Minhas impressões (MI-24/13): Infinity Ring - Um Motim no Tempo - James Dashner @cialetras (Editora Seguinte)

Hoje, chega às Livrarias de todo o Brasil um livro que me encantou desde a primeira vez que ouvi falar dele.

Quando os melhores amigos Dak Smyth e Sera Froste descobrem o segredo da viagem no tempo ? um dispositivo portátil conhecido como Anel do Infinito ?, eles acabam envolvidos numa guerra secreta que existe há muitos séculos e decidirá o futuro da humanidade. Recrutados pelos Guardiões da História, uma sociedade secreta que existe desde Aristóteles, as crianças descobrem que a história havia saído desastrosamente de seu curso natural. Agora, Dak, Sera e Riq, o jovem guardião em treinamento, devem voltar no tempo para corrigir as Grandes Fraturas ? e, no caminho, ainda salvar os pais de Dak.
A primeira parada é na Espanha de 1492, quando um navegador chamado Cristóvão Colombo está prestes a ser lançado ao mar, durante um motim terrível.

Compre aqui:
Cultura
Saraiva
Travessa

A série Infinity Ring...



· Terá sete livros, cada um escrito por um autor diferente — exceto o primeiro e o último, de autoria de James Dashner os outros autores são: Carrie Ryan, Lisa McMann, Matt de la Pena, Matthew Kirby e Jennifer Nielsen;

· Foi criada pela Scholastic, editora americana que também idealizou a série 39 Clues — é, portanto, a próxima leitura ideal para os fãs dessa série.

· É uma série multimídia: para cada um dos sete livros haverá um jogo que poderá ser acessado pelo site da Editora Seguinte, além de outros conteúdos online relacionados à série.

· Tem grande potencial para ser usada em sala de aula. Os leitores aprenderão sobre Aristóteles, Colombo, Rasputin, a Revolução Francesa, a Guerra de Independência dos Estados Unidos, e muito mais — assim como aprenderão a importância de pensar por si mesmos e lutar contra um governo ultracontrolador.

As próximas capas (americanas)... os livros 6 e 7 ainda estão sem capa e sem títulos em inglês.


Os títulos e prováveis lançamentos aqui no Brasil:
vol. 2: Dividir e conquistar, de Carrie Ryan (previsão: julho/2013)
vol. 3: O alçapão, de Lisa McMann (previsão: novembro/2013)

Minhas impressões


"O tempo havia saído dos eixos - era nisso que os Guardiões da História acreditavam. E, como as coisas não podiam mais ser consertadas, só havia uma esperança... voltar no tempo e corrigir o passado." pag 12

Eu gostei, não, adorei a ideia, o enredo e principalmente os dois gênios e melhores amigos para sempre, Dak e Sera.

"Eles aproveitavam esses momentos para conversar, e para se afastar das distrações de costume - como os adultos, que só sabiam reclamar o tempo todo dos impostos, dos índices de criminalidade e, em sussurros e cochichos, da SQ. Com todo esse ruído mental, era incrível que Dak e Sera ainda fossem capazes de raciocinar. Felizmente, ambos eram gênios... ainda que de formas bem diferentes." pag 08

Dak é gênio em História, conhece T.U.D.O sobre História, fatos, datas e detalhes que os livros trazem em 'rodapé'... e Sera é gênio em física quântica e tudo relacionado a cálculos, brândio, táquion e tantas coisas que nós 'meros mortais' não entendemos. Dak é filho único de pais cientistas e Sera é orfã de pai e mãe, e vive com o tio. Neste mundo em que eles vivem, existem a Reminiscências...

"Uma especie de vazio que se instalava em sua mente e o deixava extremamente desconfortável. Faltava alguém naquela foto. Não fazia o menor sentido, mas ele tinha a mais absoluta certeza que faltava alguém aí.
E ele não era o único a experimentar esse tipo de sensação. Mais e mais pessoas eram afetadas por Reminiscências a cada dia. Elas apareciam quando menos se esperava. E eram capazes de levar uma pessoa à loucura. Literalmente." pag12


Dak e Sera vivem nos EUA e tem uma História um pouco diferente da que conhecemos, por exemplo, quem descobriu a América não foi Cristovão Colombo, foram os irmãos Amâncio...

"(...) assistindo a uma exposição sobre a descoberta do continente americano pelos celébres irmãos Amâncio. Todo mundo já conhecia essa história, e o guia deixou de lado a melhor parte - o destino terrível do homem que os irmãos heroicamente rebeldes deixaram para trás em sua jornada, Cristovão Colombo." pag 27

Eles também vivem em um mundo em que uma organização antiga, milenar, e agora mega poderosa, comanda o mundo, o vigia e aparentemente está destruindo... a SQ.

"- As pessoas ainda acreditam no que a SQ quer que elas acreditem. O medo sempre fala mais alto que a verdade. - Ele passou os dedos pelos cabelos negros e suspirou. - Aristótels teria ficado orgulhosíssimo. Olha só a situação dos Guardiões da História! A SQ vai rir por último... mesmo que isso signifique a destruição do mundo." pag 12

Dak é filho de uma casal de cientistas que está desenvolvendo um 'equipamento' capaz de voltar no tempo, e este experimento está guardado a '7 chaves' mas, mesmo assim, está sendo rastreado pelos Guardiões da História, sem que os Smyth saibam de nada.

"De todos os cientista que os Guardiões da História haviam sido capazes de rastrear, eles eram os únicos cujas atividades a SQ não tinha proibido... ainda.
(...)
Todos os experimentos, descobertas e relatórios dos Smyth - cada coisinha que acontecia em seu laboratóri no dia a dia -, tudo era monitorado pelos Guardiões da História. Sem o conhecimento deles, é claro. Mas, depois que o mundo fosse salvo das Grandes Fraturas, Brint faria questão de pedir desculpas." pag 13

E quando Dak e Sera entram no laboratório dos pais dele, são capazes, quer dizer, Sera é capaz de descobrir não apenas do que se trata o experimento dos Smyth como descobrir a 'peça' faltante e colocar o 'Anel do Infinito' funcionando... tudo isso enquanto os Smyth estão viajando, agora eles tem que contar toda a verdade a eles quando os mesmos chegam em casa.

"-Está tudo pronto, Dak - ela disse, apontando para o Anel. - Aquela coisinha ali vai dobrar o espaço-tempo e levar uma pessoa pro passado. Simples." pag 54

Juntos, Dak, Sera e os pais de Dak, fazem a primeira viagem no tempo... e algo acontece... após esta primeira experiência... Dak e Sera são 'resgatados' pelos Guardiões da História para ajudar com as Grandes Fraturas históricas.

"- Viagem no tempo? - perguntou Dak. - O que isso tem a ver com Aristóteles?
Brint estreitou os lábios e acenou com a cabeça.
- Tem tudo a ver. Aristóteles sabia que a viagem no tempo seria possível algum dia, e que nós precisaríamos dela para voltar e corrigir as Grandes Fraturas. Para eliminar as Reminiscências que nos atormentam. Para fazer o munto voltar ao seu rumo e impedir que a nossa realidade chegue ao fim em um terrível Cataclismo." pag 81


Dak e Sera se unem a Riq, um outro jovem gênio, que já estava com os Guardiões da História antes deles chegarem. Riq é um gênio em linguagem, conhece diversas línguas e tem consigo um dispositivo que instalado nas orelhas e boca, é capaz de 'traduzir' qualquer linguagem para quem ouve e fala... juntos os três jovens vão viver em um momento muito importante da História e que contem uma GRANDE FRATURA que precisa ser consertada... quem descobrirá a América? Colombo ou os Amâncio?

" Um motim é uma coisa séria, uma crime grave. Você não pode correr o risco de assustá-los e fazê-los mudar de ideia sem ter certeza absoluta do que deve acontecer. Você pode acabar fazendo o trabalho sujo da SQ sem saber." pag 158

Eu amei o livro e estou bastante curiosa sobre como os livros serão 'amarrados' já que serão vários autores...



0 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.