Minhas impressões (MI-18/13): Casa de Verão - Marcia Willet @BertrandBrasil

Me interessei por este livro, tão logo a Bertrand divulgou em sua página no Facebook, a sinopse é muito curiosa e a capa super intrigante... e há uma comparação de Marcia Willet com Rosamunde Pilcher e Maeve Binchy, que me conquistou também. Recebi a prova para leitura, e não li mais rapidamente, pois o tempo anda curtíssimo. O livro chega às livrarias agora no final de março.

“Como Rosamunde Pilcher e Maeve Binchy, Marcia Willett constrói personagens tão fortes e reais que o leitor sente que eles podem lhe telefonar ou mandar um e-mail.” (Rocky Mountain News)

Sinopse

Skoob

Primeiro capítulo

Minhas impressões

É interessante perceber como a memória remota some de nossas vidas, mas pode estar guardade em um 'sótão' escuro que ao ser aberto e 'desempoeirado' pode nos mostrar coisas que explicam tantas outras em nossas vidas ou nas vidas de pessoas próximas a nós e que nos afetam muito.

Matt é um escritor que se tornou famoso em seu livro de estréia (que inclusive virou filme), mas Matt está vivendo um bloqueio de escritor, não consegue decidir sobre o que ou como escrever seu próximo livro. Sua mãe, que foi uma mãe triste, ausente, que se tornou alcoólatra, acabou de morrer e deixou uma caixa com diversas recordações antigas, dentre elas, fotos, fotos de Matt em diversas idades, das quais ele não se recorda e isso o deixa muito intrigado.

"Lottie o observou, mais uma vez consciente da estranha sensação que tivera assim que ele chegara: a de uma sombra sobre seus ombros.
- O que houve? - perguntou, bruscamente.
- Nada. - Desviou o olhar. - Eu estava pensando num monte de coisas diferentes. Em para onde Im e Jules irão na Páscoa. E em Nick.
Ele pareceu aliviado." pag 44

Matt tem uma irmã mais jovem, Imogen, que é casada com um veterinário, Jules, e tem uma filhinha, Rosie, eles vivem no interior da Inglaterra, e moram próximo a Milo e Lottie, um casal, na realidade eles são cunhados, e que ajudaram muito na criação de Matt e Im, já que o pai deles morreu quando eram muito pequenos e a mãe desde então não era capaz de cuidar sozinha das crianças. Lottie, principalmente, teve um papel muito importante na vida de Matt e Im, e ainda tem.

Agora, Matt retorna à Casa Alta (onde vivem Milo e Lottie) para tentar se 'reencontrar' ou encontrar algo de que sente falta, mas não sabe o que é, e que ele sente estar impedindo sua inspiração e mesmo sua vida de seguir o curso.

"Não estou dizendo que deva ser introspectivo, nem que deva ficar cutucando a mente para se lembrar das coisas; precisa apenas de um período de quietude perto das pessoas que o amam, caso queira companhia ou alguém com quem conversar sobre o passado." pag 53

O livro vai narrando os fatos e 'costurando' as vidas de Matt, Imogen, Jules e Rosie, com as vidas de Milo, Lottie, Nick (o filho de Milo e sobrinho de Lottie) e ainda a vida de Venetia, a amante de Milo. A autora vai  inserindo fatos das vidas destes personagens e os mesclando. Vai mostrando as inseguranças que cada um deles sente.

"- Tempo suficiente para descobrirmos se gostamos ou não dela - disse Venetia, (...) - Eu sempre percebo logo de cara, você não?
Nick ficou pensativo.
- Não, na verdade, não - acabou respondendo. - Sempre acho que sim, mas normalmente me engano. Não sou muito bom em julgar o caráter das pessoas, infelizmente.
- Isso porque você sempre espera que as pessoas sejam boas - disse-lhe Venetia. - Quer gostar delas. É um grande erro procurar o lado bom das pessoas. Muito decepcionante. É muito melhor acreditar no pior e então, se algo bom acontecer, será uma grande surpresa, entendeu?" pag 174

Estes personagens são como uma grande família, não uma família de sangue, mas uma família de laços de amor e amizade que faz todos uma grande e feliz família quando estão juntos. Todos se ajudam e dão 'pitacos' na vida dos outros.


"- Como você pode ter tanta certeza com relação às coisas do coração? - perguntou. - Acabou de dizer que eu tenho um coração de pedra, porque não me apaixono nem tenho casos confusos. Detesto confusões. Como saber se alguém é mesmo certo para você. Venetia?
Ela suspirou:
- Minha mãe tinha uma boa resposta para essa pergunta. E para outras questões também. Ela costumava dizer: 'Na dúvida, não faça.' Você está se prendendo a Annabel por medo de que possa perder alguma coisa caso a deixe ir embora, mas, enquanto isso, não está se afeiçoando a ela, está? BEm, o amor não funciona assim. Não precisa ser amor à primeira vista, porém, se for amor, então sempre haverá alguma prova. Lembra daquela regra antiga? 'Está com vontade de vê-la? Vontade de tocá-la?' Se não estiver, não é amor."


E a Casa de Verão, é como um anexo da Casa Alta, e vai ser vendida por Milo, e ele quer mantê-la na 'família'... e é a Casa de Verão e algumas aquarelas que a avó de Milo pintou enquanto vivia lá, que acabam ajudando Matt a descobrir o grande segredo de sua vida, de sua infância e que estava guardado em um compartimento lacrado pela vida. E este segredo, ao ser desvendado e revelado, ajuda a todos a se entender e entender principalmente a mãe de Matt e Im.

"Mas, à medida que fui crescendo, tive mais ressentimentos dos silêncios de mamãe e daquele estado de quase bêbada, mas também nunca totalmente sóbria em que ela vivia e, no final, eu quase desisti dela. Matt, não. Ele sempre foi muito paciente. Mas ele podia se lembrar de mamãe antes e cresceu tendo esperança de que algum milagre acontecesse e ela voltasse a ser seu antigo eu. Claro que agora consigo entender por que ela era desse jeito e me sinto muito culpada por não ter lhe dado um desconto, pois foi horrível o que ela passou." pag 302

Um livro com uma história bonita, mas que a meu ver poderia ter sido mais bem trabalhado, tem algumas falhas, acho que a autora 'encheu linguiça' com algumas histórias supérfluas e em outras coisas ela poderia ter desenvolvido um pouco mais.

"Matt sentiu-se cheio de energia e empolgação. Naquele momento, finalmente, sabia sobre o que escreveria... e como começaria: ele começaria pelas fotos." pag 306

Adoro estórias com escritores... e este livro me encantou pela forma suave como foi narrado um fato traumático que nublou e trancou as memórias de Matt naquele sótão escuro em que ele sempre teve dificuldades de entrar.

1 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.