Minhas impressões: Quebra de Confiança - Harlan Coben @editoraarqueiro

Quebra de Confiança é o primeiro livro de da série Myron Bolitar… se você ainda não leu nenhum dos outros sugiro lê-lo primeiro, apesar de já ter lido os outros, e não ter interferido tanto no fato de eu adorar os personagens, eu prefiro ler séries na ordem correta…

Aqui  a ordem correta:
  1. DEAL BREAKER (Quebra de confiança)
  2. DROP SHOT (Jogada Mortal) - recém lançado
  3. FADE AWAY
  4. BACK SPIN
  5. ONE FALSE MOVE
  6. THE FINAL DETAIL
  7. DARKEST FEAR
  8. PROMISE ME
  9. LONG LOST (Quando ela se foi)
  10. LIVE WIRE (Alta tensão)

Sinopse


Minhas impressões

Nesta primeira aventura de Myron Bolitar sua carreira de empresário esportivo está começando… ele tem alguns atletas empresariados por ele, mas nenhum de grande renome… ele está tentando assinar para Christian Steele um grande contrato… Christian é um nome de grande promessa…para o futebol americano... mas Christian perdeu a noiva, Kathy Culver,... que sumiu há 1 ano e meio e começam aparecer coisas sobre ela... e o menino pede a Myron para ajudá-lo... Kathy também era (é) irmã de uma ex namorada de Myron, por quem ele ainda nutre um sentimento muito intenso... Jessica Culver, uma romancista de sucesso.

O pai de Kathy e Jessica acabou de falecer, vítima de um assalto/assassinato um tanto quanto suspeito... e Jessica também pede a Myron para ajudá-la a descobrir se há apenas uma coincidência horrorosa, em perder a irmã e o pai, ou se os dois 'assassinatos' são relacionados...

Este livro é muito, muito interessante... a construção do caso, o conhecimento dos personagens, já que eu tinha lido os últimos livros e ainda tem bastante coisas por saber de cada um dos personagens... adorei conhecer um pouco mais Myron Bolitar, que é um romântico, um fofo, bom homem, bom filho, bom empresário... conhecer Win (Windsor Horne Lockwood III), grande amigo de Myron, parte da dupla dinâmica, a relação deles é meio um Bromance, eles são super amigos, daqueles que se entendem apenas com o olhar... e também um pouco mais de Esperanza Diaz, a amiga, secretária de Myron na empresa...

O desenvolvimento da trama é, como em todos os livros de Harlan, muito bom, tem um mistério que só se soluciona no final... e um final surpreendente... eu desconfiei de algumas coisinhas... mas nem desconfiei do final solucionado... mais uma indicação pra lá de boa, para quem gosta de policiais.

Deixo aqui minha sugestão para a leitura em ordem dos livros... à partir dos primeiros para não termos spoilers antes do tempo... já sei de algumas coisas que vão ou devem acontecer daqui pra frente por ter lido fora de ordem... não entendi porque a Editora Arqueiro não lançou os livros Myron Bolitar na ordem correta...


Já solicitei, e espero em breve resenhar Jogada Mortal, o 2º livro da série Myron Bolitar

Citações

"Sim, ele - Myron Bolitar - conseguira representar Christian Steele, 'a grande promessa'. O quaterback que ganhara duas vezes o trófeu Heisman. Que fora eleito o melhor jogador pela imprensa três vezes seguidas. Que figurara por quatro anos consecutivos entre os melhores amadores do país. Como se isso não bastasse, o garoto era o sonho dourado de qualquer patrocinador. Aluno exemplar, bonito, articulado, educado e branco (sim, isso fazia diferença)." pag 08


"Dezoito meses atrás, Kathy havia desaparecido misteriosamente do campus da Universidade REston. Até hoje ninguém sabia onde ela poderia estar nem o que havia acontecido. A história tivera todos os ingredientes prediletos da mídia: estudante bonita, noiva do astro do futebol americano Christian Steele, irmã da romancista Jessica Culver, e ainda um forte indício de violência sexual como tempero extra." pag 10


"... Myron viu a realidade: uma criança apavorada encolhida num canto, uma criança cujos pais estavam mortos, que não tinha família e provavelmente não tinha amigos de verdade, só gente que cultuava o herói ou que queria algo dele (como o próprio Myron?).Myron balançou a cabeça. De jeito nenhum. Outros empresários, sim, mas não ele. Não era desse tipo. Mas, mesmo assim, algo parecido com culpa ficou ali, um dedo afiado cutucando suas costelas." pag 18

" - Temos de ir - disse Myron. E passou rapidamente por ela, sem chegar muito perto.Win abraçou-a daquele jeito, tipo ' o que se pode fazer?', e foi atrás. Ela olhou-os sumir na esquina do corredor. Batman e Robin partindo em ação." pag 44

Myron detesta o seu nome, eu não vejo porque... mas é interessante a forma como ele se irrita com isso...
"- Está acordado, Myron? - gritou sua mãe.Myron. que droga de nome horroroso. Ele o odiava com todas as forças. Tinha nascido com todos os dedos das mãos e dos pés, não mancava, não tinha lábio leporino nem orelha de abano - assim, para compensar a falta de infortúnios, seus pais lhe deram o nome de Myron." pag 89

"Cary Roland tinha mostrado sinais de ambição política pela primeira vez ao sair do útero da mãe. O promotor tinha feito a faculdade de direito junto com Myron, em Harvard. Era um sujeito brilhante. Editor do jornal jurídico. Assistente de um juiz da Primeira Corte." pag 208


"- Quando eu estava sendo sondado por todos aqueles empresários grandes, todo o processo parecia... não sei... muito impessoal. Tudo tinha a ver com dinheiro. Ainda tem, eu sei. Não estou sendo ingênuo, mas o senhor foi diferente. Eu soube instintivamente que podia confiar. Acho que o que estou tentando dizer é que o senhor virou mais do que um empresário para mim. Fico feliz por tê-lo escolhido." pag 210


"Os dois ficaram sentados em silêncio. Myron revirou os fatos na mente outra vez. Nenhum deles mudou. win examinou o rosto dele.- Isso tudo foi um exercício mental - disse Win. - Um test drive, por assim dizer. ]Myron ficou quieto.- Você sabe o que aconteceu. Sabia antes mesmo de eu dizer ao menos uma palavra.Myron entregou o telefone a Win.- Cancele seu encontro. Temos muito trabalho a fazer." pag 262