Um outro olhar #21 by @letiolive: Minha Vida Cor-de-rosa #SQN


Uma nova coluna... com um convidado amigo... para postar resenhas... resenhas de livros diferentes... livros que não tivemos oportunidade de ler... ou que tem uma outra concepção dos livros que normalmente resenhamos... e por que chamarmos de 'Um outro olhar'?

Olá pessoal, hoje estamos trazendo mais uma resenha da Letícia... e hoje é uma diferente e bem interessante.

Vim aqui para contar uma experiência muito legal que vivenciei em relação aos livros. Esse post vai ser em parte uma resenha e em outra um convite. Pois Minha Vida Cor-de-rosa #SQN é um livro que está sendo escrito de uma forma muito diferente. Estranhou que usei “está sendo” ao invés de foi? Isso tem um motivo e vou explicá-lo.

O autor do livro Vinicius Campos (Se você ou um irmão/irmã ou primo/prima mais novinho reconheceu esse nome é porque além de autor e jornalista, ele também é ator e trabalha no Disney Junior, um canal da Disney que também tem parte de sua programação exibida pelo Disney Channel.) teve a ideia de demonstrar o seu processo criativo através de hangouts no Google+, onde escrevia esse livro em tempo real. A ideia foi apresentada à editora Rocco, que deu carta branca e publicará o livro, primeiro em e-book e se fizer sucesso, a versão impressa será publicada depois.

Gosto do meu pai, porque ele consegue sair do mísero papel de pai pra ser um cara bacana, sabe? Como se ele entendesse quem eu sou e não fizesse um drama por causa disso. Ok, você quer embrulhar o espelho? Eu coloco uma frase bacana no papel e está resolvido. Esse é meu pai! Já a minha mãe... (pagina 20 do e-book)
Quando disse que o livro ainda estava sendo escrito é porque a maior parte do livro foi escrita durante os hangouts (sendo que o último hangout será hoje) do projeto e o final vai ser escrito de maneira off-line, para não estragar as surpresas da trama.

A trama é voltada para o público adolescente, mesmo assim, ela consegue ser atrativa para os mais adultos, devido ao mistério que há nela. Oyster, uma garota gótica que prefere esse apelido do que ser chamada de Ludmila, muda com sua mãe de São Paulo para São Francisco Xavier após a noticia que seu pai se suicidou nessa cidade. Ela decide sair de casa após ficar de saco cheio dos comentários e atitudes de sua família, e ao entrar em uma loja de conveniência, ela acaba se tornando refém de um roubo e nesse momento ela acaba conhecendo os outros dois reféns do roubo: JP, o filho do prefeito da cidade que vivia em Nova York, e Gorky, um jovem simples e esforçado que nunca conheceu o pai pessoalmente, somente recebeu cartas dele. Mas quando Oyster desconfia de que seu pai não se matou e realiza uma investigação sobre isso, ela começa a ver que sua vida está ligada a JP e Gorky de uma forma mais forte do que ela imaginava.

Entrou um homem negro usando terno. Todos o olharam, alguém se aproximou e o chamou de prefeito. Ri. Era engraçado, fiquei imaginando o prefeito de São Paulo indo a cada um dos assaltos que acontecem lá. (pagina 161 do e-book).
A parte boa da leitura durante os hangouts é que era possível mandar suas ideias, opiniões e sugestões ao vivo durante a leitura, o que fazia meu lado de escritora que estava escondido dentro de mim começar as criar teorias e imaginar o que iria acontecer. E muitas vezes, eu acertava sobre o rumo da história. Mas quando o livro completo for publicado, eu espero me surpreender mais sobre o que vai acontecer. O próprio Vinicius me disse que vão acontecer coisas que eu nem imaginava que iriam ocorrer na trama.

Ao mesmo tempo, conversar com o Vinicius durante a escrita, seja pelo Google+ ou pelo Twitter (a conta do Vinicius é @vini80) também me passou noções sobre como é difícil a vida de escritor e dicas de como escrever uma boa história, como a importância da pesquisa sobre cenários, a leitura de seu próprio texto durante a escrita, e a necessidade de um autor divulgar o seu trabalho.

Senti meu coração disparar. Minhas pernas tremiam, mas eu não sabia exatamente porque. Comecei a correr porque queria me distanciar de lá o mais rápido possível. Minha cabeça estava confusa e eu não entendia o que tinha feito pra aquela mulher. Me doía esse maltrato tão gratuito. Eu não tinha feito nada e nem entendia bem o que ela queria me dizer sobre as nossas famílias. (pagina 215 do e-book)
Para quem quer ver os vídeos dos hangouts, procurem no Google pelos eventos de Minha Vida Cor-de-Rosa #SQN e para ler o que publicado do livro até agora, acesse o site.

Agora eis a parte de convite que falei sobre esse post. Para encerrar o projeto, será realizado um hangout hoje as 17h, em que Vinicius Campos, Joseph Bregeiro, o co-fundador e CTO da plataforma de autopublicação Widbook, Gabriela Dias, criadora do grupo Amigos dos Editores Digitais e colunista do PublishNews (site de noticias sobre o mercado literário, e  Vivi Maurey, editora-assistente da Rocco Jovens Leitores,  iram discutir sobre o processo de publicação de um livro, a questão da autopublicação, seja impresso quanto em e-book, o processo de revisão, entre outras coisas que envolvem a produção de um livro. Para quem se interessa pelos bastidores da criação de um livro, quer começar a escrever ou se interessa em e-book, é uma ótima chance de saber mais sobre esses assuntos. O link será divulgado pela Rocco no Twitter deles (@editorarocco), no Facebook do selo Rocco Jovens Leitores (http://www.facebook.com/roccojovensleitores) e no Twitter do Vinicius Campos momentos antes do hangout.

Um abraço a todos e até a próxima resenha!


Parece que o Hangout já passou :(  Mas o livro ainda continua sendo escrito... para quem se interessar, sigam os links que a Lê postou na resenha. Me desculpem! Assinado: Cinthia

2 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.