RESENHA ESPLENDOR DA HONRA - JULIE GARWOOD



Sinopse

ISBN: 978-85-7775-080-1
Editora: Landscape  Páginas: 416


FINALMENTE CHEGA O 3º LIVRO  DA SÉRIE HISTÓRICA DA AUTORA CAMPEÃ DE VENDAS JULIE GARWOOD
Romance de aventura e paixão entre a corajosa Madelyne e o poderoso Barão Duncan
Na corte inglesa medieval, a amável lady Madelyne sofre com os cruéis caprichos de seu perverso irmão, o barão Louddon. Para se vingar de um crime revoltante, o barão Duncan  ataca as terras de Louddon com seus guerreiros. A formosa Madelyne foi o prêmio que ele capturou, porém, ao contemplar a orgulhosa e bela dama, ele jura arriscar sua vida para protegê-la. Apesar de seu tosco castelo, Duncan demonstra ser um gentil cavalheiro. Mas quando, afinal, a nobre paixão domina a ambos, Madelyne se entrega com toda a alma. Agora, por amor, Madelyne enfrentará qualquer coisa, tão corajosamente quanto seu senhor, o poderoso e combativo Lobo.
Com o livro Esplendor da Honra, a Editora Landscape dá prosseguimento a série de romances históricos no Brasil, da autora campeã de vendas, que tem os seus romances publicados em mais de 30 países.  Uma história repleta de amor, intrigas e vingança que se passa na Inglaterra feudal.
Sobre a autoraJULIE GARWOOD começou sua carreira literária quando o caçula de seus três filhos entrou na escola. Depois de publicar dois livros juvenis, Julie enveredou-se para a ficção histórica. Seu primeiro romance Meu Querido Guerreiro, foi publicado nos Estados Unidos em 1985. Desde então inúmeros dos seus livros figuraram na lista dos mais vendidos do NEW YORK TIMES.
 Site da autora: clique aqui (Muito interessante o site!!!)

Resenha

A resenha irá fugir um pouco de romances históricos regenciais, a de hoje é um romance histórico, porém medieval, na época do rei Guilherme II, ano de 1066 (leia no final do post um pouco sobre esse período), ou seja, para mim também foi uma surpresa, já que Adorei!!!!!!!, sou uma fã incondicional dos regenciais e fazia cara feia para os medievais, mas Julie Garwood e o seu livro Esplendor da Honra me conquistou totalmente, apesar de ser.... segundo a editora Landscape o terceiro romance de uma série (antes Desejo Rebelde e Meu Querido Guerreiro, ambos adquiridos e em breve resenha) não influencia em nada na leitura já que são independentes.


Em relação o livro, a autora sabe criar personagens cativantes, uma narrativa objetiva, e além de ter uma base histórica, ela realmente ambienta o romance sem esquecer os fatos reais da época, como costumes, leis... e você realmente viaja para 1066, pois Julie é rica em detalhes.
O casal do livro é simplesmente inesquecível, Duncan e Madelyne, são apaixonantes e viciantes, tanto que você começa ler e não quer parar, porque em casa página você quer continuar acompanhado e o desenvolvimento do relacionamento, os momentos entre eles vão do cômico a muito sensuais, além de românticos.


Madelyne, teve uma vida extremamente difícil, o irmão Louddon, a maltratava sendo extremamente violento, a família a desprezava, depois que sua mãe morreu ela enfrentou o inferno, apesar de ser criada depois de um tempo pelo tio, um padre, mesmo assim ela por medo, se tornou uma mulher que não gosta de demonstrar emoções, extremamente cautelosa, os motivos dessa situação dela com a família, é explicada no livro. Outra característica da personagem ela é muito desastrada, as situações narradas são engraçadissimas.


Enquanto o Barão Ducan, O Lobo, é um guerreiro nato, temido por todos, mas honesto e leal, e o responsável pela família, tem 2 irmãs e 2 irmãos,  então ele foi atrás de Louddon querendo vingança pois o irmão de Madelyne prejudicou um membro de sua família, mas no final o objetivo mesmo era capturar Madelyne para sofrer as conseqüências dos atos do irmão. Diferente de Madelyne, ele é austero, certinho e tenta... como eu disse tenta domesticar Madelyne, fazer que fique mais submissa as suas ordens, já ele é quem manda cof cof cof... coitado...
Duncan é capturado pelo irmão de Madelyne (ou se deixar capturar kkkk leiam o livro pra saber) e Madelyne o liberta e apartir daí... só lendo o livro para saber....


O livro tem uma leitura agradável que depois você sai flutuando literalmente kkkk, um ponto interessante na narrativa da autora, ela não se repete, ou seja, sabe aquela hora que uma personagem pensa em um acontecimento do passado, e vai narrando em partes, mas Julie é diferente, um exemplo, tudo que aconteceu na infância de Madelyne, é contada apenas uma vez, não fica aqueles flashbacks repetitivos, ou por partes, espero que tenham entendido.


Outro fato que vocês irão gostar a narrativa é feita tanto por Madelyne quanto por Duncan, e também pelos personagens secundários, tipo os irmãos do Duncan (Edmond e Gilliard, que realmente merecem um livro cada um), ou seja, todos os personagens participam, e não fica confuso???  Nem um pouco, fica ótimo!!!
Adorei o romance, e o modo de escrever da autora, fiquei fã incondicional, já terminei outro livro dela Meu Querido Guerreiro, mas não sei só comigo aconteceu, outro que também não consegui parar até terminar. Que será minha próxima resenha... Até a próxima segunda!


Onde Comprar: clique aqui




Como citei na resenha, a autora ambienta o livro em uma determinada época, e com todos os acontecimentos ocorridos, nesse livro narra um pouco do governo de Guilherme, e a sua morte. Abaixo está um pouco sobre esse período.
Um pouco de história...
Guilherme II (c. 1056 - 2 de Agosto de 1100), cognominado o Ruivo, foi o segundo Rei de Inglaterra da dinastia normanda, de 1087 a 1100. Era o terceiro filho de Guilherme I e Matilde da Flandres e irmão de Roberto II, Duque da Normandia e Henrique I de Inglaterra.
Guilherme II, o ruivo, nasceu na Normandia, antes da subida do pai ao trono de Inglaterra. Era o preferido de Guilherme I, talvez devido à personalidade agressiva dos irmãos. Quando Guilherme o Conquistador morreu, deixou a Normandia a Roberto, mas a Inglaterra ficou para Guilherme II. Esta decisão desagradou tanto a Roberto, privado de parte substancial da herança, como aos nobres que tinham terras em ambas as margens do Canal. O resultado foi uma longa e crescente animosidade entre Roberto e Guilherme II que resultou em invasões mútuas e revoltas das populações. No ano de 1091, o Duque da Normandia e o Rei de Inglaterra fizeram as pazes, assinaram o tratado de Caen e acordaram mutuamente nomear-se como sucessor. O reinado de Guilherme foi difícil. Impopular junto do povo teve de lidar com revoltas dos Condes da Nortúmbria e de Eu, com ataques do Rei da Escócia e com conflitos com a Igreja.
O tratado de Caen foi assinado em Caen, na França, em 1091, entre Guilherme II de Inglaterra e o seu irmão Robert Courteheuse, duque da Normandia. O tratado foi concluído para evitar qualquer conflito armado mais sério. Com este acordo, Guilherme e Robert concordavam em parar com as rivalidades. Trocavam terras e castelos, e acordavam que se Roberto morresse antes, Guilherme herdaria toda a Normandia, e inversamente, se Guilherme morresse antes, Robert herdaria toda a Inglaterra.
Guilherme morreu em Agosto de 1100, atingido por uma seta enquanto caçava em New Forest acompanhado por um grupo de nobres, e encontra-se sepultado na Catedral de Winchester. Se foi um acidente ou não, permanece por explicar, mas ninguém foi acusado ou perseguido por regicídio. Guilherme nunca casou nem teve descendência ilegítima e algumas fontes sugerem a sua homossexualidade. De qualquer forma, sem filhos o seu sucessor seria o irmão Roberto II da Normandia, de acordo com os tratados de 90. No entanto Roberto encontrava-se na altura em Cruzada na Terra Santa e não pode reclamar o trono de Guilherme II. Houve quem o fizesse por ele. Henrique, o irmão mais novo dos dois não perdeu tempo e apropriou-se da coroa.
Os historiadores do Século XII (todos eles eclesiastas), deixaram uma imagem negativa do rei, lembrando sobretudo a sua moral duvidosa, os seus maus costumes e a sua morte dramática. Os historiadores atuais reconhecem que Guilherme conseguiu manter a ordem em Inglaterra, e restaurou a paz na Normandia. Morto com apenas 40 anos de idade, não pôde mostrar a totalidade das suas capacidades.
Querem saber mais clique aqui 

Marcador
de
Livro

 

7 comentários :

Postar um comentário

Adoramos saber o que você está achando dos posts e do blog...

Se você conhece o livro, por favor... ao comentar não diga o que acontece... isso é spoiler!

Deixe seu nome e/ou twitter.