Minhas impressões (MI-08/15): Bruxa da noite - Nora Roberts @editoraarqueiro #NoraRobertsArqueiro

Vou contar uma novidade para vocês: EU AMO NORA ROBERTS! Ler um livro em inglês é ótimo, mas relê-lo em português me emociona ainda mais, e isso aconteceu comigo com 'Bruxa da Noite'. O Primeiro livro da mais recente Trilogia de Nora Roberts, Primos O'Dwyer, os três livros foram lançados em inglês, entre outubro de 2013 e outubro de 2014, e já chegam no Brasil pelas mãos da maravilhosa e competente Editora Arqueiro.

Eu preciso abrir um parênteses e dizer que o que a Arqueiro tem feito por nós Noraholics não tem valor (é mais que Mastercard)... os livros da diva chegam rápido, com ótima tradução e edição e o melhor, com preços ainda mais maravilhosos!!!!! E é por isso que andam vendendo, muito mais do que quando eram lançados pela Bertrand, que sempre enrolou para lançar os livros de Nora Roberts, lançava livros antigos e a preços bem salgados... #prontofalei


"Como esposa do cennfine, o chefe do clã, todas as portas estariam abertas para ela. E por direito, pelo que e por quem era, sempre seria bem-vinda. Mas ela precisava de sua floresta, sua cabana, seu lar. Precisava ficar só tanto quanto precisava respirar. Sempre cuidaria dos seus, de sua casa e família, sua arte e suas obrigações. E, acima de tudo, dos preciosos filhos que tivera com Daithi. Ela não tinha nenhum medo da noite. Era conhecida como a Bruxa da Noite, e seu poder era enorme." posição 1%

A Trilogia, capas e nomes brasileiros:
  1. Bruxa da Noite
  2. Feitiço da Sombra
  3. Magia do Sangue



Sinopse


Minhas impressões

A Trilogia Primos O'Dwyer é passada na Irlanda, 'Ah, como amo este país!', e graças a Nora Roberts e seus maravilhosos romances passados lá... e com suas histórias mágicas, com círculos de família e amigos e amores e seus bruxos e feiticeiros irlandeses, assim como nas Trilogias da Magia, do Círculo, Os Donovan, e outras que não li, ainda. Como disse acima esta Trilogia teve o terceiro livro lançado em outubro do ano passado e ainda não o li em inglês, ainda, por falta de tempo.



Os Primos O'Dwyer são na realidade dois irmãos: Branna e Connor  O'Dwyer e uma prima distante, Iona Sheehan,nascida e criada nos EUA, que abandonou tudo por lá e viajou de mala e cuia para a Irlanda, para se encontrar com os primos e é tão bem recebida por eles que ela nem precisou procurar por nada, logo se acomodou na casa dos dois e começou a trabalhar como cuidadora de cavalos, e professora de equitação e guia à cavalo de excursões pela região do Castelo de Ashford.

"Um dia desejara ser bonita como a mãe, mas trabalhava com o que tinha – o charme. A única vez que vira a mãe de fato horrorizada fora uma semana antes, quando Iona cortara rente seus longos cabelos louros. Ainda sem ter se acostumado à mudança, passou os dedos por eles. O corte ficava bem nela, não ficava? Não realçava um pouco as maçãs do rosto? Não importava se lamentava esse impulso; lamentava outros. Experimentar coisas novas, assumir riscos – esses eram seus objetivos atuais. Não mais esperar para ver, o mantra de seus pais desde que se lembrava. O momento era agora." posição 12%


O livro, aliás todos os livros, começam com uma pequena passagem no passado, quando conhecemos a primeira Bruxa da Noite, Sorcha, aquela que dividiu e entregou para os três filhos, Brannaugh, Eamon e Teagan, seus poderes os transformando, quando juntos, em Bruxa da Noite, para destruírem, eles ou seus descendentes, o MAL, o feiticeiro maligno, Cabhan. Sorcha forjou os amuletos relacionados aos animais que protegem seus filhos e que os auxiliam com poder: o cão, para Brannaugh, o falcão, para Eamon e o cavalo para Teagan.

"- A deusa me dá poder para ficar neste lugar, neste momento. Faço este feitiço para proteger de todo o mal meus três filhos e todos que vierem deles e de mim. O cavalo, o falcão, o cão, pelo sangue se obrigam para sempre a proteger e servir de uma vida para outra, na alegria, na tristeza, na saúde, na discórdia. Na terra, no ar, na chama, no mar. Como eu farei. Que assim seja." posição 5%

E agora, nos dias atuais, os três se reencontram... e contam com a presença de seus animais e de amigos, muito próximos, e que vão juntos formar um círculo poderoso de amor, luz e magia para tentar vencer Cabhan.

"– Eu vou cuidar de você, pensou Iona. E você vai cuidar de mim.
– É óbvio que você é da família – murmurou Boyle. – Definitivamente, uma O’Dwyer. Entretida com o cavalo, Iona respondeu, distraída:
– Pelo lado da minha avó materna.
– Não é uma questão de lados, mas de sangue. Eu deveria ter imaginado pelo modo como você lidou com ele da primeira vez. Ele se encostou na cerca para estudar Iona longa e cuidadosamente. – Você não se parece com eles, com Branna ou Connor, porque é pequena e loura. Mas ainda assim é uma questão de sangue." posição 24%

Ao chegar na Irlanda, Iona é acolhida por Branna e Connor e contratada no estábulo de Finbar Burke e Boyle McGrath e logo faz amizade com Meara Quinn... vocês já devem imaginar que os três serão os pares românticos de Branna, Iona e Connnor e partes do círculo de magia.

"– Família – disse de novo. – E, mais do que isso, uma família com o tipo de problema e objetivo que pode fazer com que tomemos um pé na bunda ou enfrentemos algo ainda pior amanhã ou depois. Então acho que não temos tempo para desperdiçar ou não fazer o que nos deixa felizes. Falando como alguém que viveu sua vida sem ser completamente feliz, gostaria de mudar isso, ainda mais considerando o potencial de pés na bunda. E a minha grande experiência com eles." posição 47%

Boyle é um homem forte, mas sem magia, bonito, sexy, mas rude, que mesmo sentindo uma forte atração pela pequena Iona, e tendo convivido a vida inteira com Branna, Connor e Fin (também um bruxo poderoso) e suas magias e histórias, parece ter medo da magia de Iona e não se entrega facilmente ao sentimento poderoso que os une.

"Na sobrancelha esquerda do homem havia uma cicatriz fina como um raio. Por motivos que Iona não podia compreender, ele produziu uma pequena e deliciosa tempestade de luxúria dentro dela. Caubói, pirata e indômito cavaleiro tribal. Como ele podia ser três de suas maiores fantasias num único pacote? Boyle McGrath. Iona disse o nome dele em sua cabeça e pensou: você poderia ser um problema para mim, e fico muito interessada quando se trata de um problema." posição 21%


Em Bruxa da Noite temos alguns encontros de Iona com Cabhan e uma tentativa do círculo O'Dwyer de acabar de vez com a maldição... mas como estamos falando de uma trilogia, não é ainda neste livro que vamos ficar livres dele.

"– Você está muito calma – murmurou Connor. 
– Eu sei. Isso é estranho. Por que se preocupar quando isso tem que ser feito, não é? E ainda assim eu deveria estar agitada, mas só me sinto... bem. Talvez esteja guardando a agitação para quando isso estiver terminado. Então provavelmente falarei como uma idiota até vocês me baterem e me deixarem inconsciente. Mas, neste momento, estou pronta." posição 91%

"Com vinho, música e luz, pensou. Eles tinham atravessado o fogo e afastado a escuridão por mais um dia." posição 96%




Adoro os livros de Nora Roberts, suas trilogias, suas séries e tudo que ela escreve... quem, como eu, já leu muitos livros dela, por vezes percebe semelhanças em fatos, lutas, magias e amores que já aconteceram em outros livros, mas mesmo assim os livros dela são sempre MARAVILHOSOS!!! Eu amei Iona e Boyle. E como sempre, depois de ler um livro passado na Irlanda, quero viajar por aquele país e conhecer seus castelos e igrejas e paisagens. Em Bruxa da Noite fiquei com vontade de conhecer:


Ballintubber Abbey, a igreja onde Pierce Brosnan (meu ator favorito de todos os tempos e meu Roarke) se casou com a segunda mulher.

E o Castelo de Ashford:

Aguardando ansiosamente a chegada dos próximos livros desta maravilhosa Trilogia....



1 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.