RESENHA OVELHA NEGRA - GEORGETTE HEYER



Sinopse



Titulo Original: Black Sheep
Tradutor: Ana Luiza Borges
ISBN: 8501077348
Gênero: Romance Histórico
Páginas: 286
Formato: 14x21
Editora: Record


A rica Abigail Wendover, solteira aos 28 anos, ocupa seu tempo com as obrigaçõs sociais.
Sua mais nova preocupação é a paixão da sobrinha Fanny pelo belo mas interesseiro Stacy Calverleigh.
Para pretogê-la, Abby procura Sr. Calverleigh.
Acaba encontrando, porém, o tio de Stacy, Miles - a ovelha negra da família.
Ele fez fortuna na Índia, mas é repudiado pela 'boa sociedade' devido a um antigo escândalo. O encontro dará início a um mútuo encantamento.


Resenha



No inicio você até acha que está lendo Jane Austen (para quem não leu Austen, comece urgente com Orgulho e Preconceito), mas no decorrer com certeza é Georgette Heyer, e com sua narrativa envolvente que te prende de uma tal maneira que acabei o livro em menos de 24hs, apesar de todas as palavras que tive que procurar no dicionário kkkkkk.

Mas Georgette nos apresenta uma história encantadora de dois personagens Miles Calverleigh e Abigail Wendover, os diálogos são divertidíssimos do casal fazem você rir igual uma boba, pois Milles é encantador, cinico, sarcástico e apaixonante. Enquanto Abigail um pouco mais recatada, mas nem tanto para uma mulher daquela época, tem seus momentos hilários e de colocações desconcertantes.

Existe outros personagens, como Selina a irmã de Abigail que é um "pouco" hipocondríaca, e Fanny (sobrinha de Abigail) e Stacy (sobrinho de Milles) que devido o relacionamento desgostoso dos seus sobrinhos que originou o encontro de Abigail e Milles.


O relacionamento do sobrinho Stacy Calverleigh e de Fanny Wendover, não é aprovado pelo família, pois suspeita-se que Stacy é um caçador de dotes, e como Fanny é uma herdeira rica o interesse segundo família de Fanny deve-se a este fato. Sendo a Abigail uma opositora declarada ela irá tentar de tudo para afastá-los, nesse meio tempo conhece o tio do rapaz Miles Calverleigh, o primeiro encontro dos personagens é hilário... mas só lendo o livro para desfrutar da cena.


Então Abigail e Miles irão construindo uma relação, e essa relação é deliciosamente explicita pelos seus diálogos, eu particularmente apesar de todo livro ser muito bom, mas esperava ansiosa pela presença de Miles, pois ele é despreocupado com convenções (roupas e boas maneira), mordaz, simpático e realmente você não consegue deixar de rir com suas colocações que muitas vezes deixava as matronas da sociedade apavoradas.

Mas Abigail também não é um dama convencional, apesar de seguir as convenções (roupas e boas maneiras) diferente de Miles, ela tem um língua também bastante sarcástica para uma dama daquela época, principalmente em relação a família já que não se dava bem com o irmão James, pois já que era uma mulher adulta para época (apenas 28 anos) não deixava se dominar por imposições do irmão que era tutor da Fanny, porém a sobrinha morava com Abigail.


O livro é maravilhoso, é indicadíssimo para quem gosta de um romance histórico bem escrito, e para quem gosta de finais.... ele tem um final deliciosamente de acordo com a personalidade dos casal.


Dicionário do Livro

Quando leio um livro de romance histórico, no caso dos livros de Georgette e a própria Jane Austen, eles citam diversos lugares, e termos usados na época, e nesse livro não é diferente, eu pelo menos fico imaginando como seria um certo lugar, o que é aquele termo de vestuário, ou como é o tipo de dança, ou seja, lugares, vestuário e costumes da época,  então decidi colocar algumas imagens e definições que encontrei no livro.

Caleche - uma carruagem do séc. XVIII inventada em França. Tem quatro rodas e dois assentos duplos de frente um para o outro. O condutor/cocheiro conduz na parte da frente do veículo, que é puxado por dois cavalos. Era tradicionalmente puxada por um par de cavalos de alta qualidade, e servia sobretudo para passeios de personalidades abastadas durante o Verão.


Redingote -  O redingote é um casaco originalmente ajustado na cintura, comprido e abotoado na frente. A parte inferior é alargada. Originário na Inglaterra, onde no século XVIII servia de roupa de andar a cavalo. O nome vem do Inglês “riding coat” (casaco de montaria). Mais tarde tornou-se popular em França; no século XIX era um tipo básico de roupa de exterior.








Chapéu Gros de Naples –
chapéu com fitas de fio de seda italiana, muitas vezes enfeitados com plumas e flores, ou simplesmente com fitas.


Quarto Petit Paquet –
quarto para crianças, não encontrei muitas definições, mas quase todos era um quarto completo para bebês.

Dançando o cotilhão - dança de muitos pares em passo de polca ou de valsa, entremeada de cenas mímicas, pela qual costumava terminar um baile: Lembram-se festas Bailes à fantasia, representação de comédias, um grande cotilhão.







Liteira - é uma cadeira portátil, aberta ou fechada, suportada por duas varas laterais. É transportada por dois liteireiros ou dois animais, um à frente e outro atrás. As liteiras eram muito utilizadas como meio de transporte de personalidades abastadas na Roma Antiga.





Table-d’hôte -
cardápio da casa.Ladie’s Home Journal - é uma revista norte-americana que trata de uma variedade de assuntos (beleza, casa e família, carreira, culinária, etc) que teve a sua primeira edição em 16 de Fevereiro de 1883 e com o tempo tornou-se uma publicação líder para o público feminino norte-americano até aos nossos dias.



South Parade -
South Parade é uma rua comercial em
Summertown , ao norte de Oxford , Inglaterra . Corre entre Woodstock Road , a oeste e Banbury Road para o leste, onde há também lojas de alongamento sul de South Parade.


Sydney Gardens -
Foi planejado e realizado pelo arquiteto Harcourt Masters em 1795. 12 acres em tamanho, ele se tornou muito popular no final do século 18 e 19 e era freqüentemente visitado por membros da Família Real. Visitado regularmente por Jane Austen, que era um residente de Bath. O parque também contém campos de tênis.



Sinete - um pequeno objeto de metal como ouro ou prata (placa, coluna e até anel) usados como assinatura do proprietário para selar e autenticar documentos e cartas. Após a assinatura, a impressão é feita com um pouco de cera que é derramada sobre o papel no qual é pregado com o sinete, deixando um desenho pessoal, como um brasão ou um símbolo.



Tothill Fields -
devido à má gestão, o regime foi alterado em 1850 e passou então a abrigar o Bridewell apenas as mulheres e os meninos condenados sob a idade de dezessete anos. A segunda prisão foi fechada em 1877, quando os prisioneiros foram transferidos para a Penitenciária Millbank , e foi demolido em 1885.
Westminster Cathedral começou 1895 já está no local. Os alicerces da prisão foram re-utilizados para a catedral.
Gretna Green - é uma vila no sul da Escócia,  famosa por casamentos em fuga, e foi historicamente a primeira vila na Escócia.
Milson Street -
era a rua das lojas de moda em Bath: "Você sabe que eu vi o mais bonito chapéu que você possa imaginar em uma vitrine na rua Milsom agora", entusiasma-se amigo de Catherine Morland, a heroína de Jane Austen em "Northanger Abbey". Hoje Milsom St. ainda tem muitas lojas elegantes e boutiques exclusivas. As fachadas das lojas de madeira pintada em Bath não mudaram muito ao longo dos anos e acrescenta um charme único para a sua viagem de compras para banho. Abaixo temos acrescentado um recomendados para visitar algumas lojas em Bath.


Loja Goldwin’s em Milson Street


Edgar Buildings na George Street


Upper Camden Place


Great Pulteney Street



Lower Camden Place



Westgate Building






Laura Place and Fountain, Pulteney Street



York House





Queen’s Square



New Assembly Rooms



Upper Rooms



White Hart




Mount Street



Gazette London        



Morning Post



Prisão King’s Beach



Orange Grove



Cheap Street




 Onde Comprar: clique aqui


Marcador de Livro


 
SOBRE A AUTORA

Georgette Heyer nasceu em Londres em 1902, foi uma esritora inglesa de romances históricos e de romances de género policial. Publicou o seu primeiro livro aos 19 anos (1921) uma história onde a personagem principal era o seu irmão mais novo (The Black Moth) e escreveu um rol de romances por mais de 50 anos. Durante esse tempo nunca apareceu em público ou permitiu qualquer entrevista.
A grande parte dos seus livros são romances históricos cuja acção decorre no período da Regência Inglesa, muitas destas obras influenciadas por Jane Austen, mas ao contrário de Austen, que descreveu os tempos em que viveu, Heyer era forçada a incluir informação copiada sobre o período para que os seus leitores entendessem o espaço da acção - Devil's Cub (1934), Regency Buck (1935) and Faro's Daughter (1941). Estas obras são admiradas até hoje pela meticulosa pesquisa e mistura de ingredientes essenciais - casamentos arranjados, homicídios, moda, alta sociedade, sarcasmo e humor.
Ela foi uma das escritoras (femininas) pioneiras no género literário Mistério - um grupo que inclui Agatha Christie, Dorothy Sayers e Ngaio Marsh. Heyer morre em 1974 com 51 títulos impressos e traduções em dez linguas.

Site sobre a autora: clique aqui

8 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.