Minhas impressões (MI-72/13): Peça-me o que quiser - Megan Maxwell @Suma_BR

Este livro é para MAIORES DE 18, dos livros mais fortes que li desta onda erótica da literatura mundial...

É sério o livro é para MAIORES, nem sei se só de idade... rsrs Eu tinha dito, aqui, que eu não tinha gostado da sinopse, mas não resisti ao ler o primeiro capítulo.


Visite o Hot-site da série

Compre na Amazon Brasil
Livro 1
Livro 2 (em pré-venda) - lançamento dia 27/10 (já quero logo)

Sinopse

Como este blog é aberto a qualquer idade, não vou postar muitas citações, muito menos citações picantes.

Minhas impressões

Primeiramente, quando a Halime da Suma me ofereceu o livro, eu fiquei com o pé atrás, e o rejeitei, a principio, tenho que dizer que tenho tido receio quanto a alguns livros desta onda 'erótica' que 'assola' as Editoras, principalmente por ela dizer que rolava tudo (inclusive swing) no livro... mas ao ler o primeiro capítulo, fiquei interessada, e dos milhões de livros da Suma que estão aqui por ler, acabei pegando 'Peça-me o que quiser' para ler... e alguns de meus preconceitos (pelo menos de leitura, não sou capaz de fazer as coisas que são narradas no livro) se perderam com Eric e Judith (Jud).

"- Seu nome completo é Judith Flores García. Tem 25 anos, um pai, uma irmã e uma sobrinha. Que eu saiba não tem namorado, mas sim homens que te desejam. Sei onde você mora e onde trabalha. Seus telefones. Sei que dirige muito bem uma Ferrari, que gosta de cantar, e que não tem vergonha de fazer isso na minha frente (...) É curiosa e cabeça-dura, às vezes em excesso, e isso me irrita bastante, mas também é a mulher mais sexy e desconcertante que já encontrei na vida e reconheço gosto disso. Até o momento, isso é o que sei sobre você, e é suficiente.
(...)
- Seu nome é Eric Zimmerman - respondo, sem me importar com sua frieza. - Você é alemão e seu pai...
Mas ele contorce o rosto e corta meu discurso.
- Como um favor pessoal, te peço que nunca mencione meu pai. Agora pode continuar.
Essa ordem me deixa sem palavras, mas tento continuar:
- Você é um mandão doentio e não sei mais nada a seu respeito, exceto que adora loucuras sexuais. Mesmo assim, gostaria de te conhecer melhor.
(...)
- Minha mãe é espanhola, por isso falo tão bem espanhol. Durmo pouco há anos. Tenho 31 anos. Não sou casado nem comprometido. Por enquanto, é isso que tenho a dizer.
Emocionada por aquela mínima confidência, sorrio e, feliz como se tivesse ganhado na loteria, acrescento, fazendo-o rir:
- Senhor Zimmerman, aceito sua proposta." pags 109 e 110

O livro já começa com uma cena meio 'voyer' de Jud assistindo uma transa tórrida entre a chefe e um colega de trabalho, e vai esquentando com cenas que são tão 'escancaradas' que com certeza vai chocar as pessoas sensíveis a cenas carnais. Mesmo com todo o amor que há entre Eric Zimmerman e Judith Flores quando eles entram nos jogos e brincadeiras que Eric apresenta para Jud.

"- Querendo ou não, você é como a grande maioria da humanidade. O problema é que essa humanidade se divide entre os que, como eu, não se conformam com os convencionalismos e desfrutam do sexo com naturalidade e sem tabu, e os que veem o sexo como pecado. Para muitos, a palavra "sexo" é tabu! Perigo!" pag 81 (Eric para Jud)
Preciso falar da música de Eric e Jud Blanco Y Negro, linda e que mostra muito do relacionamento de Eric e Jud, aqui a tradução. Além da linda música, ainda tem os termos fofos com que Eric chama Jud, pequena, moreninha (como o pai dela), fofinha.
"Ti regalo mi amor, ti regalo mi vida,Te regalaré el sol siempre que me lo pidas.No somos perfectos, sólo opuestos.Mientras sea junto a ti, siempre lo intentaría.?Y que no daría?" (Trecho da música Blanco Y Negro - pag 372)
Em alguns momentos a relação de Eric e Jud tem um quê de A Bela e a Fera, apesar de Eric ser um homem lindo... mas é conhecido como Iceman, pelos funcionários de sua empresa, e isso já dá uma ideia de como ele pode ser assustador, mas ele  e também tive uma memória do Sr. Rochester de Charlotte Brontë (Jane Eyre) a história do livro, não é apenas sexo, é consistente, a autora tem uma boa narrativa e para quem não tem preconceitos com leituras eróticas, ou para quem quer perder alguns preconceitos, indico muito, eu já estou ansiosa pelo segundo livro, até porque o livro termina de uma forma que precisamos logo saber o que acontece...


SOBRE A TRILOGIA

PEÇA-ME O QUE QUISER (lançado em setembro 2013)

Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos.

Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu.

Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais.

Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.

PEÇA-ME O QUE QUISER agora e sempre (novembro 2013)

Decidida a se afastar para sempre de Eric Zimmerman, Judith pede demissão da empresa Müller. Para se recuperar, decide se refugiar por um tempo em Jerez, com seu pai.

Desesperado com a partida de Judith , Eric vai atrás de seu amor. Ela resiste o quanto pode, mas a atração entre eles continua forte, e as fantasias sexuais mais vivas do que nunca.

Em Peça-me o que quiser agora e sempre, Judith terá que tomar a decisão mais difícil de sua vida. O que ela realmente quer? Viver sua paixão é tudo o que importa?   

PEÇA-ME O QUE QUISER ou deixe-me (janeiro de 2014)

No último volume da trilogia, os protagonistas lutam para preservar sua relação.

Judith está adorando ter o Iceman só para ela, e os jogos eróticos dele continuam lhe dando prazer; Eric se sente o homem mais feliz do mundo e não pode imaginar sua vida sem seu grande amor. Mas os ciúmes e a superproteção do alemão são motivos de constantes brigas — Judith já não está tão certa sobre o futuro da relação.

Com Peça-me o que quiser ou deixe-me, Megan Maxwell conclui uma das sagas eróticas mais populares da Espanha.


Sobre a autora

Megan Maxwell é uma reconhecida escritora do gênero romântico na Espanha. De mãe espanhola e pai americano, publicou vários romances, além de contos e relatos em antologias coletivas. Em 2010 ganhou o Premio Internacional de Novela Romántica Villa de Seseña e em 2010 e 2011 recebeu o Premio Dama de Clubromantica.com. Vive num vilarejo perto de Madri na companhia do marido, de seus filhos, seu cachorro, Drako, e seu gato, Romeo.

7 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.