Minhas impressões (MI-24/14): Enfeitiçados pelo desejo - Sylvia Day @LeYtoras

Primeiramente, quero pedir desculpas às leitoras do blog, estou me dedicando aos estudos e apesar de continuar lendo, ou fico louca, não estou conseguindo resenhar tudo o que leio, principalmente porque tenho lido muitos livros em inglês... mas hoje venho com um livro de Sylvia Day, lançado por outra editora, a mulher lançou livros no Brasil por quatro editoras... se não me enganei :(

Meu primeiro livro Sylvia Day, foi 'Toda Sua', que até agora é para mim o melhor de todos que já li... mesmo os outros da Série Crossfire não foram tão bons... acho que a palavra que traduz a minha 'relação' com a autora, atualmente, é decepção... acho que ela se perde, enrola... e quando o assunto é mesclar magia e sexo... aí ela se perde muito... já senti isso em 'Um toque de vermelho', este livro que vou falar agora, pelo menos é melhor do que o anterior, mas é muito confuso.

Compre na Amazon Brasil


Minhas impressões

Como eu disse acima, a magia e Sylvia Day não combinam muito, eu não consegui entender muito bem os nomes de 'raças' mágicas... não sei se é confusão da autora ou da tradução.

"Caçadores eram os mais poderosos dentre os mágicos e não precisavam dos acréscimos que os Familiares forneciam. Mantinham o mundo mágico limpo, rastreando e lidando com qualquer rebelde que desafiasse o comendo do Conselho Superior." posição 10%

Max é um poderoso Caçador, enviado pelo Conselho para 'domar' Victoria, que é uma Familiar, mas que ao perder seu marido, Darius, também caçador, herdou todo o poder dele. Mas o encontro de Max e Victoria é arrebatador, quente e irresistível, para eles... e com dificuldades que podem os separar.

"Ela não podia perdê-lo como havia perdido Darius. O Conselho ficaria furioso por ter sido frustrado pela segunda vez. Seu despeito lhe havia custado um amor. Ela se recusava a permitir que lhe custasse outro.
Era melhor perdê-lo para uma vida separada dela do que para a morte.
Então ela cobriu a boca para abafar a dor e o deixou." posição 26%

Apesar de confuso o livro tem um casal forte e quente, cativante e que consegue vencer as dificuldades, lutas e ficar juntos.

" Ele pressionou sua boca na dela, e Victoria relaxou, varrendo as preocupações para fora de sua mente. Eles tinham isso. Se tinham um ao outro. O resto iria se resolver.
Ela o beijou de volta, seus lábios se curvando com amo em um sorriso felino." posição 99%


Capa original

Sinceramente, acho que Sylvia Day deveria se concentrar em terminar a série Crossfire e depois escrever mais romances contemporâneos sem querer entrar na magia ou paranomalidade. Ela está se perdendo, assim como J. R. Ward.

2 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.