Minhas impressões sobre "A última música" @SparksNicholas @a_ultima_musica @Novo_Conceito


Pronto...agora não sei qual o meu livro favorito de Nicholas Sparks... terminei de ler 'A última música' e definitivamente AMEI... perfeito...Nicholas sabe comover seus leitores...chorei diversas vezes no livro... ok para eu chorar não é difícil, mas este livro é encantador...




Edição do Livro: A Última Música

Título: A Última Música
Subtítulo: 
Edição: 0
ISBN: 9788563219077
Editora: Novo Conceito
Ano: 2010
Páginas: 400
Sinopse: 
Verônica Miller teve sua vida virada de cabeça para baixo quando seus pais se divorciaram e seu pai se mudou de Nova Iorque para Wilmington Beach. Três anos depois, ela continua zangada e alienada em relação aos seus pais, especialmente seu pai... até que sua mãe decide que seria melhor para todo mundo se Ronnie e seu irmão, Jonah, passassem o verão em Wilmington Beach. O pai de Ronnie, pianista e ex-professor, vive uma vida tranquila na cidade de praia, imerso na criação de um vitral para a igreja local.


O conto se transforma em uma história inesquecível sobre o amor em suas diversas formas — o primeiro amor, o amor entre pai e filho — que mostra, de uma forma que só um romance de Nicholas Sparks é capaz, as diversas formas que um relacionamento pode quebrar nossos corações... e curá-los. 




Minhas impressões:

A história é sobre Ronnie, apelido de Verônica, mas é como diz o próprio Nicholas... é uma história de amor e uma história de amadurecimento...de crescimento...a transformação da adolescente, rebelde e mal humorada Ronnie, que vem de New York com seu irmão Jonah, passar as férias de verão (obrigada, contra sua vontade) em Wrightsville (Carolina do Norte) com seu pai - Steve, com quem não fala há 3 anos, desde que seus pais se separaram. Ela não o perdoa por ter abandonado a família.

Ao chegar à cidade, revoltada, ela sai andando e dá uma trombada com Will, que jogava volei de praia, nesta trombada o refrigerante que ela segurava derrama em sua blusa. Eles se impressionam um com o outro, mas demora um pouco para se reencontrarem... neste intervalo ela esbarra com Blaze (Galadriel) uma menina, que parece ser legal, mas anda com um grupo de rapazes barra pesada,  Marcus (um louco desmiolado, desequilibrado), Teddy e Lance (dois irmãos) que juntos fazem um showzinho com bolas de fogo na praia...vivem bebendo e se drogando...mas Ronnie, saca a deles e se afasta... mas ainda tenta ser amiga de Blaze, que acaba com raiva dela e apronta uma coisa muito ruim com Ronnie... então começa a relação de Ronnie e Will...que é cheia de carinho, amizade, e um amor lindo... mas que também tem seus momentos de desencontro...

Enquanto isso a relação de Ronnie com o pai vai melhorando, apesar de ele não tocar mais o piano... o pai é um ex-pianista, concertista, professor de Juilliard School, a melhor Faculdade/Escola de música e artes cênicas de NY, nos EUA, que se retira de volta para a terra natal depois da separação. Steve é compreensivo, um pai excepcional... carinhoso e que ajuda Ronnie a se encontrar. SPOILER: Mas o pai esconde dos filhos um segredo: está com um câncer terminal (Nicholas sempre trabalha doenças terríveis em seus livros) e os filhos sofrem muito com a perda precoce do pai...que se antecipa...mas Ronnie mais uma vez demonstra a menina de ouro que é...

Adorei Nicholas falando sobre as tartarugas marinhas (eu já fui várias vezes ao Projeto Tamar), na Carolina do Norte parece que tem algo parecido com o trabalho do Tamar aqui no Brasil.

Cada capítulo Nicholas mostra a visão de um personagem (Ronnie, Will, Steve e Marcus) adorei isso, pois assim sabemos os sentimentos de cada um deles...

Adoro a forma com que os livros de Nicholas Sparks falam de Deus...


Citações:

"E acho que nem ela sabe também. Está nessa fase obscura e temperamental." pag 27

" - O que estou dizendo é que ela sabe distinguir o certo do errado. Por mais que procure declarar independência, ainda acredito que seja a mesma pessoa que sempre foi. Ela não mudou em relação às coisas que realmente importam." pag 29

"Ronnie sorreiu, sentindo uma imensa gratidão pelo pai. Não conseguia lembrar se ele sempre havia sido tão legal assim." pag 185

"...ele era muito gentil e inteligente e, que ela já sabia que o amava. Como se lesse seu pensamento, Will aproximou-se dela, inclinou-se e deu-lhe um beijo suave em seus lábios e ela teve a certeza repentina de que queria passar mais do que horas e horas em seus braços, exatamente como estava agora." pag 219

"E mesmo achando estranho no começo, entendeu que aquilo era somente uma prova do amor que tinha pela filha." pag 317

"Tenho fé de que Deus irá lhe mostrar a resposta. Mas é preciso entender que, às vezes, leva um tempo para conseguir reconhecer o que Deus quer que façamos. É assim que frequentemente acontece. A voz de Deus é geralmente nada mais que um  suspiro; e você tem que estar muito atenta para conseguir ouví-la." pag. 345



Trailer do Filme  Este é mais um dos livros de Nicholas Sparks que viraram filme, acho inclusive que ele ao escrever este livro já tinha intenção de que que fosse feito isso, pois nos agradecimentos ele agradece à família Cyrus, especialmente a Miley, que escolheu o nome da protagonista - Ronnie.

Claro, que o filme é diferente do livro, pelo que pude perceber pelo trailer, ainda não assisti ao filme.


Vejam fotos de Wrightsville (Carolina do Norte) aqui. Agora quero conhecer este lugar que está sempre nos livros de Nicholas Sparks.

Visitem o site de Nicholas Sparks

4 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.