Minhas impressões (MI-14/2017): A árvore dos Anjos - Lucinda Riley #euleioArqueiro

Olá pessoal, me desculpem a ausência de resenhas, mas a vida anda corrida demais, e tenho lido vários livros em inglês, e nem sempre coloco as resenhas aqui,mas se você quiser saber quais livros ando lendo e resenhando no Goodreads, me segue lá.

E aí depois de vários bons livros em inglês, peguei um M.A.R.A.V.I.L.H.O.S.O em português, recém lançado pela Editora Arqueiro 'A Árvore dos Anjos' de Lucinda Riley é uma reescrita, de um livro originalmente lançado por ela há mais de 20 anos, sob o pseudônimo de Lucinda Edmonds, o livro se chamava 'Not quite an Angel' e segundo um recado da autora no final deste livro, ela reescreveu várias coisas, diálogos, cenas e personagens... e tenho certeza que isso melhorou muito o livro.

"Esta árvore é especial - explico Greta. - Jonny adorava este lugar, e é aqui que ele vem brincar com seus amigos anjos." posição 20%

Sinopse

Compre na Amazon Brasil

Minhas impressões

Antes de mais nada quero dizer que este é um livro individual, não faz parte da Série As Sete Irmãs, mas é tão especial quanto... desde que li o primeiro livro de Lucinda Riley, em 2014, me tornei fã de seus livros que mesclam passado e presente de forma maestral.

Neste livro vamos acompanhar a história de Greta Marchmont que após 24 anos sem memória, desde que sofreu um acidente horrível, volta ao Solar Marchmont no País de Gales para onde foi quando engravidou ao 18 anos e o amigo David ofereceu a ela o chalé que ele tinha nas terras de Marchmont... e lá ela acabou se casando com o tio de David, Owen Marchmont, um homem mais velho e cheio de segredos...

Desde que saíra de Marchmont Greta viveu por mais de 30 anos em Londres, e várias coisas aconteceram em sua vida e na da filha Cheska e na da neta Ava...

O livro vai contando o presente, em 1985, próximo ao Natal, quando ao retornar ao Solar Marchmont, com David e reencontrar a neta Ava, a empregada Mary... ainda sem memória, e quando ao se deparar com o túmulo de seu filho Jonny, a memória perdida há tanto tempo voltou.

"Enquanto o sol mergulhava entre as árvores e no vale, mais abaixo, anunciando a chegada da noite, os braços de Greta se abriram para enlaçar a lápide, e ela finalmente começou a lembrar." posição 3%

E então voltamos ao passado, para 1945, após o final de 2ª Guerra, quando Greta era uma jovem de 18 anos em Londres, trabalhando em uma casa de espetáculos (Teatro Windmill), onde David Marchmont atuava como comediante, e onde ela conheceu um oficial norte americano e se apaixonaram, mas a vida pregou uma peça na moça, que foi abandonada e se descobriu grávida...

"Nessa noite, mais tarde, Greta entrou em seu quarto tendo a certeza que nunca mais teria notícias de Max Landers." posição 6%

E é quando o amigo David, que tinha uma queda por ela, oferece o seu Chalé no País de Gales, para ela ir ter seu filho em paz.

"Significaria a possibilidade de você sair do Windmill, ter o bebê e, se quiser, voltar para Londres sem que ninguém fique sabendo." posição 8%

Greta chega a Marchmont, e recebida pela mãe de David, LJ (Laura Jane Marchmont) e se hospeda no Chale das Cotovias, onde passa um bom tempo, aprendendo a viver em um lugar diferente, calmo, frio... até que conhece o tio de David, Owen, que a ajuda depois que ela machuca o tornozelo e a acolhe, eles se tornam amigos, e apesar dos segredos de Owen, quando ele lhe pede em casamento, Greta aceita pelo filho que está esperando, sabendo que o futuro dele será melhor se viverem em Marchmont. E lá foi feliz por um tempo, depois que os filhos gêmeos, Jonny e Cheska, nasceram. Mas quando o filho morreu, tudo começou a mudar.

"Greta voltou a Londres com Cheska numa tarde fria e nebulosa de outubro, e percebeu que fazia quase quatro anos desde que partiu da cidade." posição 21%

Em Londres Greta começa a trabalhar em uma firma de advogados e por um tempo consegue se manter, mas depois acabam acontecendo coisas que a fazem perder o emprego, e é quando ela reencontra David, agora um artista de sucesso, com a carreira em ascensão e a amizade retorna, e através do agente de David, Cheska é contratada como atriz mirim... e o sucesso que a menina faz... muda toda a vida de Greta novamente...

Não vou contar mais da história, vou dizer apenas que a relação de amizade e amor e carinho de David por Greta, fez toda a diferença em toda a vida de Greta e até na de Cheska e ainda mais na vida de Ava, a neta que só agora, depois de recordar o passado, pode sentir o amor e ajudar e ser a avó que ela nunca teve.

"- David, parece que tudo o que você fez, nos últimos sabe Deus quantos anos, foi para me ajudar. A mim e a Cheska - acrescentou. - Você esteve do nosso lado durante todo o tempo em que fiquei no hospital. Não sei como conseguiu. Eu me sinto... muito culpada, e por inúmeras coisas." posição 61%

Um livro encantador que merece um lugar de destaque dentre os livros de Lucida Riley.


0 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.