindo e surpreendente... e novamente digo que dos livros de Nicholas Sparks... 'Um Amor para recordar' e 'Diário de uma Paixão' são os meus favoritos... empatados... em primeiro lugar...

Adorei este livro... pela importância de Deus na vida de Jamie e depois de Landon... e nos trechos da bíblia citados... sou católica... cristã com muito orgulho e creio que Nicholas Sparks também é e por isso sempre cita Deus em seus livros...


Capa original
lançado originalmente em 1999


Citações


"Quando eu tinha 17 anos, a minha vida mudou para sempre." pag 09


"Estou com 57 anos, mas ainda me lembro de tudo o que aconteceu naquele ano, em seus mínimos detalhes. Eu sempre revivo em minha mente, trazendo-o de volta à vida, e sinto uma estranha combinação de tristeza e alegria quando o faço." pag 09


"Com um suspiro, sinto que tudo está voltando para mim. Eu fecho os olhos e os anos começam a passar de trás para frente, lentamente, como os ponteiros de um relógio girando ao contrário. Eu me observo rejuvenescer, como se estivesse vendo pelos olhos de outra pessoa; vejo meu cabelo mudar de cor, de grisalho para castanho; sinto as rugas ao redor dos meus olhos suavizarem, meus braços e pernas ficam mais vigorosos, as lições que aprendi com a idade ficam menos claras, e resgato minha inocência conforme aquele ano memorável se aproxima." pag 10


"Meu nome é Landon Carter, e tenho 17 anos.Está é a minha história - e prometo contar tudo.No início você vai sorrir, e depois vai chorar - não diga que não avisei." pag 11


"Hegbert queria que as pessoas jovens atuassem na peça -  os que estavam no último ano do ensino médio, não o grupo de teatro. .... ele era o tipo de pessoa que sempre queria nos salvar das tentações, e que soubéssemos que Deus sempre está zelando por nós, mesmo quando estamos longe de casa, e que, se você confiar em Deus, tudo vai dar certo no final. Era uma lição que eu acabaria aprendendo com o tempo, mas não seria Hegbert que a ensinaria a mim." pag 17


"Assim, meu pai, o Senhor Congressista, era um figurão, e todo mundo sabia disso, até mesmo o velho Hegbert. Eles não se davam bem, de jeito nenhum. E, apesar disso, meu pai ia à igreja de Hegbert sempre que estava na cidade, o que, para ser franco, não era algo muito comum de acontecer." pag 19


"Jamie levava sua Bíblia para qualquer lugar que fosse,e, se a sua aparência e Hegbert não fossem capaz de afastar garotos, a Bíblia certamente conseguia....Mas Jamie não parava aí. Por causa de seu hábito de ler a Bíblia, ou talvez por causa da influência de Hegbert, Jamie acreditava que era importante ajudar os outros, e ajudar os outros era exatamente o que ela fazia. ... Em outras palavras, era o tipo de garota que fazia com que todos os outros sentissem vergonha de si mesmos. E, sempre que olhava para mim, eu não conseguia evitar a sensação de culpa, mesmo que não tivesse feito nada de errado." pag 27


"Apesar de tudo isso, a única coisa que realmente me deixava louco a seu respeito era o fato de sempre estar alegre, não importava o que estivesse acontecendo ao seu redor." pag 28


"Até dois dias anteriores, eu nem conseguia me imaginar pensando naquilo, mas, de repente, lá estava eu, escutando as palavras mágicas saindo da minha boca.- Bem... você gostaria de ir ao baile comigo?...- Eu adoraria ir com você - ela disse, finalmente - mas com uma condição.Eu me endireitei, esperando que não fosse algo constrangedor demais.- E o que é?- Você tem de prometer que não vai se apaixonar por mim.Eu sabia que ela estava brincando, pelo modo como riu, e eu não consegui evitar respirar aliviado. Às vezes, admito, Jamie tinha um ótimo senso de humor.Eu sorri e dei a minha palavra." pag 43


"Na realidade, Jamie foi a melhor companhia que eu poderia ter encontrado naquela noite, especialmente considerando tudo que aconteceu. Poucas parceiras de baile - definitivamente, poucas pessoas - fariam o que ela fez." pag 59


"- Há quanto tempo você vem ao orfanato?- Já faz sete anos. Eu tinha 10 anos na primeira vez que vim. Eu era mais nova do que várias das crianças aqui.- Você gosta, ou isso te deixa triste?- As duas coisas. Algumas das crianças passam por situações realmente horríveis. É de partir o coração. Mas quando veem você chegar com alguns livros ou um jogo de brincar com elas, o sorriso no rosto delas leva toda a tristeza embora. É a melhor sensação do mundo." pag 85


"Quanto mais tempo passava com Jamie, mais eu percebia que ela tinha várias emoções diferentes - ela não estava sempre alegre e feliz. Acredite ou não, aquela foi a primeira vez que eu reconheci que, de certa forma, ela era exatamente como qualquer um de nós." pag 87


"Ela olhou para mim enquanto andávamos, e depois olhou para frente de novo. Ela colocou a mão nos cabelos e puxou o coque. Eu estava começando a perceber que ela fazia aquilo sempre que estava nervosa ou quando não sabia o que dizer." pag 96


"... eu havia passado o dia inteiro me sentindo mal por ter falado com Jamie daquele jeito. Ela sempre foi amável comigo, e eu sabia que havia sido um calhorda." pag 106


"Pela primeira vez desde que a conheci, seu cabelo cor de mel não estava preso em um coque. Em vez disso, estava solto e era mais comprido do que eu imaginava, bem abaixo dos ombros. ...Ela se parecia exatamente com um anjo....- Você é linda - eu disse, finalmente, e acho que todos, desde as senhoras de cabelo azulado na frente até os meus amigos no fundo do auditório perceberam que eu estava sendo totalmente sincero.Eu havia acertado a entonação daquela frase pela primeira vez." pag 110


"Eu procurei Jamie depois que as cortinas fecharam pela última vez, e vi que estava em uma das laterais do palco, abraçada ao pai. Ele tinha lágrimas nos olhos - era a primeira vez que o vi chorar - e ele e Jamie se abraçaram por um longo tempo. Ele acariciava os cabelos da filha e sussurava: 'Meu anjo' para ela, que mantinha os olhos fechados. Cheguei até a sentir um nó na garganta naquele momento." pag 111/112


"Mesmo sem o glitter no cabelo ou um longo e esvoaçante vestido branco, a visão dela era arrebatadora. Sem perceber, prendi a respiração e notei pelo canto do olho que o Sr. Jenkins sorria para mim. Eu soltei a respiração e sorri, tentando recuperar o controle." pag 119


"Com certeza, ela me deu o presente mais maravilhoso que já havia recebido, e, mesmo que eu nunca a abrisse e lesse como ela fazia, sabia que era como dar um pedaço de sim mesma para alguém." pag 125


"Não foi algo muito longo, e também não foi o tipo de beijo que vemos nos cinemas hoje em dia, mas foi maravilhoso à sua própria maneira. E tudo de que eu me lembro foi que, naquele momento, quando nossos lábios se tocaram pela primeira vez, eu sabia que a lembrança duraria para sempre." pag 136


"Jamie não era simplesmente a filha do pastor, alguém que lia a Bíblia e fazia de tudo para ajudar os outros. Também era uma garota de 17 anos, com as mesmas esperanças e dúvidas que eu tinha. Pelo menos, era o que eu imaginava até ela me contar o seu segredo." pag 146


"Então , naquela noite, abri a Bíblia que Jamie havia me dado no Natal e comecei a ler. Ouvira tudo que era dito sobre a Bíblia na escola dominical ou na igreja, mas, para ser franco, eu só lembrava os pontos mais importantes. ... Na primeira noite li Gênesis, e na segunda, Êxodo. Levítico veio depois, seguido por Números e Deuteronômio. Às vezes, levava algum tempo para ler algumas partes, especialmente aquelas que explicavam as leis, e mesmo assim eu não conseguia parar de ler. Era uma compulsão que não conseguia entender completamente." pag 158


"- Eu te amo, Jamie - eu disse novamente, mas desta vez ela não ficou assustada. Em vez disso, nossos olhos se encontraram sobre a mesa, e observei-os: pareciam brilhar. Suspirou e desviou o olhar, passando a mão pelos cabelos, e depois olhando para mim novamente. Beijei a mão dela, sorrindo.- Eu te amo também - ela finalmente sussurrou." pag 163


"O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não sente ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com  a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.Jamie era a essência mais sincera daquela descrição." pag 167


"Depois de algum tempo, a lua começou a ascender no horizonte, lançando um prisma de luz sobre a água que ficava mais escura, dividindo-se em milhares de partes diferentes, cada uma mais bonita que a outra. Exatamente ao mesmo tempo, o sol tocava o horizonte na direção oposta, tingindo o céu de vermelho, laranja e amarelo, como se o céu tivesse repentinamente aberto os portões e deixado que toda a sua beleza escapasse dali. O oceano tingiu-se de prata e ouro, refletindo as cores, as águas se encrespando e reluzindo com as mudanças da luz, uma visão gloriosa, quase como o início dos tempos.....Jamie observava tudo em silêncio, com meu braço firme ao redor dela, sua respiração curta e débil. Quando o céu finalmente estava enegrecendo e as primeiras estrelas apareciam no céu ao sul, eu a peguei nos braços. Beijei seu rosto gentilmente, e depois finalmente seus lábios.- É exatamente assim que me sinto em relação a você - eu disse." pag 168


"De repente, eu sabia que nunca havia sentido algo tão forte por outra pessoa como acontecia naquele momento. Ao retribuir o olhar dela, aquela percepção simples me fez desejar pela milionésima vez que eu pudesse fazer tudo aquilo desaparecer." pag 177

"Jamie era mais do que a mulher que eu amava. Naquele ano, Jamie me ajudou a me tornar o homem que sou hoje. Com a sua mão firme, ela me mostrou o quanto é importante ajudar os outros; com a sua paciência e bondade, ela me mostrou qual é o real sentido da vida. A sua alegria e o seu otimismo, mesmo quando estava doente, foram as coisas mais espantosas que já presenciei." pag 180


não vou colocar mais citações... já foram muitas... e apenas para dar água na boca de vocês...






Ficou com vontade de ler o livro? Então divulgue entre seus amigos... quando atingirmos 1110 seguidores vamos sortear um kit 'Um amor para recordar' cedido pela Editora Novo Conceito.









Published with Blogger-droid v1.6.9

7 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.