Um outro olhar #23 by @lorenaccarmo: O Garoto de olhos azuis - Raiza Varella

Antes de mais nada preciso pedir desculpas para a Raiza pela demora da resenha, eu tive alguns problemas e não consegui ler o livro, e pedi à minha sobrinha que faz o curso de Letras - Tecnologia de edição,  e de vez em quando vai, à partir de agora, participar aqui no Fotos e Livros, para ler e resenhar 'O garoto dos olhos azuis'.

Nossa convidada de hoje é a Lorena Carmo, @lohcarmo, minha sobrinha de coração e que pelo que vocês poderão ver abaixo, amou o livro.

O livro veio autografado, com muito carinho, eu prometo, Raiza, que vou ler o livro e em breve falarei o que acho, mas já tenho certeza que vou amar, porque não foi apenas a Lorena que me disse que amou!
Sinopse

E agora, sem mais delongas, vamos ler a resenha da Lorena:


O que dizer de "O garoto dos olhos azuis"?

Bom, o livro é surpreendente! Sim! A leitura te prende, você fica ansioso para saber o que vai acontecer a seguir. E não se cansa de se emocionar, rir e se divertir com todas as trapalhadas da Bárbara.

Sobre o final? É surpreendente!

Bárbara ganhou seu primeiro beijo de um enigmático garoto de olhos azuis que a tirou de uma situação humilhante e lhe deu um pouco de esperança quando ainda era uma garotinha. O único problema é que ele sumiu antes mesmo que ela tivesse a chance de perguntar seu nome. Resultado: Ela passou anos com o tal garoto na cabeça, sonhando acordada que um dia o encontraria, ou pelo, menos alguém semelhante a ele. Porque querendo ou não foi ele quem enfiou em sua cabeça que o  príncipe encantado poderia existir na vida real, mas claro, isso não aconteceu, então ela acabou seguindo com a vida.

"Com o passar do tempo comecei a entender o que aquele garoto misterioso representava na minha vida. Um vazio. Um buraco que eu tentava preencher com uma lembrança antiga e embaçada. Sempre que algo dava errado eu voltava para o meu faz de conta, para o sonho encantado de que ele viria me resgatar, ele nunca mais veio, e mesmo assim eu nunca o deixei ir embora de dentro de mim. Eu precisava dele, precisava me agarrar aquela lembrança nos momentos de angustia. Ele era minha válvula de escape. Um final feliz no faz de conta da minha vida nada encantada."

Bem, ela é uma ruiva maluca (risos) que cresceu as margens de contos de fadas, sempre sonhando com o tal do príncipe encantado. Infelizmente ela descobriu, da pior maneira possível, que nem todos os romances têm final felizes. Ao ver-se traída pelas suas duas melhores amigas e pelo seu noivo,  decide fugir.

"Hoje eu vejo que é um grande erro criar as nossas crianças para acreditarem no amor verdadeiro, a Disney deveria ter vergonha de vender a pobres almas ingênuas sonhos que não se concretizam na vida real, hoje eu mataria com minhas próprias mãos a Cinderela se tivesse a chance de encontrá-la passeando de abóbora, seguraria a cabeça da Ariel fora da água até ela sufocar e riria até me dobrar se a fera devorasse a Bela. Todos aqueles contos de fadas entorpeceram a minha cabeça e me fizeram crer que um dia quando eu virasse a esquina iria dar de cara com um cara montado em um cavalo branco, e se eu tivesse sorte o cavalo teria asas e o cara me levaria para morar em seu castelo. Como hoje eu sei que não tenho sorte nenhuma, só posso rezar para não ser sequestrada e ser feita refém de algum maluco que queira uma empregada doméstica a baixo custo."

 Ela muda então  para o apartamento de seus irmãos (Gustavo e Augusto) que moravam com outros dois amigos (Ian e Bernardo). Ela tenta seguir com a "droga" da sua vida nada encantada ao lado de Vitório seu pit bull e fiel escudeiro.  Aos poucos, ela começa a seguir em frente e a reparar que talvez nem tudo esteja perdido, veja bem, ela não acredita mais nos contos de fadas, mas como todo ser humano, ela sente falta de companhia. Então começa a reparar no Ian, o único problema é que ela faz uma besteira atrás da outra, sempre tirando o rapaz do sério.

Todos os personagens são incríveis. Ian é o cara mais fofo e mais mau humorado que já conheci (Risos). Bernardo é decidido e só aparece quando é conveniente. Gustavo, irmão mais novo da personagem é meu preferido todo sentimental e paciente, já o Augusto, como a Bárbara mesmo diz, é um monstrinho, ciumento e extremamente possessivo, e por último a Vivian, irmã de Ian que se torna a melhor amiga dela, depois que ela é traída pelas as outras duas.

A Lorena deu uma pontuação excelente para 'O garoto de olhos azuis'


Quem quiser ler o livro, pode adquirir diretamente com a autora:
Adquira o seu!
contato@raizavarella.com

2 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.