Minhas impressões (MI-19/14): À espera de Frankie - Maeve Binchy @BertrandBrasil

Em 2012, quase dois anos atrás, li um livro de uma autora irlandesa, como amo a Irlanda, Coração e Alma, que me encantou, me conquistou e que morreu pouco tempo depois... fiquei muito triste com a notícia, agora, a Bertrand está lançando mais um livro de Maeve Binchy e não resisti e pedi, mais um livro tocante e lindo!!!!

"Noel baixou o olhar e viu o bebezinho com os olhos cheios de lágrimas.
- Sua mãe não queria deixá-la, pequenininha - sussurrou ele. - Ela queria ficar com você, mas teve de partir. Agora, somos nós dois. Não sei como vamos nos virar, mas vamos dar um jeito. Temos de cuidar um do outro.
O bebê olhou para ele solenemente como se estivesse prestando atenção às palavras e como se quisesse guardá-las em sua memória." pag 125
Sinopse

Autora best-seller em todo o mundo está de volta com uma história cheia de alegria e esperança

Mesmo após seu falecimento em 2012, Maeve Binchy permanece, segundo milhões de leitores, como a maior escritora de romances familiares depois de Rosamunde Pilcher. Com todos os livros presentes nas principais listas de mais vendidos do mundo e com críticas positivas nos mais renomados veículos de comunicação, seu novo livro À espera de Frankieteve tiragem inicial de 150 mil exemplares nos Estados Unidos, e foi considerado, quando lançado, um dos melhores do mês pelo The Washington Post.

A mãe de Frankie está desesperada para encontrar alguém que cuide de sua filha, mas não tem muito tempo de vida. Noel não parece ser o mais promissor dos pais, mas, apesar de tudo, pode ser a maior esperança da menina. Lisa está pronta para abrir mão de tudo pelo homem que ama; mas será que ele vai retribuir seu amor? E Moira sabe o que é certo e tem o poder de mudar a vida de Frankie, porém também tem segredos a esconder.

À espera de Frankie é uma história sobre famílias não convencionais, relacionamentos que não são o que parecem e um bebê no centro da vida de todas as pessoas.

Uma das grandes qualidades de Maeve Binchy é introduzir novos personagens na história sem causar estranhamento, fato comum em romances com vários heróis. E, depois que eles estão inseridos na trama, os leitores dificilmente conseguem não se apegar, seja para o bem ou para o mal.


Sobre o livro no site da autora:

Baby Frankie is born into an unusual family. Her mother is desperate to find someone to take care of her child and she doesn't have much time. Noel doesn't seem to be the most promising of fathers but despite everything, he could well be Frankie's best hope. As for Lisa, she is prepared to give up everything for the man she loves; surely he's going to love her back? And Moira is having none of it. She knows what's right, and has the power to change the course of Frankie's life... but Moira is hiding secrets of her own.
Minding Frankie is a story about unconventional families, relationships which aren’t quite what they seem, and the child at the heart of everyone's lives

Tradução:
A bebê Frankie nasceu em uma família incomum. Sua mãe está desesperada para encontrar alguém para cuidar de seu filho e ela não tem muito tempo. Noel não parece ser o mais promissor dos pais, mas apesar de tudo, ele poderia muito bem ser a melhor esperança de Frankie. Quanto a Lisa, ela está preparada para desistir de tudo pelo homem que ama, com certeza ele vai amá-la de volta? E Moira não tem nada disso. Ela sabe o que é certo, e tem o poder de mudar o curso da vida de Frankie... mas Moira está escondendo segredos sobre ela mesma. 
"Minding Frankie" é uma história sobre famílias não convencionais, relacionamentos que não são bem o que parecem, e a criança no centro da vida de todos

Minhas impressões

À Espera de Frankie é um livro que trás personagens de Coração e Alma, é tão bom reencontrá-los e saber como estão... mas não é uma continuação ou tipo uma série... apenas um livro com personagens que se 'repetem', ambos podem ser lidos separadamente, mas quando já se leu o primeiro livro tudo fica mais saboroso.

Novamente Maeve Binchy faz uma 'colcha de retalhos' com as histórias dos personagens principais que vão sendo conhecidos à medida que vamos lendo... logo no início conhecemos Katie Finglas, que tem um salão de cabelereiros junto do marido Garry... e é procurada pelo Padre Bryan Flynn para que ela vá arrumar o cabelo de uma moça que está internada no Hospital Santa Brígida.

Josie e Charles Lynch são um casal dos mais sérios e católicos e criaram um filho, Noel, já adulto, mas mais perdido na vida que um adolescente decidindo a vida. Emily é a única sobrinha de Charles, uma americana, que resolve ir a Dublin conhecer o país de seu pai e que tem papel fundamental em todo o livro, porque é Emily quem muda os corações de seus tios e primo e ajuda muitas pessoas na Vila São Jarlath.

"Noel não se envolveu muito na visita, fazendo apenas o que precisava fazer, como ajudar o pai a pintar o quarto dela e esvaziar o banheiro do andar de baixo, onde colocaram azulejos nas paredes e instalaram um chuveiro novo. Não sabia muito sobre ela; era uma mulher mais velha, de cinquenta e poucos anos talvez, filha única do irmão mais velho de seu pai, Martin. Era professora de artes, mas perdeu o emprego inesperadamente e estava usando suas economias para conhecer o mundo. Começaria por Dublin, que seu pai deixara muitos anos antes para ir atrás de dinheiro nos Estados Unidos." pag 15

Frankie é um bebê que vai nascer, sua mãe, Stella Dixon, está internada na unidade de oncologia do Hospital, e é ela quem precisa arrumar o cabelo... para pedir algo muito importante a uma pessoa que quase não conhece, ela vai morrer no dia que a filha nascer. Stella conta a Noel Lynch que ele é o pai do bebê, concebido em uma noite em que ele nem mesmo se lembra de ter estado com Stella, de tão bêbado que estava, aliás, Noel é alcoólatra e mesmo antes de saber que teria que cuidar de Frankie decide parar de beber.

"- Você sabe o que estou querendo dizer. Uma mulher atraente como você deve ter tido muitos parceiros.
- Uma mulher sente essas coisas. Você realmente acha que eu escolhi em uma lista de candidatos? Que eu telefonaria para você, um bêbado naquele mausoléu que você trabalha, fazendo um serviço inútil? Você mora com seus pais, pelo amor de Deus! Por que eu pediria para você, entre todos os outros, para ser o pai do meu filho se não fosse verdade?" pag 48

E é aí que a vida de Noel muda, ele tem que mudar e lutar várias lutas todos os dias, para convencer a assistente social, general Moira Tierney.

"Tinha encarado o primeiro fato e ainda podia se lembrar do brilho no rosto de Stella naquela manhã. Ela não achava que ele era um fracassado, nem um pai incorrigível para a filha dela.
Agora, ele precisava encarar o alcoolismo." pag 68

Para ajudar Noel a cuidar da bebê, que perdeu a mãe no dia que nasceu, vários vizinhos e amigos se unem para cuidar dela, enquanto ele está trabalhando ou indo às reuniões do AA, ou estudando, fazendo uma faculdade três noites por semana, a fim de melhorar a sua vida profissional e pessoal. É na faculdade que Noel conhece Lisa Kelly, irmã de Katie Finglas, e que acaba se tornando amiga dele e também ajudando a tomar conta da pequena Frankie.

"Lisa sentiu uma onda de carinho pelo pequeno e indefeso bebê, contando com duas estranhas, Emily e Lisa, para ajudarem-no a sobreviver àquele dia. Imaginou se algum dia alguém cuidou dela assim quando era pequena. Possivelmente não, pensou com tristeza." pag 142

Dentre os amigos que ajudam a tomar conta de Frankie, temos os pais de Declan, os Carroll, assim como outros personagens que aparecem me Coração e Alma. Uma rede de parentes e amigos se ajudando, desde cuidar de uma bebê até a superação de vários problemas individuais. Inclusive a assistente social Moira tem sua vida afetada pela pequenina e tem muita dificuldade de entender e aceitar as relações em volta da menina que é amada e ama todas as pessoas que a cercam.


Um livro que merece ser lido por quem gosta de histórias de superação, amizade, carinho...

Achei que no final a autora se perdeu, principalmente em relação à Assistente Social, Moira, ficamos aguardando mais fatos, e só por isso não darei 5 'estrelas' a este livro.


Mais uma vez a Bertrand faz um belo trabalho na edição brasileira, capa linda (imagem e acabamento) e sem problemas de tradução e edição.



Coincidentemente, ontem ao ler o Jornal Estado de Minas, a parte que fala sobre livros, Miriam Pinheiro está falando sobre este livro. Leiam aqui.

Maeve Binchy nasceu em Dublin e cursou a University College na mesma cidade. Após um período lecionando em escolas que só aceitavam meninas, ela foi trabalhar no Irish Times. Seu primeiro livro, Light a Penny Candle, foi lançando em 1982, e desde então ela escreveu mais de vinte livros, todos best-sellers. Vários foram adaptados para o cinema e para a televisão, e os mais famosos são Circle of Friends e Tara Road. Pela Bertrand Brasil, publicou o best-seller Coração e Alma. Recebeu o prêmio Lifetime Achievement da British Book Awards em 1999 e o Lifetime Achievement da RNA em 2010. Faleceu em 2012. Visite www.maevebinchy.com

Neste livro temos uma citação que pode ser usada para esta autora, que nos deixou em 2012, e que ao deixar estes livros tão encantadores deixou sua marca e para sempre será lembrada.

"- Tem uma filosofia que diz que se lembrarmos de uma pessoa, nós a mantemos vivas dentro de nós - disse ele.
Houve um silêncio. Ele preferia não ter falado.
Mas eles estavam assentindo.
Se o ato de se lembrar de uma pessoa significava mantê-la viva, então Muttie viveria para sempre." pag 394

2 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.