Resenha by @nandamartinez: Amante Libertada - J. R. Ward @univdoslivros

Oláááááá pessoaaaaaaaaaaas,




Hoje temos mais uma sessão de Nanda e os guerreiros da Irmandade da Adaga Negra. O episódio de hoje é sobre Amante Libertada. Todos prontos?

*** Obs: Se você não leu AMANTE LIBERTO, NÃO leia a resenha ( ainda).







Vou confessar, que antes de ler o livro estava muito receosa. Fiquei com medo que a Payne não fosse a protagonista de seu próprio livro, pois a Ward o usaria para consertar a m* que ela fez em Amante Liberto. * E desculpem, mas até hoje eu não engulo o final daquele livro #prontofalei *. 

O livro começa exatamente do momento onde termina Amante Meu, é quase como se um fosse a sequência exata do outro, onde todos correm contra o relógio afim de conseguir salvar a Payne. Por isso, a nossa fantasminha camarada * sim, eu já disse que não engulo a Ward ter transformado-a em fantasma* começa uma busca incessante atrás de seu amigo e ex-companheiro, Manuel Manello. Vejam, o Dr. Manny, é um cirurgião especialista e, no momento, era o único que tinha alguma chance de salvar a nossa guerreira.

Enquanto isso na mansão da Irmandade.... Vishious está tentando se adaptar a descoberta de sua irmã gêmea, o fato de ela estar a beira da morte e ainda por cima tentando não correr atrás de sua mãe, somente para matá-la. Ah, e tem o fato de ele estar morrendo de ciúmes da Jane ir atrás do Manny rsrsrsrsrsrs.

"" Jesus Cristo... Trezentos anos de idade e só então descobrir que se tem uma irmã.
Boa jogada, mamãe. Muito legal mesmo." Página 33

Caça vaaaai.... Caça veeeem... as horas passam e finalmente Manny e Payne se conhecem pela primeira vez, na sala de cirurgia da Irmandade...e...gentee...OMG...fooooooooooofooooooooooos *-*
Que casal mais fofo, hot, fofo <3

"" Finalmente havia acontecido, pensou. Durante a vida inteira perguntara-se por que nunca havia se apaixonado e agora sabia a resposta. Estava esperando aquele momento ,aquela mulher, aquela hora. Esta mulher é minha, pensou." Página 73 

Não vou mentir, o livro tem muito do Vishious e da Jane. Parece até que ele e a Payne dividem o espaço do livro como se fosse a história de ambos, quando na verdade, é a Ward tentando consertar Amante Liberto. Okay, Okay, ela meio que consegue remediar um pouquinho a burrada-mor que ela fez. Nesse livro podemos entender mais do casal e principalmente de como o Vishious se sentiu em relação a tudo que aconteceu. É interessante e muito válido de ser lido, pois é muito bacana ver um personagem se transformar.

Outro ponto bacanéééééérrimo do livro, é o Quinn e o fato de que ele está começando a perceber a burrada que fez ao basicamente empurrar o Blay para o seu primo, Saxton. rsrsrsrsrrs Adoro esses dois e mal posso esperar para Lover at Last. A Ward parece que em Lover Reborn * AI MELDEUS, PARA TUDO, QUE LIVRO FOI ESSE? M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O)* encontrou o seu caminho e o que rumo deve tomar a história. Confesso que estou para lá de surtada/animada/curiosa * Ninguém percebeu isso né* com os próximos livros. Até mesmo estou gostando do Xcor e do rumo que a Ward parece estar querendo dar para a vida dele.... * nããão falo nadaa....* 

Então se você quer um romance de casal fofo, de casal hot, se quer cenas comicas entre a Irmandade, cenas tristes da realidade de alguns personagens e acima de tudo, passar um tempo com os melhores guerreiros de Caldwell, não perca Amante Libertada.

*** Dica: as meninas fãããããs loucas, como todas nós, criaram um podcast para discutir a série e os episódios estão ficando muito bacanas, vale a pena: http://vozdecaldwell.wordpress.com/ Eu tenho me divertido muito, Parabéééns meninas ;)

0 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.