Aqui tem banca Harlequin #62 (MI-04/14): Destino Tentador - Nora Roberts #OsMacGregors2

Post fixo em homenagem aos romances de banca Harlequin, à partir de 2014, sempre às terças-feiras. 

Eu li outro livro Nora Roberts, antes de ler este delicioso segundo livro 'Os MacGregors', mas preferi não fazer resenha... mas Destino Tentador, apesar de pequeno é bem bom.


A série:


  1. Jogo de sedução
  2. Destino Tentador
  3. Orgulho& Paixão
  4. Encanto da Luz
  5. Hoje e sempre
  6. Instinto de amor
  7. Beijos que conquistam
  8. O Amor nunca é demais
  9. Um Vizinho Perfeito/Um Mundo Novo
  10. Rebelde
Aqui você verá todas as novas edições, by Harlequin Brasil.

Sinopse

Minhas impressões

Os MacGregors é uma das séries mais famosas e queridas de Nora Roberts, e conta a saga de uma família, iniciando com os filhos de Daniel e Anna MagGregor (a história deles é no quinto livro - Hoje e sempre)... no primeiro livro vimos Serena (Rena) MacGregor se encontrar e se apaixonar pelo amigo da família, que ela ainda não conhecia, Justin Blade. Agora em Destino Tentador vamos acompanhar a história de Caine MacGregor (o segundo filho de Daniel e Anna) se apaixonando por Diana Blade, a irmã de Justin.

Diana e Justin tem uma grande diferença de idade, e viveram separados por mais de 20 anos, após a perda de seus pais ela foi criada por uma tia, rica e que a educou, mas sem dar amor e carinho...

"Fazia quase 20 anos que não via seu irmão. Pensava nele como um adolescente distante, empolgado e carinhoso. Amara-o com toda a intensidade que uma menininha de 6 anos podia amar um garoto de 16.
A imagem que tinha do irmão estava congelada no passado... um jovem bonito com cabelo escuro e olhos verdes. Lembrava-se de um ar arrogante de orgulho e autossuficiência. Ele era solitário. Mesmo aos 6 anos, Diana entendera que Justin Blade seguiria o próprio caminho." pag 07

Diana se ressente pela ausência e afastamento do irmão, mas agora que Justin se casou com Serena... Rena quer os reunir, e manda uma carta e uma passagem para que Diana vá se encontrar com eles em Atlantic City, no hotel de Justin e Serena.

"Por favor, venha e seja nossa hóspede no Hotel Comanche por quanto tempo quiser. Você e Justin têm muitas coisas para por em dia, e eu tenho uma irmã para conhecer." pag 09

Caine está de férias em Atlantic City e é quem vai pegar a irmã do amigo e cunhado no aeroporto, mesmo não acreditando que ela realmente vá, mas Serena tem certeza. E quando Diana chega, ele logo a reconhece pela semelhança com o irmão.

"Caine a reconheceu no minuto em que a viu. As maçãs salientes do rosto eram muito parecidas com as de Justin, assim como o tom de pele quase dourado. A herança indígena que eles compartilhavam era talvez até mais aparente na irmã. Os olhos não eram verdes como os de Justin, mas de um rico castanho-escuro. Olhos de camelo, pensou Caine quando se levantou. O nariz era reto e aristrocrático, a boca, desejosa. Não era um rosto que um homem poderia esquecer facilmente. Bonita, atraente, sexy." pag 11

Diana, assim como Caine, é advogada formada em Harvard, e conhece muito bem a fama de conquistador, o que a deixa com um pé atrás...

"-Então você fez Direito em Harvard. Parece que temos muito em comum. Família, universidade, carreira. Você está advogando?
(...)
- Você é realmente linda, Diana.
Era o modo como ele pronunciava seu nome que lhe causava aquele estranho arrepio, pensou ela. O homem era especialista em deixar as mulheres sem graça, lembrou-se. E fazê-las gostar disso.
- Você deixou uma certa reputação em Harvard, Caine. E não somente na sala de aula." pag 19

Mas Diana acaba percebendo que Caine é um homem carinhoso, que percebe os sentimentos das mulheres e as trata com consideração e respeito, o que deixa os sentimentos de Diana abalados... Caine a ajuda no relacionamento complicado com o irmão, assim como Serena.

"- Você tem fugido desde que saiu daquele avião - corrigiu ele. - E provavelmente desde muito antes. Está magoada e confusa, e é teimosa demais para admitir, até para si mesma.
- O que sou - disse ela por entre dentes - não é problema seu.
- Os MacGregors levam a família muito a sério. - Seus olhos se estreitaram, a cor se intensificou. - Quando minha irmã se casou com seu irmão, você se tornou problema meu.
- Não quero seu conselho de irmão.Ele sorriu, então afrouxou o aperto no pulso dela.
- Não me sinto seu irmão, Diana. - Caine usou o polegar para acariciar-lhe os dedos sensualmente. - Acho que ambos sabemos disso." pag 45


Diana e Justin acabam se entendendo e eles começam a ser amigos... e até mesmo uma família novamente.

"Estava ansiosa para rever Justin, sem nenhuma das dúvidas e dores que levara consigo para Atlantic City. Talvez agora pudessem ser simplesmente irmãos. Uma família... embora não como o clã MacGregor." pag 180


Diana e Caine se aproximam, com muita atração física, e se tornam 'amigos', mesmo com todos beijos quentes que trocam, e acabam se tornando 'parceiros' dividindo um escritório de advocacia, e uma secretária... eles se tornam amantes, mas a entrega emocional, é muito complicada para Diana... e quando os dois vão passar um final de semana, para comemorar o aniversário do pai dele, um casamenteiro contumaz, Daniel... a coisa fica ainda mais tensa porque, Caine declara todo o seu amor para Diana, que não consegue recebê-lo bem.

"- Que coisa, Diana, eu disse que a amo. Eu amo você.
Caine a beijou então, com um misto de raiva e paixão. Após um momento, Diana afastou-se com um protesto alarmado.
- Você me assusta - disse ela, os olhos se enchendo de lágrimas enquanto os dois se entreolhavam, a respiração de ambos irregular. - Eu disse que você não me assustava, mas era mentira. Você representa tudo o que eu sempre quis evitar. Não posso arriscar, entende Caine? Minha vida inteira fiz tudo em função dos outros. Agora que estou começando a me encontrar, não posso corresponder às expectativas de uma outra pessoa.
- Não estou lhe pedindo que atenda às minhas expectativas - disse ele. - Nunca pedi que você fosse ninguém além de si mesma.
Talvez fosse a verdade daquilo que mais a apavorasse." pag 206
(Lindo demais esta declaração de Caine... ah, como todos os homens deveriam ser assim... amar suas mulheres como elas REALMENTE são).

E é claro, eles conseguem resolver suas dificuldades, depois que Diana percebe o quanto ama e precisa de Caine ao seu lado.

"- Eu amo você. E se eu soubesse como seria bom dizer essas palavras, teria dito muito antes. Caine - segurando-lhe o rosto com ambas as mãos, Diana o fitou seriamente -, conhecê-lo, estar a seu lado, foi a melhor coisa que já me aconteceu, mas parecia mais seguro fingir que eu podia viver sem você." pag 222

O bom desta série é que podemos acompanhar, pelo menos um pouquinho, a vida dos outros casais, após o livro deles terminar... estou ansiosa pela história de amor do Senador Alan MacGregor, o próximo 'capítulo'....

3 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.