Minhas impressões (MI-09/16): Entre o Amor e a Vingança - Sarah MacLean #OClubedosCanalhas01

Este mês estou me fartando, e amando cada palavra, de romances de época. E a cada novo livro me sinto mais e mais apaixonada pelo estilo. Como é possível autoras contemporâneas nos fazerem viajar no tempo e nos levar a viver em uma época tão diferente da nossa, onde o amor nem sempre era tudo.

Meu primeiro livro de Sarah MacLean é este e indico para todos que gostam do estilo.

A Série

Cada livro da série conta a história de uma dos sócios do Cassino Anjos Caídos.


  1. Entre o amor e a vingança - Bourne
  2. Entre a culpa e o desejo - Cross
  3. Entre a ruína e a paixão - Temple
  4. Nunca julgue uma dama pela aparência - Chase

Sinopse

Minhas impressões

Michael e Penélope e Thomas sempre foram amigos, cresceram juntos, brincando juntos nas terras das três famílias, as terras dos nobres: Marquês de Bourne, Marquês de Needham e Dolby e Visconde de Langford. Mas a vida, não, o Visconde de Langford, os separou e destuiu Michael, quando ele tinha apenas vinte e um anos, tirando dele, tudo o que ele tinha, tudo o que tinha de bens, após a morte dos pais... e Langford era o guardião destes bens, mas ele levou Michael a apostar até perder tudo.

"O nome trouxe de volta uma lembrança de uma década - um homem corpulento, de rifle na mão, marchando através de um campo enlameado em Surrey, seguido por um grupo barulhento de meninas pequenas, cuja líder tinha o olhar azul mais sério que Bourne jamais tinha visto. Seus vizinhos de infância, a terceira família na santíssima trindade da nobreza de Surrey." pag 17

Passados 9 anos tudo o que Michael fez e conquistou na vida, se tornando um homem frio, sem coração, um dos sócios do Cassino mais famoso de Londres, o Anjo Caído, foi em busca da vingança contra Langford. Michael mudou tanto que nem se lembra mais de seu nome de batismo, agora todos os conhecem como Bourne.

Mas surge a oportunidade de sua vida como um prêmio embalado na forma de sua amiga de infância: Penélope. Ela tem agora 28 anos, e após o término de um noivado, de forma escandalosa, continua sendo a solteirona mais conhecida de toda a Inglaterra, e mesmo assim ela ainda consegue rejeitar a proposta de seu amigo de infância Thomas, o Tommy, porque ainda, inesperada e inexplicavelmente, ainda espera que seja possível casar por amor.

O que Penélope não esperava era que na mesma noite que descobre que o pai anexou ao seu dote as terras de Michael, as terras em volta do Solar de Falconwell, a única coisa que Michael não perdeu, e que é uma das coisas que ele deseja de volta como parte da vingança, ela iria encontrar um homem misterioso, nas mesmas terras, em uma noite fria, com neve, ela encontra-se com o homem no qual seu amigo, seu melhor amigo, se transformou. Um homem capaz de tudo, até de casar com ela à força, para ter de volta as terras de sua infância.

"Vai me raptar, então? Pedir Falconwell como resgate?"
"Não, embora essa não seja uma ideia tão terrível." Ele estava tão perto que ela conseguia sentir seu cheiro, bergamota e cedro, e Penélope fez uma pausa diante da sensação do hálito dele roçando a pele de seu rosto. "Mas tenho algo muito pior em mente."
(...)
"O... o quê?"
Ele deslizou a ponta de um dedo pela longa coluna do pescoço dela, deixando um rastro de fogo em seu caminho. A respiração de Penélope prendeu na garganta com aquele toque... um calor malicioso e uma sensação quase insuportável.
"Você tem as minhas terras, Penélope", ele sussurrou em seu ouvido, com a voz baixa, clara e completamente perturbadora, ao mesmo tempo em que a fazia sentir espirais de ansiedade, "e eu as quero de volta." pag 48/49

Como Michael, que não aceita que ela o chame pelo nome de sua infância, agora Bourne, é sincero e fala a verdade, apesar da sua forma bruta e fria, e como Penélope não consegue resistir ao homem e consegue ver o amigo bem no fundo da alma dele, eles selam um acordo de casamento, rápido e urgente, mas de forma a preservar o futuro das irmãs mais novas, ainda solteiras de Penélope, a conseguirem casamentos bons e com possibilidade de felicidade e até mesmo amor.

Ao chegarem a Londres o casamento é cheio de dificuldades, mas sempre que se encontram, se tocam, as faíscas e o fogo se alastram, e eles criam um conto de fadas para que Michael retorne à sociedade e consigam casamentos bons para Philippa e Olívia. E ao dizerem o conto de fadas é quase impossível dizer o que é real ou o que é mentira, mesmo para Michael e Penélope.

"Não tinha tempo para sua nova esposa. Certamente não tinha tempo para seus sorrisos silenciosos, sua língua rápida e para a forma como ela o lembrava de tudo o que havia perdido. De tudo para que ele havia virado as costas. Não havia espaço em sua vida para que conversassem, para ficar interessado no que ela tinha a dizer, para considerá-la divertida ou importar-se sequer um pouco sobre como ela se sentia a respeito das irmãs ou sobre como ela havia lidado com o noivado rompido, anos atrás." pag 112

O Cassino e os sócios de Michael, Temple, Chase e Cross, o mantém ocupado e afastado da tentação que é a mulher, da tentação que é não encostar nela e em não fazê-la realmente a mulher mais feliz de toda a Inglaterra.

Cada parte do livro começa por uma carta de Penélope e Michael, ou apenas dela, já que depois de um tempo ele não mais respondia às cartas... e vamos acompanhando a amizade de infância e a dificuldade que é para ele se manter longe dela, e não se apaixonar pela mulher forte e encantadora que era a SUA mulher, sua melhor amiga de infância.

"Você quer mais a sua vingança."
"Quero as duas coisas. Quero tudo."
Ela se virou de costas para ele, falando para a rua, fora da janela da carruagem, subitamente irritada.
"Ah, Michael, quem foi que lhe disse que podia ter tudo?" pag 230

Mais um livro encantador, sobre amor possível de fazer a redenção, uma história de amor e redescoberta do amor, um amor antigo que na realidade nunca morreu.

Um livro bem escrito, bem editado, com pequenos erros de digitação, um bom acabamento editorial e que mostra o carinho com que a Editora Gutenberg está tendo com os Romances de Época que está trazendo para o Brasil.

Já quero o livro dois, e o três e o quatro... quero ler todos de uma vez.


Esta resenha dá direito a mais pontuações na Promoção do Mês do Romance de Época, clique na imagem e participe:

4 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.