Aqui tem banca Harlequin #78: Orgulho & Paixão - Nora Roberts #OsMacGregors3


Post fixo em homenagem aos romances de banca Harlequin, à partir de 2014, sempre às terças-feiras. Excepcionalmente, hoje na quinta-feira.


Este mês é mês da Diva Nora Roberts e eu só consegui colocar resenha de um único livro dela, até agora... mas vou tentar me redimir e colocar pelo menos mais duas... da série MacGregors.


A série:

  1. Jogo de sedução
  2. Destino Tentador
  3. Orgulho& Paixão
  4. Encanto da Luz
  5. Hoje e sempre
  6. Instinto de amor
  7. Beijos que conquistam
  8. O Amor nunca é demais
  9. Um Vizinho Perfeito/Um Mundo Novo
  10. Rebelde

Minhas impressões

Hoje vou falar de Alan MagGregor, o primogênito de Daniel MacGregor e aquele que mais se parece com a mãe, em sua paciência e inteligência, mas é poderoso como o pai... tanto que é Senador dos EUA, e possível presidente, não li os próximos livros (que falam sobre os filhos dos filhos de Daniel MacGregor) e provavelmente irá nos contar se Alan será presidente.

"- Olá, Senador. - Write deu um tapa firme nas costas de Alan. - É bom vê-lo fora da arena. Acho que não conseguimos seduzi-lo o bastante para fazê-lo sair da toca.
- É só oferecer um bom uísque, Charlie. - O senador ergueu o copo. - É sempre um bom truque.
- Normalmente é necessário bem mais do que isso - corrigiu Write. - Você costuma varar as noites trabalhando, Alan." pag 17

Alan é um ótimo político, tem a boa política no sangue, é novo, tem apenas 35 anos, mas já está sendo cotado para a presidência, ele ainda é solteiro, mas em 'Orgulho & Paixão' tudo vai mudar.

Alan vê Shelby Campbell em uma festa e logo se encanta com a mulher que se adapta bem ao ambiente de Washington, mas não é nada convencional, nada padronizada... ela mais parece uma sereia mágica... "uma mistura de Esmeralda e Heidi", e se aproxima, começa uma conversa e a atração mútua é imediata, mas Shelby não quer se relacionar com ninguém, muito menos com um político.

"- É assim que se refere à política? - Alan se remexeu no assento. A almofada em suas costas era fresca e acetinada. Ele imaginou que a pele dela deveria ser igual.
- Não é apropriado? - revidou ela. - Uma dedicação às massas, um fetiche por papelada e gosto pelo poder." pag 43

O pai de Shelby foi senador e estava em campanha para a presidência quando foi assassinado na frente da família, e isso mudou as suas vidas, os dois filhos tem traumas por isso. O quarto livro fala o irmão de Shelby, Grant Campbell.

Mas apesar das resistências de Shelby e da 'inimizade' entre as famílias, desde a Escócia, MacGregor e Campbell, e porque Alan é um escocês persistente e não desiste até conquista-la... eles acabam se amando e têm a aprovação até do patriarca MacGregor, Daniel que se encanta e encanta com a nora.

"Shelby se enroscou ao corpo másculo, com os olhos fechados, até conseguir tranquilizar a respiração. A mente e o corpo plácidos, como se a tempestade de paixão não tivesse passado de um sonho. Mas fora real, e sua participação nela, a maneira sem reservas como se entregara ao fogo da paixão, era o combustível da serenidade que sentia e não sabia que procurava até aquele instante. Alan era a paz que sonhara, seu coração e refúgio." pag 143

Por causa do trauma de infância de Shelby pode atrapalhar o amor de Alan e Shelby e o futuro político de Alan MacGregor?


Mais uma maravilhoso livro de Nora Roberts.
Só não dou 5 'estrelas' porque eu queria mais dos dois juntos.

0 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.