Filme: Jogos Vorazes



Título Original: The Hunger Games

Sinopse: A história é ambientada nas ruínas futuristas da América do Norte, agora dividida em uma capital e 12 distritos. Cada distrito fornece dois adolescente entre 12 e 18 anos, que competem no reality show de sobrevivência que dá nome ao livro. A trama é centrada em Katniss, adolescente de 16 anos que vai para o reality show no lugar de sua irmã, sorteada pelo distrito.



Direção: Gary Ross
Roteiro: Billy Ray (I), Gary Ross, Suzanne Collins
Elenco: Alexander Ludwig (Cato), Amandla Stenberg (Rue), Dayo Okeniyi (Thresh), Donald Sutherland (President Snow), Elizabeth Banks (Effie Trinket), Isabelle Fuhrman (Clove), Jacqueline Emerson (Foxface), Jennifer Lawrence (Katniss Everdeen), Josh Hutcherson (Peeta Mellark), Lenny Kravitz (Cinna), Leven Rambin (Glimmer), Liam Hemsworth (Gale Hawthorne), Stanley Tucci (Caesar Flickerman), Wes Bentley (Seneca Crane), Willow Shields (Primrose Everdeen), Woody Harrelson (Haymitch Abernathy)
Produtores: Aldric La'Auli Porter, Bryan Unkeless, Diana Alvarez, Jon Kilik, Louis Phillips, Nina Jacobson
Países de Origem: EUA
Estreia Mundial: 23 de Março de 2012
Estreia Brasil: 23 de Março de 2012

(Filmow)


Sendo uma fã da trilogia Jogos Vorazes era óbvio que teria que assistir a esse filme. Claro que fiquei preocupada já que é fato conhecido que muitas adaptações tendem a decepcionar os fãs, mas apostei que essa poderia ser uma das poucas exceções. A produção foi muito bem feita, cada personagem realmente lembrava seu correspondente no livro e os cenários estavam impressionantes, mas aí paramos de nos maravilhar com todo esse cuidado e damos mais atenção ao enredo que me deixou bem incomodada. O livro é todo escrito em primeira pessoa, então tudo que é apresentado aos leitores faz parte do ponto de vista da Katniss, muitas coisas expostas por ela não passam de conjecturas que podem, ou não, ser verdadeiras, mas para colocar isso de forma explícita no filme muita coisa teve que ser alterada. Eu admiro a criatividade dos produtores por terem criado alternativas muito válidas para solucionar esse detalhe, mas eu, como leitora, não fiquei muito satisfeita, mas relevei isso porque sabia que não tem como ser 100% fiel ao livro, porem o que não me agradou em nada foram certas reações humanas que são muito mais intensas no livro e que mal percebemos no filme. Concluindo, apesar de todos os pontos negativos que mencionei, é um filme bom, bem estruturado e com ótimos efeitos visuais, adaptado da melhor forma possível, que com certeza teve críticas muito positivas, mas que ao meu ver deixou um pouco a desejar. Estou bem animada para a continuação, "Em Chamas", já que estou apostando que pode ser melhor.





3 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.