Minhas impressões (MI-11/14): Fix You - Carrie Elks @CarrieElks - na torcida para o livro ser lançado no Brasil

Ando lendo muitos livros em inglês, participando de Blog (books) Tours e estou amando cada um dos livros e autoras que estou conhecendo por este 'trabalho'...

Recentemente, descobri uma autora que já está sendo apresentada a Editoras Brasileiras, assim como Mary Whitney (sobre quem já falei aqui), pela Bookcase, uma agência brasileira, com vários autores interessantess. E a Flávia, uma das sócias, me apresentou a Fix You e Carrie Elks, e li este livro, mais que delicioso, na realidade, o devorei, não consegui parar de ler até terminar.

Antes que eu comece a falar sobre o livro, peço que o adicionem com 'Want to read' no Goodreads para que as nossas Editoras possam ver que ele está desejado.

Sinopse


"Richard, we had a baby."
31st December 1999. Seventeen-year-old Brit, Hanna Vincent, meets New Yorker, Richard Larsen; a Columbia student and step-son of scion Leon Maxwell. Divided by wealth, distance and a common language, an unconventional friendship grows between the two.
From London to New York, from 1999 to 2012, Fix You follows the story of quirky, music-loving Hanna and handsome, driven Richard as they fall in love and are torn apart. Emotional and touching, this is a story of second chances. Is their shattered love beyond repair?
Tradução:

"Richard, nós tivemos um filho".
Em 31 de dezembro de 1999, a Britânica Hanna Vincent conhece o Americano Richard Larsen, um estudante da Universidade de Columbia, e filho adotivo do magnata Leon Maxwell. Mesmo separados pela distancia e classe social, uma amizade nada convencional começa a nascer entre os dois.
De Londres a Nova York, de 1999 até 2012, Fix You narra a história da apaixonada por música e excêntrica Hanna, e do encantador e determinado Richard, do momento em que eles se apaixonam e a cada dolorida separação. Esta é uma história de segundas chances, comovente e emocionante. Será que este amor despedaçado vai conseguir sobreviver?


Minhas impressões

O livro começa com um Prólogo (em maio de 2012), leia abaixo:


EXCERPT

Prologue
May 12th 2012
Richard had filled out nicely since she had last seen him. The thin cotton of his shirt clung to his biceps, skimming his taut abdomen as it tucked into his dress pants. His hips were still lean and tight, and she closed her eyes as she tried not to remember how they had felt between her thighs, as he had moved inside her, breathing softly in her ear, as she had moaned and whimpered and...
She shook her head. She wasn't standing in his large, oak-panelled office just to take a trip down memory lane, as pleasant as that might be. She had flown here, over three thousand miles, to tell him what he deserved to know.
Inappropriate laughter bubbled up in her throat as she considered the ridiculous melodrama of the situation. Her 17-year-old self would be rolling her eyes, wondering how this 29-year-old woman had managed to turn a seemingly promising life into a soap opera.
She glanced up at his face, looking at his lips, which had turned down into a deep scowl. His eyes had narrowed beneath his brows, and his straight, patrician, nose was slightly crinkled in response to her presence.
The contempt he felt toward her was radiating from him.
Hanna tried to keep her breathing steady, reminding herself that although she was in his office, on the penthouse floor of his building, this was her show.
She was in control.
If he viewed her with contempt now, God only knew how he would feel once he'd heard what she had to say. He had been an integral part of her life for so long—as a friend, a confidante, even a lover—but never before did he have the power to break her.
"As nice as it is to see you," he drawled, the tone of his voice making it patently clear that her being in his office was anything but nice, "I have a meeting in five minutes. Exactly what is it that you want?"
He had no idea, but this was it. Time to open her mouth and tell him what he needed to hear. Her arms suddenly felt heavy, and her fingers trembled; a physical manifestation of her nervousness. Her laughter was replaced by something more unsettling, as she tried to take in a deep breath and form the words that she had travelled all this way to say.
Her tongue darted out to moisten her lips. She watched his gaze move down to her mouth, staring at it with dark eyes, as her teeth drew in her bottom lip.
"Richard." Her voice was surprisingly strong. She could do this. She could tell him the truth, and then get the hell out of here.
Back on a plane.
Back home.
Back to him.
"Richard, we had a baby."


Tradução
Prólogo
12 de maio de 2012
Richard tinha ficado ainda melhor desde que ela o vira pela última vez. O algodão fino de sua camisa se ​​agarrava a seus bíceps, roçando seu abdômen tenso, e estava pra dentro das calças. Seus quadris eram ainda magros e firmes, e ela fechou os olhos quando ela tentou não se lembrar de como eles ficavam entre suas coxas, como ele havia se encaixado dentro dela, respirando baixinho em seu ouvido, gemia e gemia e...
Ela balançou a cabeça. Ela não estava em seu escritório com grandes painéis de carvalho só para fazer uma viagem pela estrada da memória, tão agradável quanto isso possa ser. Ela tinha voado até aqui, mais de três mil quilômetros, para dizer-lhe o que ele merecia saber.
Uma gargalhada imprópria borbulhou em sua garganta quando ela considerou o melodrama ridículo da situação. Ela aos 17 anos estaria revirando os olhos, imaginando como esta mulher de 29 anos de idade, conseguiu transformar uma vida aparentemente promissora em uma novela.
Ela olhou para o rosto dele , olhando para seus lábios, que tinha virado para baixo em uma carranca profunda. Seus olhos tinham se estreitado sob as sobrancelhas, e seu nariz reto ficou um pouco enrugado, em resposta a sua presença.
O desprezo que sentia por ela foi irradiando dele.
Hanna tentou manter a respiração constante, lembrando-se que, embora ela estivesse em seu escritório, na cobertura do prédio, este era o seu show.
Ela estava no controle.
Se ele a via com desprezo agora, só Deus sabia como ele iria se sentir, uma vez que ele ouvisse o que ela tinha a dizer. Ele tinha sido uma parte integrante da sua vida por tanto tempo, como um amigo, um confidente , mesmo um amante, mas nunca antes ele tinha o poder de quebrá-la.
"Mesmo sendo bom te ver", ele disse com voz arrastada, o tom de sua voz tornando-se patentemente claro que a sua presença em seu escritório não foi nada agradável : "Eu tenho uma reunião em cinco minutos. Exatamente o que é que você quer?"
Ele não tinha idéia, mas era isso. Hora de abrir a boca e dizer-lhe o que ele precisava ouvir. Seus braços de repente se sentiram pesados, e seus dedos tremiam, uma manifestação física de seu nervosismo. Seu sorriso foi substituído por algo mais inquietante, quando ela tentou tomar uma respiração profunda e formar as palavras que ela havia viajado de tão longe para dizer.
Sua língua saiu para umedecer os lábios. Ela viu seu olhar descer para a boca, olhando para ele com olhos escuros, como os dentes chamou em seu lábio inferior.
"Richard ". Sua voz era surpreendentemente forte. Ela poderia fazer isso. Ela poderia dizer -lhe a verdade,e, em seguida, dar o fora daqui. 
Voltar em um avião.
De volta para casa.
Volta para ele.
"Richard, nós tivemos um bebê."


Só este prólogo já nos mostra o quanto o livro é intenso... mas ele é apenas o prólogo, vamos acompanhando a vida de Hanna Vincent desde os seus 17 anos, na reveillon de 1999 para 2000, quando ela conhece Richard Larsen, na casa do pai dele em Londres... os pais de ambos são separados e apesar de ambos morarem com as mães, eles vivem em cidades diferentes...
Only this prologue already shows us how the book is intense... but he is just the prologue, we watching the life of Hanna Vincent from her 17 years in New Year's Eve from 1999 to 2000 , when she meets Richard Larsen, in his father's house in London... both  their parents are separated and although both they live with their mothers, they live in different cities ...


Desde o primeiro momento que eles se vêem já se sentem atraídos e começam uma amizade, à distância, ela vive em Londres e ele em Nova York, ela é filha da 'banqueteira' da família Larsen em Londres, acaba se tornando baby sitter e melhor amiga da irmãzinha de Richard, Ruby.
From the first moment they see themselves already feel attracted and begin a friendship, distance, she lives in London and he in New York, she is the daughter of 'caterer' the Larsen family in London, eventually she becomes nanny and best friend of Richard's sister, Ruby.

O livro vai contando os principais fatos da vida de Hanna e Richard por 12 anos, passando por fatos históricos mundiais, como o bug do milênio, a queda das Torres Gêmeas, a crise americana... além de fatos que afetaram a vida dos dois profundamente, de forma que eles passam de amigos a amantes e se separam e demoram 12 anos até que eles possam enfim, ficarem juntos em seu 'felizes para sempre'.
The book will tell the main facts of the life of Hanna and Richard for 12 years, passing by world historical facts, such as the millennium bug, the Twin Towers fell, the U.S. crisis... besides the fact that facts affected both their lives deeply so that they go from friends to lovers and separate and take 12 years until they can finally be together in their 'happily ever after'.

Eu gostei muito, muito da escrita de Carrie Elks, ela me cativou já com o prólogo e eu não consegui largar o livro, louca para saber o que aconteceria com Hanna e Richard, no próximo capítulo... o no próximo ano... temos os sentimentos dos dois, sofremos com os dois, e conhecemos as famílias de ambos, os pais, as mães, os meio-irmãos... e os personagens são entrelaçados de forma que a família Larsen (o pai, a madrastra, e os irmãos de Richard - Ruby e Nathan) que vivem em Londres,  acabam se tornando uma segunda família de Hanna, assim como seu melhor amigo Tom... têm papel quase principal no livro.
I enjoyed very very much the writing of Carrie Elks, she has captivated me with the prologue and I could not put the book down, dying to know what would happen with Hanna and Richard, in the next chapter... the next year... the book shows the feelings of both, we suffer with them, and know the families of both, fathers, mothers, half-brothers... and the characters are interwoven so that the Larsen family (Richards's father, stepmother, and brothers - Ruby and Nathan) living in London, eventually becoming a second family to Hanna, and her best friend Tom... have almost lead role in the book .

Um livro cativante, muito bem escrito, com muitos detalhes e que merece chegar ao Brasil e ao mundo inteiro com muito sucesso!!!!
A captivating book, very well written with lots of detail and it deserves to get to Brazil and to the whole world with great success !!!!!



Sobre a autora

Carrie Elks lives near London, England and writes contemporary romance with a dash of intrigue. At the age of twenty-one she left college with a political degree, a healthy overdraft and a soon-to-be husband. She loves to travel and meet new people, and had lived in the USA and Switzerland as well as the UK.
An avid networker, she tried to limit her Facebook and Twitter time to stolen moments between writing chapters. When she isn't reading or writing, she can usually be found baking, drinking wine or working out how to combine the two.

Carrie Elks mora bem próximo de Londres, na Inglaterra, e escreve romances contemporâneos com uma dose de intriga. Aos 21 anos ela saiu da universidade com um diploma em Ciências Políticas e uma conta bancária no vermelho, juntamente com seu futuro marido. Ela ama viajar e conhecer novas pessoas e já morou nos Estados Unidos, Suíça e também em outras partes do Reino Unido.

Sempre conectada, ela limita o tempo gasto em redes sociais, como Facebook e Twitter, enquanto escreve capítulos. Quando ela não está lendo ou escrevendo, você certamente poderá encontrá-la cozinhando, tomando um bom vinho ou mesmo tentando combinar os dois.


Ouçam a música que dá título ao livro, e leiam a letra e tradução... a música tem tudo a ver com o livro.


Fix You

When you try your best, but you don't succeed
When you get what you want, but not what you need
When you feel so tired, but you can't sleep
Stuck in reverse


And the tears come streaming down your face
When you lose something you can't replace
When you love someone, but it goes to waste
Could it be worse?


Lights will guide you home
And ignite your bones
And I will try, to fix you


And high up above or down below
When you're too in love to let it go
But if you never try, you'll never know
Just what you're worth


Lights will guide you home
And ignite your bones
And I will try, to fix you


Tears stream down your face
When you lose something you cannot replace
Tears stream down your face
And I


Tears stream down your face
I promise you I will learn from my mistakes
Tears stream down your face
And I


Lights will guide you home
And ignite your bones
And I will try to fix you

Consertar Você

Quando você tenta o seu melhor, mas não tem sucesso
Quando você consegue o que quer, mas não o que precisa
Quando você se sente cansado, mas não consegue dormir
Preso em marcha ré


Quando as lágrimas começam a rolar pelo seu rosto
Quando você perde algo que não pode substituir
Quando você ama alguém, mas é desperdiçado
Pode ser pior?


Luzes te guiarão até em casa
E aquecerão teus ossos
E eu tentarei, consertar você


Bem no alto ou bem lá embaixo
Quando você está muito apaixonado para esquecer
Mas se você nunca tentar, você nunca saberá
O quanto você vale


Luzes te guiarão até em casa
E aquecerão teus ossos
E eu tentarei consertar você


Lágrimas rolam no seu rosto
Quando você perde algo que não pode substituir
Lágrimas rolam pelo seu rosto
E eu


Lágrimas rolam pelo seu rosto
Eu te prometo que vou aprender com meus erros
Lágrimas rolam pelo seu rosto
E eu


Luzes te guiarão até em casa
E aquecerão teus ossos
E eu tentarei, consertar você

5 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.