Minhas impressões: Glória Mortal - Nora Roberts como J. D. Robb @EditoraBertrand



Mais uma série viciantes... a Série Mortal me pegou de jeito... quero ler um dos livros por semana...



Já contei que a minha Edição deste livro é a Vira-vira com os dois primeiros livros desta série...

Glória mortal (Série Mortal - Vol. 2)
Autor:J. D. Robb
ISBN:8528610705
Gênero:Romance estrangeiro
Coleção:Série Mortal
Páginas:364
Formato:16x23
Editora:Bertrand Brasil

Sinopse:

Glória Mortal é o segundo livro da série. Eve e Roarke se apaixonaram com a suavidade de dois relâmpagos que explodem ao mesmo tempo. Agora, embora muito envolvida emocionalmente com Roarke, Eve está tendo problemas para aceitar seus sentimentos por aquele homem fantástico que, por incrível que pareça, também parece amá-la. Enquanto luta contra seus sentimentos, o dever a chama. Quando a poderosa promotora Cicely Towers é encontrada com a garganta cortada, e a popular atriz de TV Yvonne Metcalf aparece também morta do mesmo jeito alguns dias depois, Eve começa a pesquisar as possíveis ligações entre os dois violentos assassinatos.




Minhas impressões:

Este livro é a segunda aventura da tenente Eve Dallas, da Polícia da New York futurística... em mais uma série de assassinatos que a tenente Dallas tem que desvendar...

A história começa com a morte da promotora Cicely Towers... uma mulher forte e poderosa... que foi brutalmente assassinada com um corte na garganta e encontrada em uma área barra pesada de NY... agora Eve é colocada pelo Comandante Whitney no comando da investigação... o segundo assasssinato é de uma atriz em ascensão chamada Yvonne Mitcalf... todos os fatos levam Eve a tomar uma atitude para se transformar em isca do assassino... mas ocorre mais um assassinato que Eve não contava a fazendo se sentir culpada...

A atenção que a imprensa está dando ao caso e toda a invasão de privacidade das vítimas e da própria vida de Eve... mostra como a busca pelo 'ibope' é sem respeito e louca...

A relação de Eve e Roarke continua com altos e baixos... dificuldades, principalmente pela dificuldade de Eve em se envolver com o amor e muito, muito carinho e cumplicidade... Roarke é um homem de verdade que faz o coração de Eve (e de todas as mulheres que lêem os livros) balançar...se derreter...

Muita aventura... um assassino louco... e capaz de coisas horríveis... para quem gosta de romances policiais este é um livro dos bons e para quem, como eu, gosta de histórias de amor permeadas com aventuras... a série Mortal é um prato cheio...


www.seriemortal.com.br
Citações:

As citações serão poucas, pois eu me envolvi tanto com o enredo e emoções que grifei muito pouca coisa....

"Então, o que é que uma mulher elegante, inteligente e meticulosa estava fazendo em uma região asquerosa, em uma noite detestável?" pag 12

"Você quer que eu vá para o ar dizendo que a tenente Eve Dallas, a mais conceituada policial de Nova Yoork, está de mãos vazias em plena investigação do assassinato de uma das mais respeitadas, destacadas e conhecidas figuras públicas da cidade? Eu bem que podia fazer isso, Dallas - continuou ele, estalando a língua. Bem que poderia, mas não ia ser muito bom para a sua imagem." pag 21

"Estou só cansada. - Ela se balançou para sentir um pouco de conforto. - Apenas cansada, só isso.
....
- Eu preciso de você. Não consigo evitar. Não quero isso.
- Eu sei. - Ele se afastou um pouco e pegou-lhe  o queixo, para levantar o rosto dela na direção do dele. - Vamos ter de aprender a lidar com isso. - Beijou-lhe uma das faces molhadas e depois a outra. - Eu não consigo viver sem você." pag 154

"Acho que é a sua coragem, a absoluta dedicação em deixar a balança do mundo equilibrada, a sua mente inquieta, e aquele doce recanto no coração que a impulsiona a se importar tanto com tanta gente." pag 155 
 
"Não, seria amor. Provavelmente não há nada mais forte para um pai, ou mãe, do que um filho. Você e eu não temos experiência com esse sentimento, mas ele existe." pag 270


"Roarke falara a Eve, certa vez, que eles eram duas almas perdidas. Naquele instante, ele avaliava que aquilo era a pura verdade. Um com o outro, porém, eles haviam encontrado algo que os fazia criar raízes. pag 277

"Um foco único na vida nos limita e pode, com frequência, se tornar obsessivo. Uma vida saudável precisa de mais de um objetivo, de mais de uma paixão." pag 289 

"Isso é que é ter noção do momento certo." pag 364 

3 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.