Minhas impressões (MI-15/2017): Onze leis a cumprir na hora de seduzir - Sarah MacLean #OsNumerosdoAmor3

 Olá pessoal!!!! Como vão as coisas com vocês? Espero que estejam lendo bastante... eu continuo lendo, preciso de ler todos os dias, mesmo que o tempo esteja curto e o cansaço me vença antes de eu render na leitura, por isso as resenhas têm demorado bastante para chegar aqui no Blog.

Este livro é o terceiro e último :( da Trilogia "Os Números do Amor"... você ainda não leu nenhum? Sugiro que você os leia na ordem abaixo:

  1. Nine Rules to Break When Romancing a Rake (2010) - Nove Regras a ignorar antes de se apaixonar - Gabriel St. John (Marquês de Ralston) & Lady Calpurnia Hartwell
  2. Ten Ways to Be Adored When Landing a Lord (2010) - Dez formas de fazer um coração se derreter - Nicholas St. John & Lady Isabel Townsend
  3. Eleven Scandals to Start to Win a Duke's Heart (2011) - Onze leis a cumprir na hora de seduzir - Lady Juliana Fiori & Simon Pearson (Duque de Leighton)

 Sinopse
Compre na Amazon BR


Minhas impressões

Ainda não sei muito bem meu sentimento em relação a este livro, sei que gostei muito, mas fiquei tensa querendo que desenrolasse mais rápido o relacionamento entre Juliana e Simon... mas acho que faz sentido um Duque de tanto poder e criado com tanta impáfia e vaidade não se entregar facilmente aos sentimentos, e principalmente à atração que sente pela linda Juliana Fiori, o escandâlo em forma de uma linda mulher.

Juliana Fiori é a irmã italiana de Gabriel e Nick St. John, os heróis dos livros anteriores... Juliana chegou no primeiro livro e apesar de toda a sua beleza, inteligência e até docilidade, ela é pré julgada pela Sociedade Londrina... por ser a filha da vergonha da ex Marquesa de Ralston, Louisa Hathbourne St. John Fiori, aquela que abandonou não apenas os filhos gêmeos, ingleses, e seu pai, mas também a filha italiana... mas Juliana é forte, e com o apoio dos irmãos, e amigos da familia, consegue ir vencendo dia a dia a maldade da sociedade...


"Em semanas, tudo havia mudado.
Ela foi largada, sumariamente, nos degraus da Casa Ralston com três baús enormes e sua criada.
Tudo graças a uma progenitora em um pingo de instinto materno.
Era surpresa que as pessoas questionassem o caráter de sua filha?
Que a filha também o questionasse?
Não.
Ela não era nada parecida com a mãe.
Ela nunca lhes dera um motivo para acharem que era.
Não de propósito, pelo menos." posição 12%
 Simon Pearson, o Duque, do Desdém, de Leighton, é o homem mais lindo e dos mais poderosos da Inglaterra, mas também o mais arrogante e mais preocupado com a reputação das pessoas e principalmente no nome e título da família Leighton... mas Juliana não pode aceitar tanta frieza... e o incita em um jogo (aposta) para ele descobrir as paixões a que é capaz.

"Então ele lhe deu duas semanas.
Não foi um espaço de tempo arbitrário. Ele lhe deu duas semanas para que ela desse o melhor de si em relação a ele e, ao final desse tempo, ele lhe mostraria que a reputação governava tudo." posição 16%

Enquanto a convivência entre Juliana e Simon vai acontecendo e apesar da tentação de não resistir ao charme da moça, Simon luta para manter um segredo bem oculto e por manter a honra de sua família tentando casar com uma moça perfeitamente inglesa, de família poderosa e de nome tradicional... e Juliana continua tentando mostrar a Simon, que ter sentimentos é humano, e que ele pode viver com isso.

"-Você pareceu achar que eu era suficiente então - disse ela, levantando o queixo, seus lábio a um milímetro de distância dos dele.
O desejo vinha dele em ondas. Ele não podia não querer querê-la - mas queria. Ela podia sentir.
Ele se inclinou e ela prendeu a respiração, esperando pela sensação daqueles lábios implacáveis - querendo-os com um desespero que ela jamais admitiria." posição 35%

Muitas coisas acontecem, muitos bailes e escândalos, e brigas e beijos... mas Juliana sente o preconceito da sociedade e até mesmo de Simon, e Simon não consegue ser ele, o homem, e não o Duque, facilmente.

"Aqueles que haviam enaltecido as virtudes do amor - seus prazeres, sua grandeza -, que haviam dito a ela que ele era lindo e valia a pena mentiram.
Não havia nada de lindo nele.
Era horrível.
Havia uma luta dentro dele. Decoro e paixão. Reputação e recompensa. E Juliana sabia agora, com um clareza revoltante, que era essa luta o que ela mai amava nele." posição 70%

"E mesmo com tudo diferente veio mesmo de repente uma vontade de se ver" e ficar junto e Simon e Juliana acabam conseguindo o final feliz... que eu não vou contar como foi.

"Ele a queria em sua vida.
Ao lado dele.
Como sua duquesa.
E não seria um sacrifício chamá-la assim. Seria uma honra.
Ele a amava.
Juliana havia mudado tudo. Ela o fizera querer tudo isso. Ela o fizera querer enfrentar o desafio confuso do amor. Abraçá-lo. Refastelar-se nele. Celebrá-lo." posição 89%

Me desculpem a resenha não estar muito boa, mas o tempo anda mega ultra corrido e estou precisando de um 'vira tempo' ou de um ou dois clones para dar conta de tudo.

 Sofri um pouco até que o casal estivesse, enfim, juntos... por isso a pontuação será um pouco menor.

0 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.